Ler é muito mais que um prazer - A mente é Maravilhosa

Ler é muito mais que um prazer

16, fevereiro 2015 em Curiosidades 7 Compartilhados

A leitura é uma das atividades que nos define como seres humanos e, entretanto, perdeu a sua popularidade no mundo moderno, em função das novas e menos exigentes formas de entretenimento, tais como a televisão, o cinema e os vídeo-games.

Entretanto, vale a pena nos dedicarmos alguns minutos para refletir sobre o hábito de ler pois, afinal, o que a leitura nos agrega?

1. É, ao mesmo tempo, um banquete e um exercício para a mente

A leitura nos abre a riqueza infinita do conhecimento, estimula a nossa imaginação, nossos sentidos e nossas emoções. É um exercício mental, no qual nosso cérebro participa ativamente, ordenando ideias, relacionando conceitos e provocando reações e opiniões. Essa sorte de chuvas de ideias que são produzidas em nosso cérebro estabelece novas sinapses, que favorecem o pensamento crítico e evitam que nossas funções cognitivas, como por exemplo a memória, a concentração e a atenção se deteriorem.

2. De mãos dadas com o sucesso

Um estudo realizado na Universidade de Oxford identificou que quem já era leitor habitual na adolescência possui uma probabilidade significativamente maior de alcançar sucesso no âmbito profissional na sua terceira década de vida. O que não é de se estranhar, se levarmos em consideração o que vimos no item anterior, sobre os benefícios que esta atividade comporta para a nossa mente e sobre o leque de conhecimentos ao qual somos expostos.

3. Une pessoas

Sim, a leitura melhora os relacionamentos sociais de várias maneiras: uma porque, ao proporcionarmos novos e diversos tópicos de conhecimento, temos mais assuntos para conversar e compartilhar com os demais. A onda expansiva que começa em nosso cérebro conectando neurônios entre si, continua exercendo seu efeito quando nos interconectamos com as outras pessoas. E o fenômeno não termina aí, já que o intercâmbio de ideias enriquece o tema com novas e inesperadas perspectivas e pontos de vista que não havíamos considerado, o qual, por sua vez, expande o potencial do nosso cérebro.

Outra forma que a leitura favorece nossa interação social: o interesse comum por um livro ou um tema de leitura em particular com um grupo de pessoas nos dá um sentido de pertencer aos membros de tal grupo.

Por último, foi comprovado que a leitura do gênero narrativo em particular favorece a empatia, já que faz com que nos envolvamos e até nos identifiquemos com os sentimentos, dramas e emoções que os personagens vivem. Curioso, não é?

4. Manda o estresse passear

Isso pode acontecer por vários motivos: primeiro porque, ao mostrar as várias circunstâncias que os seres humanos vivem ou viveram em diferentes lugares, culturas e épocas, faz-nos relativizar a nossa situação e ver que nossos problemas não são os únicos nem os mais graves que existem. Isso também pode fazer com que aprendamos outras experiências, adquirindo novos recursos para aplicarmos na vida.

Ler também é útil como terapia para o estresse porque é uma atividade prazerosa por si mesma, que nos relaxa e simplesmente faz com que desfrutemos de uma tão grata atividade. Adicionalmente, a leitura de temas edificantes que nos dão esperança e nos mostram alternativas construtivas de como ver a vida, tais como livros espiritualistas, expande nossas possibilidade e aumenta nosso bem-estar.