A importância de avançar devagar, mas com segurança

A importância de avançar devagar, mas com segurança

Maio 8, 2015 em Curiosidades 0 Compartilhados
avançar

Muitas pessoas, quando precisam começar um novo projeto, ficam completamente paralisadas; não avançam e acabam desistindo da tarefa com um sentimento de fracasso. Isso acontece com mais frequência quando se desconhece o assunto ou quando, simplesmente, fica muito difícil realizá-lo. A partir da visão dessas pessoas, o mundo se fecha e não há poder humano que os convença de que, se elas realmente se propuserem, poderão conseguir.

Mas, claro, às vezes não basta que a pessoa se proponha a fazer algo; ela simplesmente não sabe por onde começar. Por isso, ter claro por onde se deve começar é um ponto-chave que nos levará a seguir em frente e, eventualmente, concluir o que estabelecemos como objetivo em nosso caminho.

Concentração

Um dos fatores que ajudam a alcançar a meta desejada é, sem dúvida, concentrar-se nela. Ninguém pode conseguir um objetivo se não se concentrar no que deseja. Isso teria que ser, talvez, a primeira coisa a se ter em mente: a concentração.

O foco permite fazer o que se deseja na vida, aplicar toda a informação ou experiência (que possui ou que possa adquirir) para conseguir aquilo que quiser. Saber como fazer, mas não se concentrar nisso, é o que leva muita gente à frustração, pois de nada lhe servirá ter o conhecimento se você não se concentrar em aplicá-lo quando precisar.

É fácil perceber que, quando se está preocupado, a sua mente está dispersa, e é mais difícil se concentrar. Isso pode ocorrer com maior frequência quando se trata de resolver um grande projeto. Mas se conseguir se concentrar, você poderá encontrar a solução para um problema em muito menos tempo. A concentração em tudo o que você faz lhe permitirá ver um progresso consistente. Avançar sem se concentrar é, em resumo, um desperdício de tempo que quase sempre resulta em sentimentos de frustração.

As maravilhas do cérebro

Se o seu problema é precisamente conseguir concentração e foco, não precisa se preocupar. Isso pode ter solução. Segundo estudiosos do cérebro humano, há várias maneiras de se concentrar e mudar os maus hábitos que lhe impedem de conseguir. Tudo é uma questão de consistência.

Os hábitos são produzidos, os bons e os maus, com consistência. Se todos os dias você acordar no mesmo horário, ano após ano, porque precisa, será difícil fazê-lo de outra maneira, pois o seu cérebro tem essa ação registrada e tende a repeti-la consistentemente. E mesmo que não seja tão fácil, esses hábitos podem ser suprimidos ou trocados por outros.

Se encarar a questão dessa maneira, o processo pode ser menos frustrante e, por sua vez, um pouco mais fácil. Precisamos ir suprimindo os maus hábitos e concentrar-nos em outros que nos ajudem a cumprir as metas.

Avançar e mudar aos poucos

Não queira mudar da noite para o dia… o seu cérebro não funciona dessa maneira. Se quiser começar a deixar os maus hábitos, proponha-se a fazê-lo aos poucos. O ideal é estabelecer pequenas metas, em vez de uma mudança repentina de 180º.

Esses passos, que podem parecer insignificantes, farão com que você avance até chegar ao seu objetivo. Por isso, o mais importante é não deixar nunca de caminhar, não abandonar jamais o caminho nem os seus sonhos. É melhor seguir em frente devagar, mas com segurança.

Imagem cortesia de Guilherme Cecílio

Recomendados para você