Comer é uma necessidade, mas comer de forma inteligente é uma arte – A mente é maravilhosa

Comer é uma necessidade, mas comer de forma inteligente é uma arte

janeiro 3, 2016 em Psicologia 0 Compartilhados

Uma das personalidades referência na questão da alimentação consciente, Suzanne Powell, irlandesa especializada em nutrição, dá as chaves para encontrar o estilo de alimentação que melhor se adapte a cada pessoa em seu livro “Alimentação Consciente”.

Suzanne sustenta que a alimentação consciente significa saber o que comer, como comer e quando comer.

O que comemos?

Geralmente, levamos uma vida sedentária em que não somos regulares na hora de fazer exercício, comemos rápido e não estamos acostumados a cuidar da nossa dieta. Muitas vezes não sabemos o que comemos e como nosso corpo digere os alimentos.

Portanto, é fundamental saber como funciona nosso corpo, quais são as necessidades de oxigenação, o que acidifica, que alcaliniza, etc.

alimentacao-saudavel

O corpo humano satisfaz suas necessidades de oxigenação através da respiração.

No ar que respiramos se encontra o oxigênio que nosso corpo demanda, mas como as reservas de oxigênio do corpo humano são quase nulas, temos a necessidade de introduzir oxigênio no corpo continuamente.

Um adulto respira entre doze e vinte vezes por minuto, enquanto um bebê recém-nascido respira entre quarenta e sessenta vezes por minuto.

No que se refere à relação entre o ácido e o básico (alcalino), o grau de alcalinidade e acidez se mede por meio de uma escala do pH (potencial de hidrogênio), em que zero é o ácido extremo e 14 o alcalino extremo, sendo 7 o valor neutro.

O sangue deveria manter um pH de entre 7,40 e 7,45, isto é, ligeiramente básico ou alcalino.

Que alimentos são alcalinos e quais são ácidos?

Um dos principais fatores que influencia na acidificação do corpo é a alimentação. Os alimentos que acidificam podem produzir doenças  e é aconselhável evitá-los na medida do possível.

A modo de exemplo, os alimentos que acidificam são os seguintes: açúcar refinado e seus derivados, álcool, tabaco, farinha e seus derivados, todos os alimentos que contenham conservantes e corantes etc.

Entre os alimentos que nos ajudam a manter um nível ligeiramente alcalino no sangue, se destacam as verduras e frutas cruas, sementes e frutas secas, plantas verdes (aloe vera, algas, por exemplo), etc.

Como comemos?

É essencial sermos conscientes de como comemos os alimentos. Não só é importante saber a diferença entre comê-los crus ou cozidos, mas também é fundamental saber combinar os alimentos corretamente.

Suzanne Powell sustenta que a forma como nos alimentamos é muito importante tanto na vida cotidiana quanto durante uma doença, e que uma combinação correta de alimentos ajuda a digestão.

Por exemplo, Suzanne afirma que se combinarmos proteínas com amidos, não digerimos corretamente nenhum dos dois, já que cada grupo alimentício requer um ambiente específico. A proteína se dissolve em ácido enquanto o carboidrato precisa de um ambiente mais alcalino.

alimentacao-saudavel

Quando comemos?

Os diferentes tipos de alimentos devem ser não só combinados corretamente, mas também devem ser ingeridos nos momentos do dia em que são melhor digeridos.

Também é importante levar em conta a estação em que estamos e comer a fruta ou verdura que corresponde a essa estação, já que embora atualmente tenhamos à nossa disposição quase todas as frutas e verduras o ano todo, elas são tratadas de forma artificial.

Pela manhã, para tomar o café da manhã, é aconselhável comer frutas da temporada e iogurte com cereais integrais.

Para o almoço são recomendadas as saladas e carboidratos, junto com fruta de temporada, e para o jantar podemos combinar uma salada com carne ou peixe (proteínas).

Se tivermos a tentação de beliscar alguma coisa entre as refeições, é melhor que sejam frutas secas, chá verde, iogurte etc.

Sabendo o que comemos, como comemos e quando comemos, ajudaremos o nosso organismo a digerir e metabolizar corretamente os alimentos.
Compartilhar

Trata-se de sermos conscientes do que comemos e de como combinar os diferentes tipos de alimentos para que nossa saúde e nosso corpo sejam beneficiados, atuando sempre sob a supervisão de um especialista.

Recomendados para você