Como incentivar meu filho a fazer as tarefas escolares?

Como incentivar meu filho a fazer as tarefas escolares?

janeiro 13, 2018 em Psicologia 263 Compartilhados
Como incentivar meu filho a fazer as tarefas escolares?

Todas as tardes vivemos a mesma tragédia depois da escola: fazer as tarefas escolares. Longe da imagem idílica que é projetada nas propagandas da televisão, costuma ser um momento de conflito. A situação mais comum é quando as crianças não querem fazer as tarefas. Mas não temos outra alternativa, senão usar toda a nossa paciência para que elas se sentem, se concentrem e, finalmente, façam as tarefas.

Elas batem os pés, reclamam e têm ataques de raiva tentando se livrar de um momento do qual não gostam. É comum que os papais e as mamães acabem perdendo a paciência e ficando bravos. Assim, a pergunta é clara: existe alguma coisa que podemos fazer para conseguir que essa situação seja mais suportável? Não existe uma receita mágica, mas colocando em prática as seguintes dicas tudo pode se tornar mais fácil. Continue lendo e descubra!

“O gênio começa as grandes obras, mas apenas o trabalho as acaba.”
-Petrus Jacobus Joubert-

Onde as crianças fazem as tarefas?

O primeiro passo para conseguir que as crianças adquiram o hábito de fazer as tarefas escolares é estabelecer o lugar da casa para fazê-las. Apesar de não parecer importante, a verdade é que as crianças vão adquirir melhores hábitos se sempre as realizarem no mesmo lugar.

Mas qual é o melhor lugar da casa para fazer as tarefas escolares? Tudo depende de cada criança. Em geral, o ideal é um espaço tranquilo, como o quarto ou a sala. A escolha vai variar em função de um fato específico: o que pode distrair a criança em cada cômodo.

Seguindo essa linha, é preciso levar em consideração outro fator: algumas crianças preferem trabalhar sozinhas, ao passo que outras gostam e precisam que seus pais estejam por perto caso tenham dúvidas. Por isso, é importante que tanto adultos quanto crianças estejam de acordo nesse aspecto, assim como levá-lo em consideração na hora da escolha do quarto ou da sala como local de estudos.

“Nós somos o que fazemos repetidamente. A excelência, então, não é um ato, e sim um hábito.”
– Aristóteles –

Menino fazendo suas tarefas escolares

Como é o lugar em que seus filhos fazer as tarefas escolares?

Não é apenas preciso levar em consideração em qual lugar seus filhos fazem as tarefas escolares. Também é preciso considerar como é esse lugar. Para ajudar as crianças a adquirirem o hábito de fazer as tarefas de casa, é importante proporcionar uma mesa na qual ela possa se sentar tranquilamente para estudar.

Também é positivo que essa mesa tenha todos os materiais necessários para realizar as tarefas. Se for uma área comum da casa, é possível ter uma caixa onde guardar os lápis, as canetas, as réguas e os papéis que precisam ser usados para fazer as tarefas.

Se seu filho tiver uma escrivaninha no quarto e trabalhar bem lá, todos esses utensílios podem ser guardados nas gavetas. Além disso, pode ser um incentivo para ele ter certa liberdade na hora de decorar o espaço de estudo. Como já falamos, em relação às distrações, é importante ficar de olho para que as crianças não desviem a atenção das tarefas escolares na hora dos estudos.

Apontar o lápis para fazer as tarefas escolares

Quando as crianças fazem as tarefas escolares?

Hoje em dia, é normal que as crianças tenham atividades extracurriculares vários dias por semana. Como consequência, em alguns dias elas podem se atrasar na hora de se sentar para fazer as tarefas. É preciso levar em consideração que, quanto mais tarde for, mais cansadas elas estarão e mais difícil será, principalmente, começar.

Por isso, é importante fazer as tarefas o mais cedo possível. Mas isso não quer dizer que as crianças devam fazer as tarefas assim que saírem da escola. Há crianças que preferem isso, mas também há outras que precisam lanchar e descansar antes de começar a fazer as tarefas. O importante é tentar manter um horário constante.

Antes de se sentar, é conveniente ter um pequeno cronograma no qual se escreve o que é preciso fazer e o tempo aproximado para cada tarefa. Dessa maneira, vamos nos certificar de que a criança entende o que ela precisa fazer e de que possui tudo o que precisa para isso. Também é positivo estabelecer com antecedência os momentos de descanso entre as tarefas.

Por fim, não se pode esquecer uma técnica que vai nos ajudar a criar esse hábito: o reforço. Pode ser desde separar um tempo para brincar juntos após a realização das tarefas até elaborar fichas nas quais as recompensas sejam maiores e sejam concedidas posteriormente. O que precisa estar claro é que o trabalho duro tem sua recompensa e isso é uma coisa que devemos transmitir aos nossos filhos.

“Nada é especialmente difícil se dividirmos em pequenas tarefas.”
-Henry Ford-

Imagens cortesia de Aaron Burden, Andrew Neel e Angelina Litvin.

Recomendados para você