Frases de Eduardo Galeano

20 frases célebres de Eduardo Galeano

outubro 3, 2015 em Curiosidades 1 Compartilhados
Eduardo Galeano

O grande Eduardo Galeano nos deixou, mas ele, sem dúvida, não ficava indiferente a nada.

Este escritor uruguaio, autor de títulos internacionais como Memória do fogo (1986) e a As veias abertas da América Latina (1971), refletiu sobre o mundo, o amor, a religião, o futebol e tudo o que tem a ver com a atualidade.

Hoje, com o desejo de fazer uma homenagem a ele e à sua carreira, nós trazemos 21 frases célebres de Eduardo Galeano, que refletem o espírito do grande pensador que ele foi e do seu compromisso com o mundo.

1- O mundo está dividido principalmente entre indignos e indignados, e todos sabem de que lado querem ou podem estar.

2- Se eu caí, é porque eu estava andando. E andar vale a pena mesmo se caíres.

3- Lembre-se: do latim re-cordis, voltar através do coração…

4- Para não ser mudo, deve-se começar não sendo surdo.

5- Só os tolos acreditam que o silêncio é um vácuo. Não, nunca estamos no vácuo. E às vezes a melhor maneira de se comunicar é a silenciosa.

6- Agora a América é, para o mundo, nada mais do que os Estados Unidos: nós habitamos, no máximo, uma sub-América, uma América de segunda classe, de nebulosa identificação. É a América Latina, a região das veias abertas.

7- Se o clima fosse um banco já o teriam salvo.

8- Para mim, as únicas certezas dignas de fé são as que tomam café de dúvidas a cada manhã.

9- A chamada comunidade internacional existe? É mais do que um clube de banqueiros, comerciantes e guerreiros? É mais do que apenas o nome do palco onde os Estados Unidos se apresentam quando quando querem fazer teatro?

10- A caridade é humilhante porque é exercida na vertical e de cima para baixo; a solidariedade é horizontal e envolve o respeito mútuo.

11- O código moral do final do milênio não condena a injustiça, mas sim o fracasso.

Eduardo Galeano

12- Violência gera violência , como sabemos; mas também gera lucros para a indústria da violência, que a vende como um espetáculo e a converte em mercadoria.

13- Eu acho que nós nascemos filhos dos dias, porque cada dia tem uma história e nós somos as histórias que vivemos…

14- O amor pode ser provocado deixando cair um punhadinho de pó de “me ame”, como por descuido, no café ou na sopa ou na bebida. Pode ser provocado, mas não pode ser impedido. Não o impede nem a água benta, nem o pó de hóstia; tampouco o dente de alho, que nesse caso não serve para nada. O amor é surdo frente ao verbo divino e aos feitiços das bruxas. Não há decreto de governo que possa com ele, nem poção capaz de evitá-lo, embora as vivandeiras apregoem, nos mercados, infalíveis beberagens com garantia e tudo.

15- Pobres contra pobres, como de costume: a pobreza é um cobertor muito curto, e todo mundo puxa para o seu lado.

16- As paredes são a imprensa dos pobres.

17- A fome come o medo. O medo do silêncio atordoa as ruas. O medo ameaça: Se você amar, vai pegar aids. Se fumar, vai ter câncer. Se respirar, vai se contaminar. Se beber, vai sofrer um acidente. Se comer, vai ter colesterol. Se falar, vai perder o emprego. Se caminhar, vai ter violência. Se pensar, vai ter angústia. Se duvidar, vai ter loucura. Se sentir, vai ter solidão.

18- As crianças pobres são aquelas que mais sofrem com a contradição entre uma cultura que ensina a consumir e uma realidade que os proíbe.

19- A história é um profeta com o olhar voltado para trás: pelo que foi, e contra o que foi, anuncia o que será.

20- A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais a alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar.

Essas foram 20 frases célebres de Eduardo Galeano. Descanse em paz e obrigado pelo seu exemplo que tanto nos inspirou.

Recomendados para você