Emocionário: um livro maravilhoso de educação emocional

· agosto 23, 2018

O nosso desenvolvimento emocional determina, em grande parte, quem iremos nos tornar. Lidar corretamente com as nossas emoções nos faz mais inteligentes, mas para fazer isso, precisamos que alguém nos ensine. Neste sentido, uma das ferramentas mais inovadoras em matéria de didática emocional é o Emocionário.

Este livro espanhol foi pensado para crianças (e adultos) como uma ferramenta didática que pode ajudar a definir o que sentem, suas causas e sua influência de forma que, além de se conhecerem, tenham menos dificuldades para se mostrar empáticos. Pense que saber o que os outros sentem não só nos torna compassivos, mas também nos faz mais inteligentes.

“Conhecer a si mesmo é o começo de toda a sabedoria”.
-Aristóteles-

O que é a inteligência emocional?

A inteligência emocional é definida c0mo a capacidade de identificar e gerir as emoções, aproveitando sua mensagem e direcionando sua energia de maneira produtiva. Falamos de uma habilidade que marca a nossa vida social, mas também outros campos igualmente interessantes, como os diálogos que mantemos com nós mesmos ou os pensamentos que alimentamos.

A inteligência emocional

A inteligência emocional não faz parte da psicologia tradicional, e sua história como conceito é relativamente nova. Não faz parte dos testes de inteligência convencionais e esta é uma das razões pelas quais, para alguns, o quociente intelectual (QI) é obsoleto. Os testes que medem o QI geralmente envolvem outros tipos de inteligência, mais analíticos e lógicos. No entanto, ter desenvolvido essas inteligências não nos torna mais capazes de controlar as nossas emoções.

Assim, ferramentas que ajudem a aumentar o interesse pela inteligência emocional são incrivelmente bem-vindas. Entre elas, encontra-se o Emocionário.

O que é o Emocionário?

Trata-se de um livro em forma de dicionário em que encontramos 42 entradas, uma por emoção:

Amor Ternura Ódio Ira Irritação Tensão
Alívio Serenidade Felicidade Alegria Tristeza Compaixão
Remorso Culpa Vergonha Insegurança Timidez Confusão
Medo Espanto Nojo Hostilidade Aceitação Incompreensão
Desamparo Solidão Nostalgia Melancolia Tédio Excitação
Entusiasmo Euforia Desalento Decepção Frustração Admiração
Inveja Desejo Satisfação Orgulho Prazer  Gratidão

No dicionário, cada entrada conta com uma imagem criativa representativa da emoção e com uma breve descrição das características da mesma. Da mesma forma, encontramos um ponto adicional relacionado, sejam as causas, as consequências, ou outros aspectos dessa emoção em relação com a emoção que a segue.

O livro faz parte de um projeto espanhol chamado Di lo que sientes, que é responsável, em suas próprias palavras, por “explorar a dimensão emocional da criança em particular e de qualquer pessoa em geral”. O Emocionário é um de seus passos: o projeto também conta com um Diário da Gratidão, folhas de atividades, guia de exploração de leitura, oficina de emoções e ideias para explorar as imagens do Emocionário.

A maior parte dos recursos relacionados com o projeto (ou itinerário, como preferir chamá-lo) está disponível no site da editora Palabras Aladas.

Como se usa o Emocionário?

É um livro perfeito para crianças a partir dos 6 anos, quando começam a experimentar emoções mais complexas. Não é especialmente útil nas etapas anteriores, já que o conteúdo do livro seria um pouco complexo. No entanto, se houver tempo e recursos, é perfeitamente adaptável se quisermos introduzi-los antes.

O Emocionário se apresenta como uma ferramenta didática para pais e docentes. É útil em casa, já que reforça o vínculo entre o filho e seus pais através da compreensão emocional e da comunicação. Também é útil na escola, já que os materiais adicionais podem suscitar dúvidas e promover a troca de ideias em sala de aula.

Por que é uma ferramenta imprescindível?

Quer sejamos pais, docentes ou simplesmente adultos em contato com crianças, Emocionário é uma ferramenta muito útil. Em casa, o livro pode ser lido à noite, de forma guiada (o que beneficia o vínculo entre pais e filhos) ou de forma individual (o que estimula a inteligência interpessoal).

Crianças aprendendo a gerenciar as emoções

Na escola, é possível colocar em prática inúmeros materiais adicionais ao livro: de forma gratuita, temos acesso a fichas classificadas em diferentes níveis de educação (jardim de infância, ensino primário e secundário). Essas fichas contêm desenhos para colorir relacionados com as diferentes emoções, perguntas simples, encenação das emoções, identificação das mesmas através de desenhos ou situações…

Também temos acesso ao material completo para “ajudar as crianças a identificar suas emoções e a expressá-las utilizando as palavras adequadas”, segundo o documento.

Para terminar, queremos enfatizar que a inteligência emocional é uma das habilidades que nos auxiliam a desenvolver os nossos relacionamentos e a nós mesmos. Assim, o Emocionário é uma grande ajuda nesse sentido: ele valoriza as emoções e as aproxima das crianças.