17 hábitos para fortalecer a relação com os seus filhos

· maio 25, 2018

Parte do seu trabalho como pai ou mãe é guiar seus filhos e ajudá-los a seguir em frente com a rotina diária. Isso, com frequência, significa estabelecer limites, corrigir o comportamento, negar pedidos e dizer-lhes o que fazer, sem opções. Mas fortalecer a relação com os filhos é muito mais que isso.

Educar um filho é muito mais do que levá-lo pelo caminho que você mais considera correto. Criar interações positivas com eles não só melhora sua educação e seu crescimento emocional, como também faz com que o trabalho educativo seja mais fácil. Embora possa parecer que o que vamos propor não seja tão importante, ou que seja uma perda de tempo… não é.

Certamente você já ouviu falar do quão importante é abraçar seus filhos. Virginia Satir diz que precisamos de quatro abraços por dia para sobreviver, oito abraços por dia para nos manter e doze abraços por dia para crescer. E, com esta ideia, foram escritas milhares de falas.

Mas, os abraços compensam os momentos ruins que temos com os nossos filhos? Não podemos nos enganar. Os dias normalmente são repletos de momentos ruins com os filhos, com interações negativas que nem sempre podemos evitar ou controlar.

Interações positivas para uma relação saudável com os filhos

Todos nós desejamos ter momentos íntimos com os nossos filhos, nos quais os nossos corações se derretem. A conexão é tão essencial para os pais quanto para os filhos. Quando nossa relação é forte, ela também é doce. Isso é o que faz com que todos os sacrifícios feitos durante a criação dos filhos valham a pena.

Esta conexão também é a única razão pela qual as crianças seguem, voluntariamente, nossas regras. As crianças que se sentem fortemente conectadas com os pais querem cooperar. Quando confiam em nós para entender, para estarmos ao seu lado, estão motivadas a seguir o que nós propomos.

Mãe mostrando flores para o filho

Mas não é fácil ser mãe ou pai. Nunca foi, mas agora, longe de melhorar, as coisas estão ficando mais complicadas. Como pais, sabemos que devemos dedicar tempo aos nossos filhos, que precisamos tentar ter momentos de qualidade com eles. Mas, isso compensa todo o resto? Sim, isso pode compensar.

Uma pesquisa mostra que precisamos de pelo menos cinco interações positivas para cada interação negativa para manter uma relação saudável e feliz, que possa relevar os conflitos e transtornos normais da vida cotidiana. O equilíbrio se perde quando faltam interações positivas.

E quando o equilíbrio se perde, nossos filhos resistem a seguir nossos conselhos, seguir as normas que estabelecemos e a aceitar. Quando o equilíbrio se perde, a atitude dos nossos filhos muda.

Mas como somos muito ocupados com a quantidade de coisas que temos que fazer, de onde podemos tirar tempo para realizar estas interações positivas com eles? Para restabelecer o equilíbrio? É tão simples como adquirir uma série de hábitos e integrá-los em nossa rotina diária.

Hábitos para fortalecer a relação com os filhos

Você pode fazer muitas coisas para fortalecer a relação com os seus filhos. O segredo para que estas interações positivas sejam efetivas é que elas sejam diárias. Por essa razão, incluir este tipo de interação dentro da sua rotina diária tem muitos benefícios.

O melhor de tudo é que, com as ideias que vamos propor, você não só vai conseguir compensar os momentos ruins, mas também vai fazer com que o dia seja melhor. Ao se concentrar nas interações positivas, as interações negativas terão menos espaço. E mais, ao criar hábitos como estes, seus filhos vão cooperar mais, brigarão menos e se esforçarão para seguir os seus conselhos.

O segredo para fortalecer a relação com os filhos é fomentar as interações positivas no dia a dia.

  • Aproveite alguns momentos juntos todas as manhãs com os seus filhos, de forma individual. Não é necessário conversar, basta se aproximar deles. Dar uma abraço, fazer um carinho. Não há forma melhor de começar o dia do que receber um carinho pela manhã.
  • Converse com eles durante o café da manhã. Pergunte a eles quais são as tarefas para o dia. Mostre interesse pelo que os espera.
  • Deixe bilhetinhos de amor: no almoço do colégio, entre as páginas de um caderno, sobre a mesa de estudo, etc.
  • Cante ou dance suas músicas favoritas com os seus filhos.
Mãe se divertindo com sua filha

  • Sempre se despeça deles com um beijo e um abraço, desejando-lhes que tenham um bom dia e torcendo para que se divirtam.
  • Receba seus filhos sempre com um beijo e um abraço, mostrando interesse se tiverem ido bem no colégio ou em alguma atividade que fizeram durante o dia.
  • Não resolva assuntos de trabalho quando estiver com os seus filhos. Isso inclui ligações, e-mails, redes sociais e mensagens de texto, entre outras coisas.
  • As birras das crianças costumam ser sinais de angústia, não de desafio. Quando algo do tipo acontecer, relaxe e deixe o que você estiver fazendo para ajudar o seu filho. Ajude-os a descarregar a sua raiva. Acompanhe-os caso precisem chorar e deixe que eles descarreguem toda a sua bagagem emocional. Quando eles tiverem terminado, incentive-os a falar e dê total atenção.
  • Dê incentivo quando enfrentarem alguma tarefa difícil. Preste atenção aos seus medos e ofereça-lhes palavras positivas e gestos amáveis.
  • Ria de suas piadas e das suas gracinhas, por mais bobas que pareçam. Se as piadas faltarem com o respeito ou com as normas de convivência, diga a eles de forma educada e séria que isso não tem graça.
  • Demonstre empatia por todas as emoções dos seus filhos. Você pode colocar um limite em suas ações, mas não em suas emoções. Todas as emoções são aceitáveis. Quando você reconhece a forma como os seus filhos se sentem, você fortalece a conexão que tem com eles e alimenta sua inteligência emocional.
  • Procure separar um momento diário para brincar com eles do que eles quiserem. Deixe que sua imaginação flua e siga suas instruções. Não importa se for por pouco tempo. O importante é que seja diário e que se ajuste à rotina da criança.
  • Compartilhe pelo menos uma refeição com seus filhos. Não ligue a TV. Em vez disso, incentive a conversa fazendo alguma pergunta que pareça interessante para eles.
  • Escute com compaixão as histórias sobre os problemas que eles têm no colégio, especialmente aquelas que tenham a ver com os amigos ou com a pessoa da qual eles gostam. Escutar é um dos hábitos mais importantes para fortalecer a relação com os filhos.
  • Leia ou cante uma canção com eles antes de dormir. Se eles forem muito grandes para isso, incentive-os a ler antes de dormir e mostre interesse pelo livro que eles estão lendo.
  • Dê um beijo de boa noite em seus filhos. Se eles precisarem falar, escute. Se tiverem alguma inquietude, isso os ajudará a pegar no sono.
Pai brincando com os filhos em casa

  • Visite o quarto deles para se certificar de que eles estão bem antes de ir dormir. Mesmo que eles não percebam, isso também reforça o vínculo entre vocês.

Janet Fackrell fez uma reflexão muito acertada: “Observo suas cabeças, suavemente despenteadas, que dormem sobre seus travesseiros, e a tristeza me inunda. Mergulhei em seus sorrisos e risadas, os abracei, ou só terminei de fazer as coisas da minha lista de tarefas diária? Eles estão crescendo tão rápido… vou acordar um dia e uma das minhas filhas vai estar casada, e vou me perguntar: Eu brinquei o suficiente com ela? Aproveitei a oportunidade de fazer parte de sua vida?”

O tempo passa depressa. Muito depressa. Não o deixe passar sem aproveitá-lo, e fortaleça a relação com os seus filhos.