Desejo a melhor versão da minha infância para as crianças

Desejo a melhor versão da minha infância para todas as crianças

abril 27, 2016 em Emoções 0 Compartilhados
A infância das crianças

Em épocas de férias ou Natal vivíamos como se fôssemos crianças, com uma energia fascinante que fazia com que nos sentíssemos felizes, não por recebermos um presente, mas sim pela aura de mistério e sonhos que fazia com que tudo fosse visto de forma diferente ao seu redor. A infância estava cheia de imaginação, sonhos e brincadeiras.

Se nos lembramos da infância dessa forma é porque pelo menos uma parte dela valeu a pena. Sonhamos com coisas que não eram totalmente verdade, mas às vezes é preciso imaginação nessa vida. As crianças sonham como loucas sem saber se vão se decepcionar logo à frente, porque ainda não sabem que quando a imaginação se desfaz, fica apenas a verdade… que, às vezes, é dura.

Eu não quero iludir as crianças que estão ao meu redor, simplesmente quero para elas a melhor versão da minha infância. Quero fazê-las sonhar, mas também quero explicar a elas que o arrependimento e o medo não devem guiar sua vida.

A infância é um tesouro irrecuperável. Uma época em que tudo parecia tão simples que acho, sem medo de errar, que é a autêntica vida dos seres humanos no mundo.
Compartilhar

A infância é brincar abrindo os sentidos

A infância é ir descobrindo e explorando através dos sentidos. Cada coisa que acontece ao redor de uma criança é motivo de curiosidade. Elas despertam para o mundo através de seus sentidos e é com eles que crescerão e viverão novas experiências.

Em muitas ocasiões, vi como muitas crianças tinham dúvidas sobre que presente pedir de Natal ou aniversário. Eu lhes daria um conselho: peça ajuda para encontrar um lugar secreto, pode ser algum lugar abandonado, inclusive aquele enorme terreno da escola, de uma casa ou de um parque. Um esconderijo que lhes permita se refugiar e explorar…

Também é preciso brincar de saltar poças, mesmo que se sujem. Se não fizerem isso quando crianças, quando adultos será muito mais difícil, e elas merecem essa sensação. Que convivam com um animal, quando crescerem se darão conta, relembrando às lágrimas, seu primeiro e valioso aprendizado emocional.

crianças

A questão é que, na infância, nos desenvolvemos através dos sentidos e não há melhor maneira de começar a fazê-lo do que por meio da brincadeira. A brincadeira supõe, para elas, uma porta aberta para a incerteza e a curiosidade, pois isso não se deve deixar de brincar.

Na infância constroem-se feridas que duram a vida inteira

Uma crítica construtiva pode ajudar uma criança a tirar o melhor de si, desenvolver potenciais competências e habilidades emocionais que estavam latentes, mas adormecidas. No entanto, uma crítica destrutiva, beirando o insulto ou uma chacota, pode acabar ficando gravada para sempre. E se acontecer na frente de outras pessoas, ganha mais força.

Eu jamais desejaria isso para uma criança. Uma criança precisa se sentir única e especial, cheia de amor, mas também de disciplina. Dar amor para as crianças nunca é uma forma de má criação. Contar-lhes histórias para fazer com que se sintam tão bem que pensem que estão vivendo o que sonham também não é perigoso…. Através da mágica atmosfera dos contos são ensinados valores, modos, ambições, superações, normas de convivência e o quão difíceis podem ser as relações humanas.

A infância deve estar cheia de beijos, abraços e carícias para ser boa

Não há nada que reconforte mais uma criança do que a atenção. Sentir que, na saída do colégio, virá alguém para buscar-lhes e que, além disso, se lembraram de trazer sua guloseima preferida, deixa as crianças entusiasmadas. Serem recebidas com um beijo, um sorriso ou um abraço já é perfeito para elas.

As crianças são viciadas em abraços, elas adoram! É a melhor forma de saberem que estão protegidas. Um abraço é a prova de que seu mundo é seguro, mesmo que, às vezes, estejam terrivelmente assustadas. Conceda abraços todas as vezes que você puder. Beije suas bochechas sem descanso quando fizerem algo corretamente. As crianças geram endorfinas pelas demonstrações de afeto contínuas que recebem, diminuindo sua frustração e, portanto, sua agressividade.

abraço

Na infância, deve-se sentir a disciplina, mas não o controle

Alguns pais ou tutores pensam que a disciplina é obtida através da autoridade, mas na verdade a autoridade precisa ser dada como relevo da autonomia das crianças, para fomentar sua independência, autocontrole e autoestima, algo que vai durar a vida toda.

Quando uma criança nota que lhe deram confiança, não quer traí-la. Essa confiança vai impulsionar sua autonomia, a descoberta e a validação de seus pontos de vista. Entenderá que chegará um momento em que a disciplina e a descoberta andam juntas, e ainda que tenha um “supervisor” que observa todos os seus passos, ele não lhe impedirá de correr riscos e cair, mesmo que sempre tenha alguém para levantá-la.

Acredito, sem nenhuma dúvida, que uma boa infância evita, no futuro, que nos quebremos em pedaços uma e outra vez, que tenhamos medo ou culpa. É por isso que desejo a melhor versão da minha infância para todas as crianças. Só uma geração criada assim poderá consertar os males deste mundo.

Créditos das imagens: Fairy Tales.

Recomendados para você