Isabel Allende - 5 frases inesquecíveis que vale a pena conhecer

5 frases inesquecíveis de Isabel Allende

março 7, 2018 em Emoções 167 Compartilhados
Isabel Allende

As frases de Isabel Allende são carregadas de paixão e compromisso, como seus livros e como ela mesma. São legados repletos de superação pessoal, amor e resistência férrea, o mesmo que aprendemos com suas personagens maravilhosas, como em ‘Eva Luna’ ou ‘A Casa dos Espíritos’.

Além do campo literário, o trabalho pessoal de Isabel Allende é igualmente notável. Esta reconhecida autora chilena é uma grande ativista social e uma das feministas mais inspiradoras da América Latina. Da mesma forma, devemos enfatizar também seu carisma como palestrante e comunicadora, umas das pessoas com uma mente muito clara e um coração literário dedicado a inspirar orientar e conscientizar.

Jornalista, narradora infatigável e sempre comprometida com a voz das mulheres, sem dúvida chama a atenção o tecido psicológico excepcional subjacente na maioria de suas obras. Quase sempre nos inclinamos em seus livros por simples curiosidade e acabamos comovidos em poucas páginas por sua humanidade sincera, onde o humor, a tragédia, a fantasia e a própria vida em toda a sua nudez nos abraçam por completo para nos deixar não apenas uma, mas dezenas de lições.

Nunca é demais recordar alguma dessas frases de Isabel Allende. Aquelas que nos levam de volta aos seus livros e, por sua vez, imprimem um aprendizado ou uma pincelada maravilhosa sobre a qual refletir.

As páginas de um livro

Frases de Isabel Allende

Isabel Allende possui uma grande variedade de livros publicados, os quais atingiram 65 milhões de cópias vendidas, traduzidas para mais de 30 idiomas. Cada um de nós terá nossos favoritos, mas cada um deles é valioso à sua maneira, duro em sua essência e inspirador por seus personagens, sempre tão humanos, tão mágicos, mas, por sua vez, próximos.

As frases de Isabel Allende que vamos analisar a seguir são excertos de sua bibliografia, pequenas amostras que nos convidam a uma reflexão.

1. A morte é o esquecimento

“A morte não existe, a gente só morre quando nos esquecem; se puder recordar-me, estarei sempre contigo”.
-Eva Luna-

Isabel Allende enfrentou a experiência da morte em mais de uma ocasião. Foi especialmente difícil, por exemplo, a perda de sua filha Paula. Dizer adeus não é fácil para ninguém, perder alguém que amamos é uma prova para a qual ninguém está preparado e, no entanto, passamos por isso, relutantemente, com raiva e dor imensa.

No entanto, além da dor em si, ainda temos uma breve respiração, uma luz a partir da qual mantemos viva a pessoa amada: nossa recordação. Esse impulso vital é o que nos conecta com quem já não está mais presente, permitindo que permaneça entre nós, na outra metade de nossos corações diariamente, a cada segundo para que, ao respirar, doa um pouco menos. Sempre, através da nossa imaginação e da nossa memória, temos a oportunidade de ressuscitar.

Mulher de cabelo comprido de costas

2. Inspiração e criatividade

“Você me explicou que da quietude nasce a inspiração, e do movimento surge a criatividade”.
-O Amante Japonês-

Esta é uma das frases mais belas de Isabel Allende, e também corretas, do livro “O Amante Japonês”. Nesta obra conhecemos a jovem Alma Velasco e o jardineiro japonês Ichimei, dois personagens muito bem perfilados com os quais mergulhamos em uma história interessante em um momento social muito concreto.

Assim, Ichimei nos adentra, com seu ofício e cultura, nesta arte tranquila e meditada que é a jardinagem, onde inspiração e criatividade, movimento e calma sempre andam de mãos dadas.

3. A felicidade é ter coragem

“Me arrependo das dietas, dos pratos deliciosos rejeitados pela vaidade, tanto quanto me arrependo das situações de fazer amor que deixei passar por me ocupar com tarefas pendentes ou pela virtude puritana”.
-Afrodite-

Viver com intensidade não é deixar passar os dias como alguém que passa as páginas de um livro uma a uma, sem aproveitar suas linhas, a história que nos conta. Existir é sentir, se atrever, pular as dietas, experimentar, correr na chuva sem medo de se molhar, amar sem medo de perder, e viver sem medo de que tudo termine amanhã. Afinal, o que realmente deve nos dar medo é uma vida não vivida.

Mulher com pó colorido

4. Nosso demônios

“Todos nós temos demônios nos cantos escuros da alma, mas se os levamos à luz, os demônios diminuem, enfraquecem, se calam e por fim nos deixam em paz”.
-A Ilha Debaixo do Mar-

Esta é outra das frases mais notáveis e inspiradoras de Isabel Allende. Como negá-la? Todos nós possuímos mais de um demônio escondido em algum canto, impedindo nossas vontades, nossos sonhos, nossos objetivos. São essas áreas ainda imaturas do nosso ser que precisam ser arejadas, curadas e reparadas. Longe de deixar essas presenças para o destino, devemos ser capazes de lidar com elas cara a cara para podermos nos realizar como pessoas.

5. Responsabilize-se por suas emoções

“Cada um é responsável por seus sentimentos, e a vida não é justa”.
-A Soma dos Dias-

Mais cedo ou mais tarde, chega-se à conclusão simples, porém enfática, de que a vida não é justa. Em momentos é caprichosa, então implacável, mais tarde nos dá um período de perfeição para depois nos tirar esse pequeno pedaço do nosso ser que nos dá sentido. Assim, e em um cenário onde muitas circunstâncias estão além do nosso controle, nos resta assumir a responsabilidade pelo que somos, pelo que sentimos.

A maneira como enfrentamos cada um desses problemas determinará a qualidade de nossas vidas. A responsabilidade emocional é a chave para o equilíbrio e o bem-estar em uma realidade que é quase sempre complexa.

Mulher com pombos voando ao seu redor

Para concluir, é fato que existem muitas outras frases de Isabel Allende que deveriam aparecer nessa lista. Todos nós temos nossas favoritas, aquelas que às vezes anotamos nas margens de nossas agendas ou nossos cadernos. No entanto, as refletidas aqui são uma pequena amostra da humanidade, psicologia e delicadeza emocional que caracterizam essa escritora inesquecível.

Recomendados para você