Avaliação escolar: as provas tradicionais avaliam o aluno corretamente?

Avaliação escolar: as provas tradicionais avaliam o aluno corretamente?

dezembro 24, 2017 em Psicologia 0 Compartilhados
Avaliação escolar: as provas tradicionais avaliam o aluno corretamente?

Atualmente, o método de avaliação escolar mais utilizado são as temidas provas. Falamos sobre testes onde os alunos devem responder a uma série de perguntas sobre o assunto a ser avaliado. Mas essas provas são a melhor maneira de avaliar o conhecimento dos estudantes? Existem outras alternativas?

Antes de falar sobre a validade dos exames e das alternativas, é importante saber o que é a avaliação escolar e qual é o seu objetivo. Se perguntarmos a qualquer pessoa o que é a avaliação de um aluno, ela provavelmente responderá de forma indireta, dizendo que serve para verificar se a pessoa avaliada possui os conhecimentos necessários.

Assim, no caso de os ter os conhecimentos necessários, o aluno seria aprovado e de outra forma repetiria o ano. No entanto, na realidade, esta última lei está longe de ser cumprida e, portanto, também o objetivo perseguido pelas provas que normalmente ocorrem no nosso sistema educacional.

Pessoa marcando alternativas em prova

Uma boa avaliação, dentro do quadro educacional, se concentra na identificação dos conhecimentos e habilidades atuais do aluno para saber em que grau de aprendizagem ele/ela está. E qual é o propósito disso? Um propósito muito simples e que muitas vezes os professores esquecem: avaliar se o sistema didático proposto está funcionando para esse aluno.

A nota, além de ser uma “quantificação” do conhecimento do aluno na escala proposta pelo professor, deve nos dar uma ideia de se a estratégia que estamos usando para que os alunos assimilem o conhecimento que estamos tentando transmitir está funcionando.

Nesse sentido, se bem feita, a avaliação seria uma ferramenta poderosa a serviço do processo de aprendizagem dos alunos. No entanto, ver a avaliação apenas como um método de seleção ou classificação dos estudantes é uma visão muito precária e reduzida.

Se buscamos o desenvolvimento do aluno como objetivo da educação, não podemos cometer a negligência de usar a avaliação indevidamente.
Compartilhar

Quais são os problemas da avaliação escolar tradicional?

Compreendendo a avaliação como uma ferramenta para orientar os alunos e ajustar a forma como os ensinamos, veremos que os exames tradicionais têm muitos problemas para nos ajudar nessas duas tarefas. Aqui estão algumas das suas deficiências:

  • Somente o aluno é avaliado. O único que deve ser avaliado é o aluno, não se avalia o professor ou o se ambiente educacional são adequados para o desenvolvimento dos estudantes. Na verdade, existem muitos professores que avaliam todos os alunos de forma positiva ou não aprovam ninguém.
  • Somente um professor avalia. O estudante submete-se ao julgamento subjetivo dos critérios de um único professor. Não há outros avaliadores além do professor que ensina a matéria.
  • Apenas os resultados são importantes. Os exames tradicionais talvez digam algo sobre o conhecimento atual do aluno, mas nada sobre o processo. Não importa se ele realmente compreendeu o assunto ou simplesmente os memorizou no dia anterior. Dessa forma, o resultado pode ser o mesmo.
  • Somente o conhecimento é avaliado. Não leva em conta a situação em que o aluno se encontra ou quais são os seus pontos fortes ou fracos. Não podemos orientar a aprendizagem do aluno sem saber quais são as suas habilidades.
  • O aluno é avaliado de forma quantitativa. Os exames tradicionais se resumem a uma nota, que deve mostrar ou ser ajustada à proporção da matéria dada ou habilidades que o aluno tenha sido capaz de assimilar.
  • Incentivam a concorrência em vez da cooperação. Classificar os alunos com melhores ou piores notas ajuda a criar um ambiente competitivo. Além disso, nesta competição indiretamente proposta pelo sistema, a coisa mais comum é que, no final, o aluno se concentre em obter uma boa nota ao invés de aprender o conhecimento que é avaliado.

Professora corrigindo provas de alunos

Alternativas aos exames tradicionais

Levando em conta os problemas que a avaliação escolar tradicional pode trazer, será necessário procurar alternativas. Poderíamos dizer que existem três pilares em que a avaliação deve se basear para ser correta: (a) Avaliação por competências, (b) Sistemas de portfólio e (c) Uso das TIC’s.

A avaliação escolar por competências

O objetivo de uma disciplina é que o aluno aprenda uma série de conhecimentos, mas também e acima de tudo, que aprenda uma série de habilidades. Por exemplo, o objetivo da matemática é que o aluno se familiarize e memorize algumas fórmulas e processos, mas o mais importante é que ele os entenda e saiba como aplicá-los para resolver problemas.

A avaliação deve identificar quais são os pontos fortes e fracos dos alunos. Sabendo disso, podemos orientar a aprendizagem para fortalecer as suas habilidades e estimular o desenvolvimento daquelas que ainda não possui. Para que isso funcione, é essencial que se planeje muito bem quais são as habilidades que precisamos desenvolver em determinada disciplina e um sistema de instrução tão flexível e individualizado quanto possível.

Os sistemas de portfólio

A avaliação por competências nos diz o que devemos avaliar, mas também precisamos saber como. Os sistemas de portfólio nos fornecem um método de avaliação individualizado focado no desenvolvimento dos alunos. Mas o que é um sistema de portfólio?

O psicólogo Kingore os define como: “O portfólio é uma coleção sistemática representativa do trabalho do aluno, que é selecionado entre o professor e o aluno para fornecer informações sobre o desenvolvimento da criança, o seu perfil de aprendizagem, interesses, nível de realização e o desenvolvimento da aprendizagem ao longo do tempo”.

Ou seja, os portfólios são “pastas” onde o aluno coloca todo o trabalho relativo ao assunto estudado e é revisado pelo professor continuamente para avaliar a sua evolução. Isso permite que os professores conheçam o nível de aprendizagem de cada aluno e preparem as instruções adequadas a ele. Obviamente, também seria útil avaliar se o aluno desenvolveu as habilidades necessárias.

O problema desses portfólios é a complexidade da sua gestão devido à quantidade de informações que eles contêm. Uma possível solução para esta dificuldade seriam as TIC’s.

Pessoa tocando em ícones tecnológicos

Uso das TIC’s (Tecnologias da Informação e Comunicação)

Os computadores, a internet e outros sistemas de comunicação (TIC’s) nos oferecem muitos recursos que podem beneficiar a avaliação. As TIC’s podem nos ajudar a resolver a difícil gestão dos portfólios. Nesse sentido, a existência de um programa online que gerencie toda a informação fornecida pelos alunos e professores para os diferentes portfólios eletrônicos facilitaria muito a avaliação.

Para concluir, deixamos uma pergunta para reflexão: conhecendo as deficiências dos testes tradicionais e as alternativas que existem, por que as provas ainda continuam sendo o sistema padrão de avaliação?

Recomendados para você