Lost Property: um curta-metragem emocionante que vale a pena assistir

Lost Property: um curta-metragem emocionante que vale a pena assistir

outubro 13, 2017 em Psicologia 0 Compartilhados
Lost Property: um curta-metragem emocionante

Queremos aproveitar o curta-metragem ‘Lost Property’ para falar sobre um tema muito delicado.

A vida às vezes nos dá golpes muito fortes. Não é sempre toda luz e cor, e ainda assim devemos continuar enfrentando-a com integridade. Às vezes aparecem por nossa mente frases como: “por que eu?” “Eu não mereço isso!”. No entanto, não é uma questão de merecer ou não. O que acontece conosco às vezes é cercado pela escuridão, mas está em nossas mãos ver a luz entre toda essa escuridão.

Uma dessas experiências tão duras que podemos viver é a demência. Estamos falando de um dos golpes mais difíceis que impacta diretamente a nossa memória ou a daqueles que nós mais amamos fazendo com que, com as lembranças, percamos também nossa identidade. No entanto, é possível ver isso a partir de outra perspectiva? Aqui lhe deixamos o curta ‘Lost Property’, que nos responde com um “sim” redondo.

‘Lost Property’, dirigido por Asa Lucander

Os golpes são enfrentados com paciência

“A demência afeta 47 milhões de pessoas no mundo.”
-OMS-

Do curta ‘Lost Property’, podemos tirar um grande ensinamento para colocar em prática em nossa ação diária. Quando a vida nos golpeia e sentimos que perdemos tudo, podemos ter que insistir ou nos precipitarmos em uma ação que reverta ou compense a situação o mais rápido possível. No entanto, nos esquecemos de ter paciência.

Geralmente, toleramos mal a incerteza e a verdade é que desconhecer o que acontecerá em nosso futuro pode nos gerar muita ansiedade, fazendo com que nos sintamos à beira de um precipício do qual não podemos estimar a profundidade. Este precipício, por sua vez, tem muito a ver com a perda de senso de controle que trazem para nossa vida os eventos ou as notícias que são inesperadas e negativas.

Essa ansiedade raramente nos ajuda. Os golpes continuarão a nos surpreender sem que possamos fazer nada para evitá-los e, ainda menos, para controlá-los.
Compartilhar

Lost Property: um curta-metragem emocionante

O que fazemos então? Como bem nos ensina o curta sobre a demência, paciência e perseverança são necessárias. Pare de querer que tudo seja resolvido de hoje para amanhã e concentre-se nos pequenos passos de melhoria que podem ser dados graças ao esforço e, acima de tudo, à uma grande dose de esperança.

Assim, enfrentar pacientemente os golpes que a vida pode nos dar não significa que perdemos a esperança, mas que com amor vamos tentar viver com essa incerteza de não saber o que acontecerá amanhã, cientes do que acontecerá hoje. Porque aqui, no agora, temos controle e poder.

O Alzheimer é um tipo de demência.
Compartilhar

As pequenas coisas fazem com que tudo valha a pena

Outro dos ensinamentos que o maravilhoso curta do começo nos dá é o de olharmos para as pequenas coisas, inclusive aquelas que parecem insignificantes. Porque nelas reside muitas vezes a nossa própria felicidade. Para percebermos isso, às vezes é necessário passar anos e chegar à idade dos protagonistas do curta.

Nós sempre perseguimos grandes sonhos, tentamos acumular muitas coisas, desejamos inúmeras riquezas. No entanto, o que realmente tem valor reside no menor, no imperceptível. Porque quando a pessoa que está do nosso lado sofre de demência, os grandes sonhos colapsam e acumular coisas já não têm significado, o que é que nos resta? Aí está a magia.

Lost Property: um curta-metragem emocionante

Em muitas ocasiões, parece que a vida tem que nos golpear forte para que possamos abrir nossos olhos e percebermos tudo o que não valorizamos. O curioso é que sempre estiveram ao nosso alcance. Não era algo para o qual tínhamos que nos esforçar para conseguirmos. Estava lá, nós só precisávamos apreciá-lo! Mas, não o fazíamos porque a nossa atenção estava em outro lugar.

“Por mais conselhos que existam, há lições de vida que só entenderemos a base de golpes e tropeços.”
– Anônimo –

Embora os golpes que a vida nos dá sejam duros e nos façam sofrer – no caso do curta, pela pessoa que mais amamos – não devemos menosprezar uma parte positiva que sem dúvida têm: nos permitem abrir os olhos. Vivemos em um piloto automático constante no qual não recebemos nada além de adversidades e problemas inesperados.

Lost Property: um curta-metragem emocionante

É hora de parar de esperar que isso aconteça, para poder começar a apreciar as coisas pequenas, a vida que temos, e começar a cultivar a paciência para enfrentar aquilo que não sai da forma como esperávamos. Ensinamentos valiosos que podem ser extraídos do maravilhoso curta que apresentamos, onde o amor, o apreço pelas pequenas coisas e uma ligeira mudança de perspectiva podem ser o início de uma maravilhosa jornada ao lado da pessoa que mais amamos, embora sua realidade e a nossa não coincidam.

Recomendados para você