Os benefícios de colorir mandalas - A Mente é Maravilhosa

Os benefícios de colorir mandalas

julho 10, 2018 em Psicologia 0 Compartilhados
Os benefícios de colorir mandalas

Colorir mandalas nos dá a oportunidade de trabalhar em nossos níveis de atenção e alcançar um maior estado de relaxamento, seja qual for a nossa idade. De fato, hoje em dia podemos encontrar nas livrarias uma grande variedade de livros de colorir para adultos, uma tendência cada vez maior que se tornou um fenômeno editorial.

Durante nossa infância, realizamos muitas atividades de lazer com o único propósito de nos divertir ou nos entreter, mas à medida que nossas obrigações crescem junto com a frase “não tenho tempo”, nos fazem separar esse tipo de atividade do nosso dia a dia. Isso faz com que fiquemos mais estressados, já que geralmente não nos desconectamos.

Muitos de nós, quando éramos crianças, aproveitávamos horas e horas com nossos lápis de cor dando vida aos nossos personagens favoritos, paisagens ou até mesmo nossos próprios desenhos. Fazíamos isso sem julgar o resultado, focados apenas no prazer de colorir.

Devido às vantagens de praticar essa atividade, um grande número de arteterapeutas projetaram livros para colorir mandalas destinados a adultos, pois eles conhecem seus múltiplos e extraordinários benefícios. Colorir estes desenhos geométricos nos ajuda a reduzir o estresse, alcançar um estado de calma, focar no aqui e agora e, acima de tudo, nos conectarmos com nós mesmos.

“Cada mandala é única e irrepetível… É a expressão vibracional deste momento, deste AGORA. “
-Celina Emorg-

Ao colorir as mandalas, fazemos uma viagem em direção à nossa essência, iluminando áreas de nós mesmos que até então permaneciam ocultas. Desta forma, permitimos que a sabedoria do nosso inconsciente brote.

Benefícios de colorir mandalas

As mandalas e sua história

As mandalas são figuras geométricas que possuem muitas variantes e que aparecem em praticamente todas as culturas. Elas têm sua origem na Índia e sua tradução literal é “círculo sagrado”. São um símbolo de cura, totalidade, união e integração.

Em muitas culturas, desenhar e colorir mandalas é um ritual espiritual que facilita uma “iluminação interior”. No entanto, para Carl Jung, um dos psiquiatras suíços mais importantes da história, as figuras circulares ofereciam um efeito curativo que fornecia paz e tranquilidade.

“Só gradualmente entendi o que realmente é a mandala: formação-transformação. O eterno passatempo do sentido eterno”.
-Carl Jung-

As mandalas podem variar em cor e design, mas basicamente são formadas por um centro e diferentes figuras nos quatro pontos cardeais. Desta forma, acredita-se que a nível psicológico elas podem representar a totalidade do nosso ser. Segundo alguns defensores dessa prática, cada pessoa responde a elas instintivamente, independentemente de sua idade, gênero, raça, cultura…

A magia das mandalas, e ao mesmo tempo seu poder terapêutico, consiste em se deixar levar pelo inconsciente, sem nos preocuparmos com o resultado final do desenho. Isto é, sem julgar se está ficando bom ou ruim, bonito ou feio… Nós só precisamos estar presentes e focados, dando-nos a liberdade de colorir como queremos.

Colorir mandalas não é para crianças

Colorir é uma atividade que geralmente relacionamos à infância. À medida que nos tornamos adultos, abandonamos os lápis de cor e marcadores coloridos, exceto para sublinhar notas ou relatórios. No entanto, este passatempo pode ser muito benéfico, como vimos antes. Não só porque gera bem-estar e tranquilidade, mas também porque estimula diferentes áreas do cérebro relacionadas com as habilidades motoras, os sentidos e a criatividade.

“Pintar leva o adulto a se sentir como uma criança novamente, o transporta para tempos geralmente mais felizes e mais tranquilos. Lembrar alguns desses momentos nos ajuda a relaxar e até a ver o futuro com maior otimismo”.
Compartilhar

Colorir mandalas

Apesar do que aprendemos durante nossas vidas sobre arte e cor, não há maneira certa ou errada de colorir. Um dos aspectos positivos da pintura é que é muito fácil para todos, mesmo que não haja treinamento artístico ou experiência no assunto.

“Colorir pode ser uma atividade complexa, cheia de nuances; ou, pelo contrário, pode ser algo tão simples quanto o simples desejo de colorir”.
-Lacy Mucklow-

Desta forma, colorir pode ser considerado um ato de meditação em si, porque nos ajuda a concentrar nossos pensamentos na atividade que estamos realizando e a nos conectarmos com a nossa criatividade. Naquele momento tudo desaparece, e estamos presentes apenas com as cores e o desenho.

Muitos estudos têm demonstrado os efeitos positivos de colorir mandalas sobre a psique humana. Psicólogos e arteterapeutas recomendam essa atividade e inclusive a praticam, experimentando seus benefícios em primeira pessoa. É por isso que os livros de colorir para adultos são um sucesso de vendas.

Para as pessoas que querem aproveitar os benefícios desta atividade, devem saber que colorir mandalas ajuda também a nos conectarmos com nossa criança interior. Portanto, se você acha que precisa de ajuda extra para controlar o estresse ou a ansiedade, não hesite em praticar esse tipo de exercício.

“Colorir é a novo ioga. Como muitas outras modas, vem de fora das nossas fronteiras, de países como a França ou a Inglaterra, onde é um sucesso. Uma moda que relaxa e nos ajuda a desconectar”.
-Esther Bazán-

Recomendados para você