Como identificar um falso amigo

· agosto 1, 2015

“A falsidade tem asas e voa, e a verdade a segue engatinhando, de modo que quando percebemos o engano, já é tarde demais”

(Miguel de Cervantes)

Muitas vezes é difícil diferenciar uma bolsa de uma marca famosa de uma imitação. Elas têm a mesma forma, mesma cor, a mesma costura, as mesmas medidas e até a etiqueta é igual a da marca original. Mas há pequenos detalhes que vão se revelando ao longo do tempo.

louis-vuitton-mon-monogram-paint-550x330-420x252

Quando exposta ao sol ou molhada, a bolsa imitação se desmancha: as divisões internas se descosturam e causam desconforto; até a alça que utilizamos para carregá-la no ombro já não é tão confortável quanto antes.

E o que podemos fazer? Sentimos pena de jogar fora, mas não podemos usá-la em nenhum evento importante.

O mesmo vale para as relações com os falsos amigos.

Captura32-420x259

No início, os falsos amigos parecem perfeitos, mas aos poucos, sem que percebamos a razão, começam a causar mais problemas e aborrecimentos do que se espera de alguém com quem compartilhamos conversas interessantes. Eles parecem mudar com o tempo.

Começam as discussões e as desavenças por coisas banais. Seu comportamento fica estranho, mas você não quer “abrir os olhos “. Ninguém gosta de perder os amigos.

Aqui, damos algumas orientações para que você identifique os “falsos amigos”.

Dicas para identificar o falso amigo

Fique de olhos bem abertos. Eles são muito sutis e agradáveis e acreditamos que não há motivo para preocupações. No entanto, antes que a situação se torne insuportável, como acontece com a bolsa falsa que acaba se desmanchando, resolva essa situação. Afaste-se e tire-o da sua lista de contatos.

Seu amigo parece feliz em falar com você, mas sempre fala mal dos outros. Nunca tem nada de bom para comentar, está sempre destilando seu veneno.

Curiosamente, essa mesma pessoa o elogia na sua frente, mas o critica quando não está presente.

Não conversa sobre vários assuntos, mas fala muito da vida das outras pessoas. É impossível ter uma conversa que não o leve a analisar a vida dos outros em comparação com a sua.

Ele não é honesto com os seus sentimentos e isso é confuso e desgastante.

Ele lhe diz para ser alegre e positivo, mas ele próprio não age dessa forma. Não quer demonstrar suas fraquezas e faz parecer que não precisa da sua amizade.

Faz comentários desagradáveis como: “o meu estava melhor”, “eu já passei por isso”, “eu já lhe disse isso”, “não é para tanto”. Seu nível de maturidade é 100 e ele diz que o seu é 0. Diz que só quer lhe ajudar, mas não faz nada isso.

Dá importância exagerada às relações sociais, quer ajudar sempre, mas quando age assim se sente entediado. Não sabe dizer não e quando o assunto é sério parece hesitar.

11178348_10203840353186125_7398429445581332727_n-420x273 (2)

Está sempre ao seu lado nas dificuldades, lhe diz que você tem muitas virtudes, que o aprecia muito, mas basta você melhorar e as coisas mudam. “Isso sempre acaba mal”, “Seja realista”; parece que não gosta de vê-lo feliz.

Não tem senso de humor, principalmente com você. Se comentar sobre algo engraçado ou que lhe fez rir, provavelmente ele lhe dirá que não achou graça nenhuma.

Pergunta sobre seus outros amigos, sua família, sempre com a intensão de julgá-los. É insistente e quer saber de todos os detalhes que não lhe dizem respeito.

Captura44-420x263 (2)

Repete a mesma história várias vezes, como se não se lembrasse para quem já a contou.

No meio de muitas pessoas chega a dizer: “Este é um assunto muito delicado, não contem para ninguém”. Não é um modo correto de agir. Se não contar, não há necessidade de pedir segredo.

Não aceita discutir política ou religião. Já tem frases prontas e acaba com qualquer discussão.

É uma pessoa muito desagradável, vive se queixando e não é carinhoso. Tem muita dificuldade para dizer que ama e dar um abraço.

Ele diz que é muito forte, que já passou por muita coisa na vida, e desqualifica suas preocupações.

Captura31-420x247

Porém, você já chegou a um ponto em que não aguenta mais e acredita que precisa melhorar esse relacionamento, mas se sente culpado por comentar esse problema com outras pessoas.

Você não sabe de nada. Ele já falou mal de você para os amigos e conhecidos da forma mais baixa possível.

Mesmo que machuque um pouco, não se preocupe. Não perca seu tempo com pessoas assim. Talvez seja a hora de encontrar novos amigos.