O maior pecado que você pode cometer é não ser feliz

· abril 21, 2016

A ganância, a inveja, a soberba, a falta de solidariedade… todos esses podem ser considerados pecados terríveis, mas não há um pecado maior do que não ser feliz. A vida é muito curta para passar por ela de maneira superficial, sofrendo, queixando-se e acumulando rancor.

É sua a responsabilidade do que você faz com o seu tempo. Agora, pense bem se você quer que os anos que desfrutará nesse mundo sejam compostos por bonitas histórias de superação, amor e amizade, ou compostos por um mar de lágrimas e sofrimentos constantes.

Você não pode ser feliz sempre, mas quase sempre

Não queremos ser cínicos, tampouco somos inocentes. Talvez você não possa ser feliz todas as horas do dia, pois sempre ocorrem coisas ao nosso redor que perturbam nossa tranquilidade, nosso clima e a vida de maneira geral. Isso é evidente. Entretanto, propomos que você faça um balanço

Neste caso, o exercício consiste em olhar o seu passado. Observe com cuidado todos os anos de sua vida, desde a sua primeira lembrança até o presente momento. O que você vê?

mulher com muitas borboletas

São muitas as coisas que você pode avaliar quando faz um balanço da sua vida, ponderando sobre tudo o que aconteceu. Vale a pena fazer este exercício e perguntar a si mesmo: “Sou realmente feliz?”

“Felicidade não é fazer o que um quer, mas sim querer o que um faz”
-Jean Paul Sartre-

A felicidade está sendo superestimada?

Há quem pense que a felicidade é superestimada. Talvez essas pessoas tenham razão. Outros dizem que é impossível alcançá-la, e pode ser que elas também estejam certas. Também existem os que dizem que é um conceito que nós inventamos para tentar justificar nossos passos no mundo. Não seremos nós que diremos que não.

Você já deve ter aprendido uma coisa em sua vida. Quando você está apaixonada, está em um trabalho do qual gosta e rodeada por pessoas que você considera importantes na sua vida, você é feliz. Você se sente grande, com uma sensação maravilhosa de estar onde quer, de ser uma pessoa querida, valorizada e única. Mas, isso é felicidade?

mulher com os olhos fechados, cabelos ao vento e feliz

Talvez não tenhamos a resposta certa. É possível que muitos pensem que você não é uma pessoa feliz. Entretanto, ainda que essa possa não ser a palavra adequada, a felicidade é o sentimento correto, posto que basta você estar bem com o que você é, com o que você faz, e com o que você tem.

Como ser feliz?

Só conhecemos uma forma de ser feliz, e é sendo você mesmo. No entanto, para explorar sua personalidade e maneira de ser, não vale a pena olhar apenas superficialmente. O caprichoso, o invejoso, o difamador… justificam-se sendo assim por si mesmos, e ninguém conseguirá mudá-los, pois andam muito desencaminhados.

“Algum dia, em qualquer parte, em qualquer lugar, você encontrará a si mesmo, e esse, só esse, pode ser o momento mais feliz ou o mais triste de sua vida.”

-Pablo Neruda-

Uma pessoa só pode ser ela mesma quando se conhece de maneira íntima. Na parte mais profunda do coração de cada um está sua única e imutável verdade, sua personalidade real. Esse lugar guarda carinhosamente os sonhos e os anéis da alma.

Na parte mais profunda do seu ser emerge a verdadeira busca pela felicidade. Tudo isso porque seu coração nunca mente, e ele lhe dirá com quem você quer estar e com quem não quer, que trabalho deseja e qual te aborrece, que companheiro(a) te completa e quem está com você apenas por interesse. Encontre esse local profundo e reflita sobre tudo isso.

Não espere, pois cada dia que passa é um tempo precioso que você perde. Não cometa o pecado de não ser feliz, nem permita que a tristeza se apodere de sua alma e de seu ser. Você merece o melhor, e só você é o responsável pelo seu presente e futuro. Agarre-o bem forte e comece a ser quem você realmente é.