O efeito Shinkansen

· agosto 20, 2018

O efeito Shinkansen, cujo nome vem do famoso “trem bala” japonês, é um método para controlar e resolver qualquer tipo de crise, seja do tipo empresarial, profissional, sentimental ou espiritual.

Os japoneses desenvolveram o primeiro trem bala da história em meados do século XX, depois de perder a Segunda Guerra Mundial e enfrentar um período de crise. A nação apostou em uma transformação social e empresarial que os levou a uma nova mentalidade, conhecida como o “milagre japonês”. Esta situação trouxe um crescimento econômico incrível, especialmente entre os anos 60 e 80.

O trem bala japonês

A revolução japonesa e os inícios do efeito Shinkansen

Apesar da revolução empresarial do Japão ter começado a ser realizada depois da Segunda Guerra Mundial, somente no início dos anos 90 o mundo começou a perceber o fenômeno e o batizou de “efeito Shinkansen”.

Na verdade, no ano de 1993 Jack Welch, o antigo líder da companhia norte-americana General Electric, percebeu esse fenômeno. Na época, a sua empresa passava por um momento de crise, e seus funcionários se limitavam a exercer a lei do mínimo esforço. Por isso, depois de conhecer Eiji Mikawa, o responsável pela unidade da General Electric em Tóquio, ele começou a aplicar esses novos métodos.

A unidade japonesa obtinha resultados muito melhores do que a empresa matriz, e isso acontecia devido à mentalidade de sacrifício e capacidade de mudança que os empregados japoneses mantinham em todo o país.

O diretor japonês explicou ao seu colega norte-americano como o país passou por importantes mudanças de mentalidade nos anos 60, quando o governo japonês quis melhorar sua rede de trens para os Jogos Olímpicos de Tóquio no ano de 1964.

Neste sentido, Mikawa explicou como, se você quer que um trem aumente sua velocidade máxima em 10 km/h, bastará adicionar mais cavalos de potência ao motor. No entanto, se quer que ele passe de 150 km/h para 300 km/h, deverá ter um raciocínio completamente diferente. Muito além da sua aplicação no desenvolvimento do trem bala, essa mudança de mentalidade conseguiu ser aplicada em várias situações em todo o país.

A revolução japonesa com o efeito Shinkansen

Como já mencionamos, o efeito Shinkansen tem as suas origens na revolução empresarial pela qual o Japão passou em meados do século XX. Graças a esta nova mentalidade, a nação conseguiu desenvolver o primeiro trem bala, um dos maiores avanços em matéria de transporte ocorridos ao longo do século XX.

Ao longo de nossas vidas, passamos por várias mudanças pessoais. Algumas delas supõem pequenas melhoras, ou ajudam a nos desfazer de maus hábitos. Outras, inclusive, permitem que passemos por transformações tão radicais que, praticamente, começamos uma vida nova.

Abrir a porta para novas possibilidades

Portanto, a partir do efeito Shinkansen, nós podemos aprender como, para conseguir pequenas melhoras de vida, podemos nos limitar a pequenas mudanças. No entanto, se queremos uma transformação mais radical, somos obrigados a mudar tudo, do começo ao fim. Algo fácil de dizer, mas não tão simples de fazer, já que as relutâncias para mudar algo que já produz algum rendimento, ainda que este não seja suficiente, podem ser muitas.

Como exemplo, podemos aplicar o efeito Shinkansen em um casal que, depois de inúmeros problemas e discussões, percebe que os dois integrantes não são mais capazes de se entender. Talvez este seja o momento de passarem a uma etapa completamente diferente da relação, fazer novos planos, modificar alguns projetos e abandonar outros.

Também pode ser aplicado em algum ponto de uma carreira profissional, ou depois de um grave problema de saúde. Nestes momentos, pode ser necessário reconsiderar as nossas rotinas e tentar aplicar mudanças a partir de zero, para começar a viver de um modo radicalmente diferente.

Como aplicar o efeito Shinkansen?

A aplicação dessa mudança de mentalidade pode ser difícil, mas não é impossível. Para começar, o objetivo será localizar a área da vida que requer uma mudança de mentalidade. Depois disso, nós temos que abordar esse problema e tomar consciência de quais hábitos precisam de uma revolução para testar uma nova solução.

Por último, sempre é conveniente buscar apoio em outras pessoas que já tenham passado por uma situação parecida, além de amigos e familiares, para que eles apoiem as nossas decisões. Desse modo, conseguiremos realizar uma mudança radical de vida, deixando para trás algum problema grave e passando a uma nova etapa, como em uma espécie de renascimento.