Como entender um adolescente

· maio 30, 2016

O poeta John Ciardi dizia: “Você não precisa sofrer para ser um poeta; a adolescência já é sofrimento suficiente para qualquer pessoa.” Embora seja verdade que um adolescente pode sentir-se profundamente incompreendido, essa fase não precisa ser tão trágica. De acordo com estudos realizados em outras culturas, os conflitos da adolescência são um produto de um conjunto de fatores culturais.

O psicólogo e pedagogo G. Stanley Hall acreditava que “a adolescência é um novo nascimento, já que com ela nascem as características humanas mais completas”. É uma afirmação radical, pois é uma etapa desconhecida que se apresenta para a criança, onde tudo é novo. É uma busca em direção a si mesmo, como um ser único e individual.

Tanto o conhecimento popular quanto os círculos intelectuais entendem que a adolescência é um período de muitas mudanças em um pequeno espaço de tempo, e as crianças são muito pressionadas pelos colegas e pelos familiares.

O que podemos fazer para ajudá-los nesta fase? Como podemos integrar essas mudanças sem causar traumas?

Entenda um adolescente

Entender um adolescente não é fácil; é preciso esforço e paciência dos adultos. Os adolescentes mudam muito em relação à infância: aquela criança doce e compreensiva se transforma numa pessoa distante e rebelde; e os pais ficam sem saber o que fazer.

No entanto, existem algumas chaves que podem ajudar os pais a entenderem as verdadeiras necessidades do adolescente e as mudanças repentinas que ocorrem em sua psique.

A empatia

A empatia é necessária em todos os setores da vida, especialmente para compreender a adolescência. É preciso se colocar no lugar do outro e compreender seus sentimentos e processos mentais.

Todos nós já fomos adolescentes e já passamos por essa fase, então, analise quais eram os seus sentimentos, pensamentos, anseios e tristezas. Mas tenha cuidado! O passado pode nos ajudar, mas temos que analisar a situação conforme as circunstâncias atuais. O tempo passou e muitas coisas mudaram.

mãe-falando-com-sua-filha-adolescente

Por exemplo, não podemos dizer que os adolescentes não precisam de um celular só porque não tivemos um na nossa adolescência. Não podemos agir dessa forma, já que a nossa adolescência foi diferente da adolescência atual. Se queremos entender o adolescente atual, precisamos de um esforço que vai além das nossas recordações.

Necessidade de aceitação social

O adolescente começa a viver uma nova etapa da sua vida e precisa de mais independência e autonomia. A aceitação social e a forma como são vistos pelos outros são aspectos muito importantes para eles.

Minimizar essa importância é um grave erro que o adulto não deve cometer, porque o cérebro e a experiência de vida do adolescente ainda não estão completamente desenvolvidos.

grupo-adolescente

Entenda que um problema que para você é uma partícula de poeira para eles é uma torre de pedra. Utilize a empatia e reconheça o seu sofrimento, a sua necessidade de independência e a resolução dos problemas conforme a sua capacidade. Apoie as crianças ou elas se afastarão de você.

“Aos quatorze anos não precisamos de uma doença ou morte para acreditar em uma tragédia”

-Jessamyn West-

Rebeldia

Muitas pessoas acreditam que adolescência é sinônimo de rebeldia, mas isso não é verdade. É simplesmente uma fase em que os jovens precisam de independência, novos horizontes, um certo distanciamento dos seus pais para encontrarem o seu caminho. Se lhes negarmos isso, eles se rebelam.

Não se esqueça de que o jovem começa a pensar de forma mais racional e abstrata. Seu corpo está mudando, e com isso o seu cérebro e a sua maneira de ver o mundo também. Eles precisam se impor, deixar o conforto do controle dos pais e encontrar o seu próprio código de ética.

É preciso entender que é uma fase complicada para tentar dominar o adolescente. É normal que discutam, que falem sobre os seus pontos de vista, equivocados ou não, e que discordem. Se não aceitarmos isso como algo natural e lógico, não conseguiremos dialogar e nem compreender as crianças nesta fase.

menina-adolescente-sofrendo

Eu quero entender um adolescente

Se você quer entender um adolescente, tem uma tarefa árdua pela frente. É aconselhável dialogar muito, dar-lhe espaço, entender que ele não é mais “o seu bebê”, ser realista em seus objetivos, fornecer informações úteis e estar atento a possíveis problemas, como a falta de objetivos, mudanças drásticas, baixo rendimento escolar e mudança radical de amigos.

“A adolescência é uma combinação da infância e da idade adulta”

-Louise J. Kaplan-

Entenda que um adolescente só é complexo se não lhe dermos a atenção devida. Com informação adequada, atitude empática e compreensiva, tudo correrá bem. Não se esqueça de que essa criança foi criada e educada por nós, por isso, ajudá-la a encontrar o seu lugar no mundo é mais fácil do que parece.