Tenha sempre alguma esperança que ilumine a sua vida

Tenha sempre alguma esperança que ilumine a sua vida

13, fevereiro 2017 em Psicologia 0 Compartilhados
esperança

A energia é o motor de qualquer vida e não há causa maior que a esperança para provocar efeitos grandiosos em nossa energia. A esperança nos guia desde que somos pequenos e começamos a usar a nossa consciência para as pequenas coisas, dando impulso para chegar cada vez mais longe dos limites que nós mesmos acreditamos ter.

Por isso não podemos viver sem esperanças que se renovem constantemente e nos conduzam a nossos sonhos. Se você quiser ser uma atriz, adotar uma criança, montar uma empresa… não importa, apenas tente. Quem disse que não podemos tentar? A esperança que você colocar no seu sonho te levará mais perto da recompensa, e pode ser inclusive que faça você alcançá-la.

 “Nunca deixe que ninguém lhe diga que não pode fazer algo.

Nem mesmo eu, ok? Se tiver um sonho, deve protegê-lo.

As pessoas que não são capazes de fazer algo dirão que você também não pode.

Se quiser algo, vá atrás e pronto”

-Filme: À procura da felicidade–

Sinta o cheiro de cada esperança como se nunca tivesse sentido. Sinta o gosto como se fosse a primeira vez que tivesse provado algo assim. Aproveite como se fosse unicamente sua e mantenha-a grande: não deixe nunca que se apague, pois será a mais importante luz a iluminar o seu caminho.

As duas faces da esperança

Ter esperanças é completamente irracional, portanto comporta a adrenalina e o perigo ao mesmo tempo. Sobretudo porque, se as expectativas não se cumprem, provavelmente sentiremos que somos fracassados. Justamente por isso é que passamos a pensar que há pessoas muito esperançosas e que isso é negativo, uma vez que passam a maior parte do tempo sem colocar os pés no chão, e então quando caem tornam a queda bem mais dolorosa.

Cedo ou tarde todos passamos alguma vez por esse momento de fantasia pessoal em que a esperança se apodera de nossa mente e não nos deixa pensar com clareza: acabamos nos movendo a partir do coração, de modo que o risco de acertar ou falhar fica desequilibrado. Essa é a outra face da esperança: a razão perde o controle sobre nossas ações.

menina-robo

Minha maior esperança é continuar tendo esperanças

Mas, além desse lado negativo, não podemos levantar de manhã se não temos alguma esperança para enfrentar o dia: o corpo precisa dessa positividade e dessa força da alma para se manter de pé e conseguir perseguir as metas que delimitamos para nossa vida.

“Há algo que transforma nossa existência em um esplendor:

é a esperança de encontrar algo que valha a pena dobrando a esquina.”

-G. K. Chesterton-

Não é certo aquilo que dizem que “só o tonto vive de esperanças”, o que é verdade é que sem esperanças não se vive. Percebemos isso quanto estamos em um momento ruim de nossa vida e dizemos a nós mesmos: preciso acreditar em algo. Um trabalho nunca estará bem feito se não possuirmos vontade o suficiente, uma relação não funcionará sem esperança, não alcançaremos nada se não existir uma motivação verdadeira para conseguir.

menina-bailarina

Essa é realmente a razão pela qual não podemos negar nunca a esperança. O futuro fruto de motivações e objetivos é provável que nunca se cumpra totalmente, mas são essas as energias que nos conduzem até lá. Sem esperança o futuro é um presente indefinido e um caminho cansado, um monte de adversidades que não queremos enfrentar.

Perdi as esperanças… como as recupero?

Por vezes ocorre, tristemente, algo que nos atinge com tanta força que nossas motivações desaparecem por completo. Quando isso acontece, o estado de nossa alma pede aos gritos que a socorramos e criemos outra oportunidade. Mas, como fazer isso? Vejamos algumas formas:

  • Marquemos uma ordem e estabeleçamos prioridades: é muito difícil que consigamos encontrar de novo nossa motivação perdida para novas experiências se estamos em um presente completamente desorganizado. É muito benéfico, então, parar para pensar acerca do que tem de verdade a máxima importância para nós, e o que deveria ficar em um segundo plano.
  • Procuremos um especialista se for necessário: em alguns casos a desesperança é tão grande que não somos capazes de sair do buraco que estamos por nós mesmos, assim, será preciso recorrer a pessoas que querem e podem nos ajudar.

psicologo

  • Busquemos atividades que nos façam bem: há milhões de maneiras de investir nosso tempo e somos mais felizes quando o fazemos em coisas que nós gostamos. Ocupemos nossa mente naquilo que pode nos preencher, descubramos as atividades novas que nos agradam porque é provável que encontremos alguma que seja praticamente feita para nós.
  • As metas são melhores a curto prazo: os planos e sonhos vão sendo alcançados pouco a pouco. Praticamente ninguém conseguiu aquilo que tanto ansiava de uma vez só, em um único passo, mas sim caminhando devagar e reconhecendo os frutos das pequenas metas. Isso nos ajudará a ir ganhando força e autoestima por meio da superação pessoal.