Como combater o cansaço emocional?

· agosto 20, 2018

Muitos de nós sentimos que o dia não é longo o suficiente para tudo que precisamos fazer. Executar tarefas demanda muito tempo, e parece que as semanas vão passando e vamos arrastando as obrigações e as tarefas pendentes. No entanto, o segredo para afastar esta sensação pode estar não em ter mais tempo, mas em combater o cansaço emocional.

Devido ao ritmo frenético do mundo moderno, muitos de nós circulamos com uma sensação permanente de exaustão. O estresse, as preocupações e a multitarefa nos levam a não descansar a mente nem um segundo.

Por isso, combater o cansaço emocional pode ser uma maneira fantástica para que o seu dia a dia seja mais produtivo. Neste artigo, vamos ver várias técnicas para conseguir isso; no entanto, primeiro devemos entender no que consiste, exatamente, este ponto de vista.

O que é o cansaço emocional?

O esgotamento físico não é o único tipo de cansaço que existe. Apesar do nosso corpo estar descansado, é possível que seja a nossa mente que não aguenta mais. No entanto, em algumas ocasiões, é muito difícil reconhecer esta situação. Por isso, se você quer combater o cansaço emocional, primeiro é necessário aprender a identificá-lo. A seguir, veremos alguns dos sintomas mais comuns:

  • Falta de atenção e perdas de memória. O cansaço emocional pode fazer com que sejamos incapazes de prestar atenção no que nos rodeia. Por isso, vai ser muito mais difícil criar novas lembranças e se concentrar em uma tarefa.
  • Hipersensibilidade. Quando nossas emoções estão no seu limite, é muito mais comum que tenhamos reações sentimentais extremas. Desse modo, as pessoas com cansaço emocional irão se sentir tristes, bravas ou deprimidas com muito mais facilidade.
  • Motivação baixa. Geralmente, o cansaço sentimental costuma estar associado aos pensamentos negativos e à falta de entusiasmo com relação a aquilo que fazemos. Por isso, combater o cansaço emocional implica adotar um ponto de vista mais otimista.
  • Cansaço físico. Por último, o esgotamento emocional extremo também pode levar a uma sensação de fadiga crônica. As pessoas que padecem desse sintoma podem dormir durante dez horas e se levantar ainda cansadas. Por mais que elas descansem, nunca vão estar com as energias totalmente carregadas.
Mulher sofrendo de cansaço emocional

Se você tem a maioria destes sintomas, é bem provável que esteja sofrendo de algum tipo de cansaço emocional. No entanto, por que ele aparece? O que nos leva a chegar a esse estado tão problemático?

Por que esse problema aparece?

Segundo as últimas pesquisas, o cansaço emocional ocorre devido a uma preocupação excessiva e constante. Neste sentido, estaria bastante relacionado com a síndrome de burnout. Ambas seriam formas especializadas de estresse, presentes quando vamos alternando uma preocupação com outra.

Desse modo, é comum que o cansaço emocional apareça quando vamos ficando obcecados com nossas metas, e nos castigamos severamente quando detectamos erros. Neste sentido, trata-se de algo totalmente contraproducente. Ao nos torturarmos dessa forma, nos afligimos e demoramos cada vez mais para conseguir aquilo que nos propomos.

Conselhos para combater o cansaço emocional

Se você reconhece os sintomas deste problema, a seguir vai encontrar vários conselhos para conseguir lutar contra ele.

1. Dê-se permissão para relaxar

Sem dúvida, o mais importante que você pode fazer para evitar o cansaço emocional é conseguir um pouco de calma. Não importa quantas coisas tenha que fazer; diariamente, você deveria ter pelo menos meia hora para relaxar, escolhendo fazer algo da sua preferência neste momento.

Por outro lado, se você demora muito para se desconectar, pode ser útil praticar uma atividade como a meditação. Fazer isso vai aumentar a sua capacidade de controle mental e a sua habilidade para controlar as emoções. No nível mais cognitivo, também é uma boa maneira de ganhar agilidade mental.

2. Evite a superestimulação

Vivemos em um mundo superconectado/superestimulado. Nossa mente recebe, sem pausa, uma grande quantidade de informação sensorial. Desse modo, é praticamente impossível não desviar a atenção, e ela acaba se acostumando com esse ritmo que impõe um intercâmbio constante de um estímulo a outro. Por isso, cada vez temos mais dificuldade de concentração.

Se você quer combater o cansaço emocional, concentre-se para que o entorno não distraia a sua atenção. Se você está trabalhando, desligue todas as notificações do celular e evite que elas distraiam os seus colegas. Ao contrário, quando você estiver relaxado, esqueça o trabalho. Cada atividade tem o seu momento, e é importante que você não as misture.

Homem relaxado após um dia de trabalho

3. Seja realista

Uma das coisas que mais pode causar ansiedade é impor objetivos muito exigentes, mais do que aqueles que nós realmente podemos alcançar. Quando temos muitas coisas para fazer, ficamos aflitos e tentamos fazer muitas atividades ao mesmo tempo. Paradoxalmente, isso costuma prejudicar a nossa capacidade produtiva em vez de melhorá-la.

Por isso, é fundamental que você se conheça bem. Se você nota que não pode fazer tudo aquilo que tinha pensado, não se preocupe; priorize e termine aquilo que é mais importante. No final das contas, preocupar-se não vai fazer você ser mais rápido, e sim o contrário.

Resumindo: o cansaço emocional é algo que pode afetar a todos, mas podemos lutar contra ele. Se você acredita que ele está afetando a sua vida, experimente aplicar estes conselhos no seu dia a dia para transformá-lo em algo do passado.