Como desenvolver uma personalidade mais atrativa e carismática

02 Novembro, 2020
O carisma é a capacidade de atrair, encantar e influenciar as pessoas que nos cercam de forma autêntica e espontânea. Você gostaria de potencializar um pouco mais estas dimensões em si mesmo? Nós explicaremos o segredo neste post.

É possível ter uma personalidade mais atrativa e carismática? Claramente ninguém pode dar um giro de 180° em sua forma de ser para se transformar em alguém completamente diferente. Entretanto, dimensões como o carisma e a habilidade de influenciar os demais podem ser treinadas e despertadas para agir como a luz de um farol para guiar e inspirar outras pessoas.

A recentemente falecida escritora P. D. James dizia que há pessoas com um encanto genuíno. E isso que tanto embeleza e chama a atenção tem um segredo: a autenticidade, o emergir diretamente do coração e sem falsidade alguma. Portanto, um dos segredos para desfrutar dessa “cola social”, desse detalhe que atrai olhares e inspira, é fazer uso da sinceridade.

O que é forçado cria distância. O que parte da falsidade é rapidamente percebido. De fato, as pessoas possuem um detector quase infalível para identificar o sorriso falso, a atitude ensaiada que busca atrair a atenção de forma declarada. Todos estes são pontos que devemos evitar caso desejemos desenvolver uma personalidade mais atrativa.

Porque as personalidades atrativas existem e têm pouco a ver com a beleza física. Na realidade, não há nada mais atraente que uma pessoa que confia em si mesma, que transmite positividade e uma simplicidade amável que permite às pessoas confiar desde o primeiro minuto. Vamos nos aprofundar um pouco mais nesse assunto.

Como ter uma personalidade mais atrativa

 Segredos para desenvolver uma personalidade mais atrativa e carismática

O que realmente é uma personalidade carismática? Esta é, certamente, a primeira pergunta que podemos fazer. Quando falamos de carisma, nos referimos basicamente a uma habilidade social.É a capacidade de atrair, impactar os demais e fazer isso de forma natural, mas com acerto (e encanto) suficiente para não deixar ninguém indiferente (nem perceber).

Algo assim nos permite, por exemplo, melhorar profissionalmente. Isso sem falar nas relações sociais, já que o carisma nos permite agregar à nossa personalidade aquele toque de entusiasmo positivo com o qual conversamos melhor com as pessoas. Desse modo, deixamos nos demais a impressão de emoções positivas que tanto melhoram a comunicação, o tratamento, o poder para chegar a acordos, etc.

Se nos perguntarmos se já nascemos sendo carismáticos ou se essa habilidade pode ser treinada, a resposta é clara: todos nós podemos aprender a ser carismáticos. As estratégias para desenvolver uma personalidade mais atrativa e carismática não são tão complexas nem desconhecidas.

Embora seja absolutamente verdade que, há mais de um século, o filósofo e psicólogo Max Weber descreveria o carisma como um dom sobrenatural, hoje essa ideia mudou. John Antonakis, da Universidade de Lausanne (Suíça), já investigava este tema há mais de uma década. Seu trabalho de pesquisa de 2011, Can Charisma Be Taught? Tests of Two Interventions, é uma das melhores referências.

Vamos descobrir agora quais áreas devemos trabalhar.

Entusiasmo e comunicação assertiva

As pessoas que amam o que fazem sempre atraem. De alguma forma, o entusiasmo se relaciona com essa ideia, com sentir paixão pela vida, pelas pessoas, por aquilo em que se acredita. Essa energia positiva envolta em motivação é um dos melhores segredos para desenvolver uma personalidade mais atrativa e carismática.

Ao entusiasmo adiciona-se outra competência primordial: a comunicação assertiva. Não estamos procurando aquela bondade excessiva que muitas vezes enjoa. Também não é necessário ser engraçado, abusar em excesso do humor e da piada para despertar sorrisos nos demais. O que queremos é demonstrar carisma e o carisma contém, em si, segurança pessoal.

É por isso que devemos desenvolver uma comunicação assertiva adequada: falar com segurança, respeito e sabendo defender os próprios direitos.

Confiança em si mesmo (mas combinada com simplicidade)

Às vezes, a confiança excessiva em si mesmo pode ser interpretada pelos outros como um traço característico de soberba. É preciso dominar muito bem esta dimensão para não cair no excesso ou no narcisismo.

A finalidade é desenvolver uma personalidade mais atrativa e carismática, mas a partir de um ponto de vista saudável, respeitoso e sempre humilde. É assim que se alcança o verdadeiro encanto: com autoconfiança e simplicidade.

Saber escutar e saber olhar

A personalidade atrativa e carismática não se distingue apenas por seus dotes comunicativos. Algo que a define é saber escutar e compreender a arte do olhar. O que queremos dizer com isso?

  • Quem sabe escutar faz seu interlocutor se sentir confortável. Também consegue fazer com que esta pessoa se sinta validada, aceita e com a sensação de que aquilo que ela está dizendo é importante e interessante.
  • Por outro lado, é essencial manter sempre o contato visual. E não somente isso. Devemos tentar “sorrir” com o olhar.

Para desenvolver uma personalidade mais atrativa e mais carismática, é preciso ter inteligência emocional

A personalidade atrativa, que marca e não é esquecida, é mestre em inteligência emocional. É assim porque, em primeiro lugar, sabe regular bem seu humor para mostrar serenidade, positivismo e uma atitude de proximidade. Nada disso seria possível se a pessoa ficasse presa em suas frustrações, ansiedades e medos.

Por outro lado, a pessoa carismática é uma grande entendedora de três componentes específicos da inteligência emocional: a empatia, as habilidades sociais e a conexão. Para deixar sua marca em alguém, é preciso chegar até seu coração, e é para isso que a comunicação empática, o saber reconhecer as emoções no outro e a capacidade de transmitir confiança servem.

Mulher segura e autoconfiante

Não tema mostrar sua vulnerabilidade

As pessoas que se esforçam em se mostrar fortes, resistentes e tremendamente eficazes não costumam despertar muita proximidade. Quem busca ser invulnerável se afasta do que é próprio do ser humano, que são nossas essências e emoções. Portanto, para desenvolver uma personalidade mais atrativa e carismática não devemos ter medo de mostrar a nossa vulnerabilidade.

Isso nos faz ser mais autênticos. Não é necessário aparentar ser algo que não somos. Por um lado fica o medo de errar, de cair e fracassar. A pessoa carismática é isso e muito mais. É alguém que faz da sua humanidade seu padrão e o reveste de encanto, de proximidade e de uma atitude sempre positiva.

Não é tão difícil treinar e despertar essa habilidade social. Está dentro do alcance de todos tentar criar um impacto naqueles que nos cercam para deixar uma marca em seu coração.

  • Antonakis, J. (2017). Charisma and the “New Leadership”. In J. Antonakis & D. V. Day (Eds.), The nature of leadership(3rd ed., pp. 56-81). Thousand Oaks: Sage Publications.
  • Antonakis, J., d’Adda, G., Weber, R. A., & Zehnder, C. (2015). Just words? Just speeches? On the economic value of charismatic leadership. NBER Reporter, 4.
  • Antonakis, J., Fenley, M., & Liechti, S. (2011). Can Charisma Be Taught? Tests of Two Interventions. The Academy of Management Learning and Education, 10(3), 374-396.