6 formas de sabotagem do ego

O ego nos protege, mas também nos limita. Aprenda a identificar como ele impacta a sua vida para que você possa direcionar a sua influência a favor dos seus interesses.
6 formas de sabotagem do ego

Última atualização: 24 Outubro, 2021

Ao não obtermos os resultados que desejamos em alguma área de nossas vidas, tendemos a buscar culpados. Os outros, a situação social, o azar, a educação que recebemos, qualquer elemento externo pode nos servir. A verdade é que, embora esses aspectos nos influenciem, muitas vezes somos nós que colocamos pedras no caminho. Por isso, hoje queremos ajudá-lo a identificar algumas formas de sabotagem do ego.

A palavra ego pode ter significados diferentes. Na psicanálise, refere-se à parte consciente da personalidade que faz a mediação entre os instintos e os ideais. Em uma linguagem mais coloquial, é usado como sinônimo de orgulho ou autoestima excessiva. Neste artigo, vamos nos referir ao ego como a máscara que todos nós usamos e que, embora nos ajude a sobreviver, também nos limita.

O que é o ego?

Para entender melhor o significado que atribuímos ao ego hoje, considere o seguinte:

  • O ego é o que você pensa que é. Todos os rótulos que você carrega, seja porque foram atribuídos a você de fora, seja porque você mesmo os impõe ou aceita. O que você responderia se alguém perguntasse quem você é? Talvez você dissesse que é impaciente, sociável ou meticuloso. Todos esses atributos são o seu ego, o que você pensa que é, mas eles não são a sua essência, o que você realmente é.
  • É o impulso que o leva a agir por medo e não por amor. Quando você reage defensiva e automaticamente, quando você se limita ou se encolhe diante de uma oportunidade ou quando aceita algo com o que não concorda, é o ego que o move. Nestes casos, você não age para ganhar, mas para evitar perder.
  • Como já dissemos, esta é a máscara que você usa conforme se desenvolve no mundo. Aquela que você construiu como resultado das suas feridas de infância e experiências anteriores para sobreviver.
Mulher tirando máscara

Formas de sabotagem do ego

As definições acima podem ter ficado um pouco confusas para você. No entanto, quando começarmos a listar as formas de sabotagem do ego, você verá mais claramente o papel que ele desempenha. Estas são algumas das principais:

1. Constrói paredes ao seu redor

O ego o isola dos outros e o impede de se conectar emocionalmente. Por acreditar que ser vulnerável é ser fraco, isso o força a levantar paredes ao seu redor que o impedem de construir relacionamentos profundos e significativos.

Se você acha que deve se proteger dos outros, se defender e ficar em guarda, é provável que esteja se privando do afeto e do apoio de que todos precisamos.

2. Sobrecarrega você com tarefas e responsabilidades

Muitas pessoas sofrem de estresse e saturação diariamente, e se sentem oprimidas porque não conseguem delegar. Isso pode acontecer porque pensam que ninguém conseguirá realizar as tarefas com a mesma diligência e eficácia. Além disso, também pode acontecer por medo de não se sentirem mais necessárias.

Em qualquer caso, essas são armadilhas do ego. O mundo não entrará em colapso se você compartilhar responsabilidades. Quem realmente o ama o faz por quem você é, e não pelos problemas que você pode resolver.

3. Impede que você defina limites

O ego não envolve apenas orgulho, vaidade ou falsa autoestima. Pelo contrário, também pode se manifestar na forma de submissão. Quem tem dificuldade em estabelecer limites age com base no temor, por medo de ser rejeitado, por pensar que seu papel é agradar aos outros para conquistar seu carinho e um lugar em suas vidas.

Quando você se livra dessa defesa desnecessária, começa a usar o seu direito de dizer “não”.

4. Faz você se manter escondido

Você já sentiu que, sempre que interage com outras pessoas, usa uma máscara da qual não consegue se livrar? Você realmente se mostra como é ou interpreta o papel que considera necessário para se encaixar?

Rir de comentários sem graça, concordar com coisas que não fazem sentido para você ou fingir um estado emocional que não é o que você realmente sente são alguns dos sinais mais claros.

Se você tem medo de se mostrar como é o tempo todo, lembre-se de que essa é uma das maneiras por meio das quais o ego o sabota. Ao negar a si mesmo a permissão para ser autêntico, você está caminhando para a exaustão, pois fingir é extenuante. Além disso, você impede que outras pessoas o reconheçam em sintonia, e não em dissonância.

5. Faz você ficar estagnado

O ego funciona em sua plena capacidade quando temos a oportunidade de dar um salto de qualidade. Seja abandonando um vínculo que nos prejudica ou fazendo uma mudança para aproveitar uma oportunidade, nesses momentos a mente nos bombardeia com mensagens que nos desvalorizam.

“Você não pode”, “Não vale a pena”, “Não vai conseguir”, “Não se arrisque ou vai perder tudo”. É justamente aí que temos que ser firmes, nos distanciar e confiar no nosso potencial.

Seu ego procura mantê-lo seguro, mas não quer te fazer feliz. Portanto, a decisão é sua: enfrentá-lo e arriscar viver ou se contentar em continuar a sobreviver.

Mulher com pensamentos negativos

6. Traz à tona a sua pior versão

Por fim, lembre-se de que o preconceito, a inveja e a tendência a criticar são manifestações do ego. Eles surgem do medo do diferente, da sensação interna de falta e incapacidade.

Aqueles que agem por amor e autoconfiança geralmente não experimentam essas emoções, pois entendem que o sucesso dos outros não é incompatível com o seu; pelo contrário, pode ser inspirador.

Identificar e administrar estas formas de sabotagem do ego

Você se sentiu identificado com alguma das situações anteriores? Nesse caso, não se sinta culpado; isso é algo comum a todos os seres humanos.

O ego está presente em todos nós e o objetivo não é negar a sua existência ou tentar dissolvê-lo (isso não é possível). O objetivo deve ser aprender a identificá-lo e integrá-lo para que não nos limite. Quando você aprende a detectar a sua voz e os seus comandos, fica livre para ouvi-los ou seguir outro caminho.

Seguir o outro caminho pode ser assustador no início, mas traz uma enorme sensação de libertação a longo prazo. Esqueça quem você pensava que era e permita-se conhecer a si mesmo, trabalhe o medo e se abra às oportunidades. Você descobrirá que a sua grandeza é muito maior do que você imaginava.

Pode interessar a você...
Qual é a relação entre ego e budismo?
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Qual é a relação entre ego e budismo?

Você sabe qual é a relação entre ego e budismo? O budismo é uma das poucas correntes psicológicas e filosóficas que nega a existência inerente do e...