Como superar o medo de ser criticado

· junho 20, 2018

Você já recebeu críticas difíceis de enfrentar alguma vez? Como se sentiu? Talvez você não consiga superar o medo de ser criticado devido a um episódio parecido. Ser criticado não é algo agradável para ninguém, especialmente quando a crítica é destrutiva.

Existem diferentes tipos de críticas, e nem todas são negativas. Existem críticas construtivas que nos ajudam a melhorar em diferentes aspectos, mas até estes tipos de críticas podem não ser agradáveis, ou nos surpreender em um momento em que não estamos realmente receptivos.

Superar o medo de ser criticado

Na maioria das vezes, quando recebemos uma crítica, a tratamos como um ataque pessoal. Algumas pessoas a interpretam como um comentário doloroso, vergonhoso. Isso nos faz sentir feridos ou ficar na defensiva.

Alguma vez já paramos para pensar no objetivo dessa pessoa ao dizer isso? Se, ao receber uma crítica, não paramos para pensar em por que essa pessoa está tão brava, e até que ponto ela tem razão, nós vamos ficar na defensiva. Não vamos tirar nenhum proveito disso.

Apoio emocional

Ao ficarmos calmos e esclarecermos a questão, talvez vejamos que podemos modificar algo do nosso comportamento que não foi muito adequado. Então, a crítica vai nos ajudar a aprender e manter uma boa relação com essa pessoa. Assim, este será um passo para superar o medo de ser criticado.

Por outro lado, também pode acontecer dessa pessoa estar errada e ter um ponto de vista do qual nós não compartilhamos. Se não expressarmos isso de uma maneira assertiva, podemos acabar cedendo em tudo por medo da crítica. Então, estaremos potencializando a manipulação por parte da outra pessoa, e também os nossos sentimentos de baixa autoestima.

Aceitar as críticas adequadamente é vantajoso

O primeiro passo para superar o medo de ser criticado é, precisamente, aprender a ser criticado. Isto se consegue, em primeiro lugar, aprendendo a reagir com calma diante de uma crítica. As vantagens de reagir com calma diante de uma crítica são as seguintes:

  • Aprender a controlar as emoções negativas.
  • Não se sentir atacado.
  • Aprender a separar a crítica da autoestima. Uma crítica é apenas uma opinião.
Homem angustiado

Quando estamos tranquilos e reagimos com calma diante das críticas, nós podemos recebê-las melhor. As vantagens são muitas:

  • Podemos avaliar se a crítica é boa ou se ela tem uma intenção de manipulação.
  • Se ela é boa, podemos aprender com ela e não deteriorar a relação com essa pessoa.
  • Se ela é boa, mas a pessoa não soube como fazê-la, podemos compreender e mostrar a maneira adequada de dizer as coisas.
  • A crítica poderia ser uma tentativa de manipulação. Neste caso, frustraremos a pessoa ao estar tranquilos e relaxados.
  • Ao não reagir com raiva, não mostramos os nossos pontos fracos, sensíveis.
  • Nós nos reafirmamos, pois somos os últimos juízes do nosso comportamento. Se erramos, corrigir é coisa de sábios. Quando não erramos, calmamente nos reafirmamos com nossa postura. Se a outra pessoa continua, não vamos começar uma briga.
  • Nós nos permitimos sair vencedores de uma situação que, na maioria das vezes, se transformaria em algo muito desagradável.

Quais pensamentos negativos interferem no enfrentamento das críticas?

Existem diversos pensamentos que não ajudam em nada na hora de enfrentar as críticas. Se modificarmos esses pensamentos, começaremos a deixar de ter medo das críticas.

Pensamentos sobre si mesmo

“Já fiz uma burrada, que droga! Que vergonha, pisei na bola!”. Quando eu penso assim, tenho a crença de que sempre devo ser competente e de que, quando erro, não tenho nenhum valor.

Neste caso, o pensamento racional seria o seguinte: “Eu fiz alguma coisa errada? Bom, primeiro vamos ver se eu realmente errei. Se for o caso, eu tenho direito de errarComo um erro vai me transformar em uma pessoa que não tem valor? Só me transforma no que eu sou: um ser humano”.

Mulher estressada

Pensamentos sobre a situação

“Que situação incômoda, humilhante. Não aguento mais, tenho que ir embora”. A crença que existe por trás desta afirmação é de que as coisas devem ser sempre fáceis e confortáveis. Devem acontecer como eu quero. O pensamento racional seria o seguinte: “A situação é incômoda, mas o que é melhor: fugir ou enfrentar as situações? É uma situação incômoda, mas escute-a, você pode aprender com ela”.

Pensamentos sobre o outro

“Ele está me ridicularizando, quer me fazer passar vergonha, ele faz isso para me agredir, ele adora mostrar os meus defeitos”. A crença por trás destes pensamentos é de que existe gente ruim que merece ser castigada. Os outros sempre devem ser amáveis e proporcionar o que eu preciso. Se não for assim, eles não valem nada.

Este pensamento pode ser modificado por outro mais racional. Você poderia dizer, por exemplo: “Como posso saber a sua intenção? Não posso ler o pensamento dos outros. E se ele estiver fazendo isso só para me provocar? Paciência; nós, humanos, não somos tão bons quanto gostaríamos. Eu também não sou perfeito”.

Como vemos, é possível superar o medo de ser criticado. Para isso, primeiro devemos aceitar que as pessoas nos critiquem e reagir com calma. Depois, devemos mudar certos pensamentos que nós temos sobre as críticas.