Como ser você mesmo? - A Mente é Maravilhosa

Como ser você mesmo?

julho 3, 2016 em Psicologia 0 Compartilhados

O que é ser você mesmo? Podemos dizer que agir naturalmente e ser espontâneo é ser você mesmo. É ser como somos quando estamos sem medo, sozinhos ou com pessoas nas quais confiamos muito.

Não são só os medos que diminuem a autenticidade das pessoas. Muitas vezes, por diferentes razões, não vivemos de acordo com o que realmente somos, com os nossos valores, habilidades e visão de vida. Há muitos fatores que podem nos influenciar e nos afastar de nós mesmos, tais como tradições, falta de autoconhecimento ou simplesmente fazer as coisas para agradar os outros.

É essencial parar para refletir se estamos vivendo a nossa verdadeira essência ou se criamos um personagem que acreditamos ser melhor do que realmente somos.

Todos nós já vivemos um personagem em algum momento da vida, mas é impossível ser feliz se você não viver o seu verdadeiro “eu”.
Compartilhar

Ser você mesmo através do autoconhecimento

Precisamos nos conhecer para viver a nossa verdadeira essência. Para isso, devemos refletir sobre três pontos principais:

1- Quais são as coisas que eu faço bem? Quais são as minhas habilidades? Conhecendo seus pontos fortes, você poderá direcionar o seu caminho em direção ao sucesso e bem-estar.

2- Quais são os meus valores? O que é mais importante na vida? O que eu quero para a minha vida? Não deixe que o acaso conduza a sua vida. Faça as suas escolhas; viveremos uma vida mais plena se escolhermos o que realmente queremos.

3- O que me motiva? O que me faz feliz? Para percebermos o que mais gostamos, talvez seja necessário voltarmos à infância e reencontrarmos aquelas atividades que nos faziam tão felizes.

Através do autoconhecimento teremos mais ferramentas para sermos nós mesmos, mas muitas vezes a falta de naturalidade é causada por outros fatores.

Os inimigos da naturalidade

1- Querer mostrar uma versão melhorada de si mesmo. Quando queremos mostrar a melhor imagem possível e nos preocupamos excessivamente em agradar, provavelmente acontece o oposto. Não conseguimos ser naturais porque nos sentimos pressionados.

A naturalidade depende da aceitação pessoal. Somos únicos e todos temos coisas boas e ruins. O que é mais importante, parecer bem ou estar feliz? O que vamos ganhar se mostrarmos uma imagem que não é real? Os outros podem ter uma boa impressão, mas no nosso interior estamos insatisfeitos por não mostrarmos a nossa verdadeira essência.

Não coloque uma máscara para agradar o outro, mostre-se como realmente é; o mais importante é o seu bem-estar.

2- Pensamento focado na imagem que queremos mostrar. Se a nossa atenção está focada em nós mesmos, nos sentiremos inseguros e não conseguiremos ser naturais. Estamos preocupados com o que o outro pensará sobre nós.

A naturalidade acontece quando não estamos focados na imagem que queremos passar, e sim quando a prioridade é se divertir e não se preocupar se estamos certos ou errados.

3- Nervosismo: A tensão também destrói a naturalidade e pode ter várias causas, mas o mais comum é mostrar uma boa imagem por medo de rejeição. Quando a pessoa se aceita como é, não se preocupa com a opinião alheia e a sua prioridade é desfrutar o momento. É quando ela é mais autêntica e espontânea, porque dessa maneira conseguiu eliminar o medo.

Recomendados para você