4 decisões que você não deve tomar em um mau momento

4 decisões que você não deve tomar em um mau momento

abril 19, 2016 em Psicologia 531 Compartilhados
Mulher lidando com um mau momento

Os maus momentos são necessários para encontrar a felicidade, analisar as nossas ações e crescer. Embora você goste de pensar que o melhor são aqueles dias cheios de risos e alegria, os que te fazem ser você mesmo são os menos agradáveis. Um mau momento pode nos ajudar a seguir em frente.

Algo que é crucial em um mau momento são as decisões que nós tomamos. O mais básico é como você enfrenta o que acontece: com otimismo ou com repúdio. A partir daí surgem muitos caminhos.

Desta vez queremos falar das decisões que você não deve tomar em um mau momento. Por mais difícil que possa parecer, em algumas ocasiões é melhor manter a calma e esperar que a situação mude. Se não fizer isso, você pode se arrepender por ter feito uma má escolha.

1. Terminar relações

Mentiras e situações complexas podem fazer com que você acredite que a melhor decisão para esse mau momento é terminar a relação. Antes de dar por concluída uma amizade ou uma relação amorosa, tire um tempo para pensar no que está acontecendo.

O que poderia parecer tão grave em um primeiro momento, logo pode parecer uma besteira. Até mesmo eventos como discussões e decepções podem ter uma solução se você esperar algum tempo. A nossa recomendação é que você evite qualquer coisa que magoe o outro.

Tire algumas horas ou um dia para pensar na situação. Quando você estiver calmo, poderá regressar e conversar sobre o que aconteceu. As discussões são comuns tanto em relações de amizade como de casais.

2. Magoar a outra pessoa de propósito

Casal abraçado feliz

Todos sabem que, no meio de uma discussão ou em um mau momento, podem surgir comentários hostis. Isso é compreensível e, embora possam ferir, também é possível seguir em frente. Mas você terá um problema se fizer comentários que magoam de propósito. Não vale a pena trazer à tona brigas anteriores, fazer comparações ou dizer coisas que você sabe que irão afetar a outra pessoa.

Em um primeiro momento, você pode até pensar que desse modo irá ter uma vantagem, mas você só está perdendo a confiança da outra pessoa. Lembre-se de que o outro lado também é uma pessoa que não merece ser ferida. No pior dos casos, você pode acabar perdendo as pessoas que ama.

3. Deixar seu emprego

Quando você passa por um mau momento, não se deve deixar levar pelas emoções. Talvez agora você pense que o seu emprego é tudo o que você não quer. Mas realmente é assim? Às vezes nos sentimos sobrecarregados pelo estresse e pelas pressões.

Tire um tempo para analisar a sua situação. É provável que você realmente não esteja onde quer, e então é melhor seguir para outra opção. Mas se você acredita que só está sendo sobrecarregado, considere antes disso tirar um descanso.

Se não é possível deixar seu emprego por completo ou tirar férias no momento, ao menos procure aproveitar o fim de semana. Descanse ou realize atividades que ajudem a esquecer as obrigações diárias.

4. Iniciar relações

Assim como você não deve terminar nenhuma relação quando está em um mau momento, também não deve iniciar nada. Refiro-me especificamente a aquelas que podem te afetar seriamente. Não é errado iniciar uma amizade, mas sim um noivado ou um casamento.

Você pode pensar que esse tipo de decisão dará estabilidade à sua vida. No entanto, para que a estabilidade seja real e duradoura, a relação deve ser baseada em sentimentos verdadeiros.

Se você começar uma relação acreditando que essa pessoa resolverá seus problemas, você só estará criando mais problemas. Lembre-se de que até mesmo as relações onde existem amor podem falhar quando existem outras deficiências. Esta situação é agravada nas relações “salva-vidas”.

Aprenda com o mau momento e siga em frente

Mulher com gorro e cachecol tomando uma taça de vinho

Um mau momento não é o final de nada, não nos condena e nem limita. Aprenda a ver as situações negativas pelo que elas são: parte da vida. Muitas vezes cometemos o erro de querer escapar de todo o mal, e no processo perdemos ensinamentos e momentos importantes.

Chore se for preciso, fique com raiva quando a situação merecer e fique longe do que for preciso para colocar suas ideias em ordem. Desta forma você vai processar melhor toda a informação, evitar decisões precipitadas e ter menos coisas das quais se arrepender.

Recomendados para você