Gostamos dos homens que não prestam?

Gostamos dos homens que não prestam?

agosto 28, 2016 em Psicologia 2 Compartilhados

Por que gostamos dos homens que não prestam? É a pergunta que muitas mulheres se fazem, especialmente quando têm problemas de relacionamento por terem escolhido alguém que não valia a pena. Mesmo sabendo que era provável que não desse certo, a atração foi maior do que a razão.

A previsão de gostarmos de homens maus se cumpre mais na adolescência. Basta ver nas escolas, os meninos que têm mais sucesso e que mais se beneficiam costumam ser os líderes, com traços de egoísmo e narcisismo.

As pesquisas científicas confirmam: os homens maus são os mais atraentes

Peter Jonason, da Universidade do Novo México (EUA), conduziu um grupo de cientistas para fazer o estudo com 200 estudantes. Os resultados confirmaram que os alunos com mais sucesso com as garotas eram os mais extrovertidos, instáveis, com toques narcisistas e inclusive um pouco desagradáveis.

David Schmitt, da Universidade de Bradley, fez uma segunda pesquisa com 35.000 pessoas de 57 países, com o mesmo resultado. Os homens catalogados como os mais atraentes eram os que menos prestavam, os que tinham mais defeitos de personalidade.

O psicólogo Gayle Brewer da Universidade de Lancashire também contribuiu com seu conhecimento para esta pesquisa. Afirmou que os “maus” atraiam as fêmeas com relacionamentos instáveis e passionais, mas este sucesso era de curto prazo. No fim, para relacionamentos duradouros e estáveis, as mulheres sem problemas psicológicos acabavam escolhendo os “bons”.

Existe uma explicação psicológica

Do ponto de vista psicológico, podemos explicar por que gostamos dos homens maus. O instinto inconsciente da mulher procura proteção, por isso, busca homens fortes, com caráter egoísta, aventureiro, seguros, com dom de liderança, inclusive um pouco desagradáveis.

Os ” homens maus” tem todas as comprovações para que o instinto de uma mulher possa ver que é um grande protetor e que sabe se defender diante da vida. O desejo de estar protegida vem de dentro, inclusive inconscientemente. Também o desejo de “acalmar a fera” e de mudá-lo é um grande desafio para a mulher. Há pouco, uma menina me perguntou: Mas o que acontece comigo? Sou masoquista? Ela sempre acaba reparando nos homens que não lhe convém. Deixa-se levar pelo instinto e não desenvolve muito a razão.

Embora às vezes não se trate de algo tão simples, a falta de autoestima também pode fazer com que alguém preste atenção em quem não lhe trata bem, porque no seu intimo tem registrado “é isso que eu mereço”.

As demandas mudam com a idade

À medida que vão passando os anos, as mulheres passam a ter demandas muito diferentes, tornam-se mais exigentes e valorizam mais o interior e os bons sentimentos. Muitas mudam porque já sofreram bastante e aprenderam com os erros, outras porque se valorizam mais e procuram alguém que não lhes traga tantos problemas.

Com a idade, a razão tem mais força que o instinto. Mas como com tudo na vida, nunca se deve generalizar, já que existem mulheres de todo jeito e cada uma é um mundo.

E você, o que acha? Gostamos dos homens que não prestam?

Recomendados para você