A manipulação é outra classe de veneno... – A mente é maravilhosa

A manipulação é outra classe de veneno…

março 14, 2015 em Emoções 0 Compartilhados

“Os manipuladores buscam persuadir as pessoas para que ultrapassem seus limites.
Com insinuações, manipulam as circunstâncias para sair por cima.
Seduzem os outros para que façam o que lhes é pedido. Utilizam mensagens carregadas de culpa.

Cloud,H; Townsend

Em nossa vida, no trabalho, na sociedade, na família, é comum estarmos cercados de pessoas que, facilmente, exercem um certo grau de influência sobre nós. Quando essa influência é utilizada com a única finalidade de satisfazer e alimentar as próprias necessidades, acima das dos demais, estamos falando, então, da manipulação.

Podemos afirmar que muitas pessoas ao nosso redor desenvolvem este tipo de comportamento. É muito difícil perceber quando estamos sendo manipulados, pois estas pessoas usam mecanismos (enganam, ameaçam, amedrontam) muito sutis, utilizando uma habilidade que converte a manipulação em arte. Sendo a manipulação uma ação que gera consequências desastrosas.

Algumas vezes, costumamos anular nossas necessidades para satisfazer as necessidades alheias, basicamente para evitar conflitos, ou conservar “vínculos” com as pessoas mais próximas, mas na realidade estamos sendo vítimas da armadilha que são a manipulação e a chantagem. Os grandes manipuladores conhecem cada milímetro de nossos pontos mais vulneráveis e de nossos segredos, devido ao fato de, algumas vezes, serem muito próximos de nós.

Dessa maneira, nos conhecem muito bem. Sabem exatamente quais são nossas carências e necessidades, utilizam a ameaça de reter ou diminuir seu afeto por nós, no caso de impedirmos que nos influenciem. Usam o medo, a vingança, a culpa e o castigo para nos atormentar, mas são igualmente capazes de disfarçar, com grande habilidade, a pressão e o domínio que exercem sobre nós. Quando uma pessoa manipuladora sente que seu poder, ou sua autoridade, estão sendo questionados, seu comportamento manipulador se acelera ao máximo.

Tenho certeza de que os exemplos apresentados a seguir são facilmente reconhecidos por todos nós, dado que em algum momento já escutamos: “Sou capaz de matar nossos filhos, se você pedir o divórcio!”, “Minha filha, não volte mais para casa se não terminar esse namoro.”, “Vou me suicidar, se você me abandonar!”, “Mãe, se você me obrigar a fazer as tarefas vou ficar doente…”, “Você nunca lembra de mim, nem me liga…”, “Não se preocupe com o que sofri por todo esse tempo…”, “Só vou te ajudar se me der sua bolsa.”, “Só te espero se você comprar as passagens de avião.”, “Cuidarei de você se… se… se…”.

Quando estamos sendo dominados, de alguma forma, somos objeto das pessoas manipuladoras. Se concordarmos em fazer ou dizer coisas com as quais não estamos completamente de acordo, estamos sendo vítimas de chantagem emocional, que manipula e deixa nosso comportamento vulnerável.

Se acatamos as exigências das pessoas manipuladoras, elas repetirão sua manipulação. É necessário estabelecer bases sólidas, limites que garantam nosso espaço e nossa integridade, nos quais não sejam anuladas nossas necessidades e nossos desejos. O problema de estar cercado desse tipo de pessoa é acabar se contagiando e, finalmente, deixar de ser somente vítimas para se tornar também um manipulador.

Recomendados para você