Método Marie Kondo para organizar a vida - A Mente é Maravilhosa

O método Marie Kondo para organizar a vida

Janeiro 15, 2018 em Psicologia 1150 Compartilhados
Método Marie Kondo para organizar a vida

O método Marie Kondo para organizar a casa ajuda a organizar a vida. A desordem dos objetos é reflexo de um certo caos interior. Ao mesmo tempo, esse labirinto externo cria uma sensação de confusão interna. Ambos os aspectos estão fortemente inter-relacionados.

Marie Kondo é uma japonesa autora do livro “A mágica da arrumação”. Ela se transformou em uma verdadeira especialista no assunto. Não foi à toa que figurou na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo da Revista Times, em 2015. Seus livros e seus vídeos são uns dos mais consultados do mundo.

Quando o começo do ano se aproxima, muitas pessoas começam a buscar a melhor forma de arrumar a própria casa e, consequentemente, a vida. É uma época propícia para aplicar o método Marie Kondo. Vamos ver no que consiste esse método.

“A liberdade não é filha da ordem, mas sua mãe”.
-Pierre Joseph Proudhon-

O método Marie Kondo e o efeito rebote

Um dos conceitos mais importantes no método Marie Kondo é o “efeito rebote”. Ele começa a funcionar quando as pessoas querem arrumar um lugar e separam tudo o que não usam. Muitas vezes, inclusive, elas os classificam de maneira ordenada.

Método Marie Kondo para organizar a casa

O que fazem depois é buscar qualquer canto para colocar lá tudo o que não usam. Dessa maneira, os armários, as gavetas e qualquer espaço acabam ficando cheios desses objetos. Muitas pessoas decidem, inclusive, que é hora de comprar novos móveis para colocar neles tudo o que não usam.

No fim, o que acontece é que acabam enchendo espaços que deveriam ser destinados a guardar coisas que realmente utilizam. Então, no método Marie Kondo, arrumar não é guardar. Quando se guarda tudo, a desordem começa a aparecer de novo. Como os espaços para guardar as coisas estão cheios, tudo começa a ficar espalhado de novo. Esse é o efeito rebote.

Aprender a jogar fora o que não serve mais

A maioria das pessoas têm muitos problemas para jogar as coisas fora. No entanto, o segredo da arrumação reside exatamente em superar esse problema. Essa é a base do método Marie Kondo. O que se deveria fazer é aprender a jogar fora sem piedade. Claramente, esse “jogar fora” também significa doar.

Método Marie Kondo de organização

Segundo Marie Kondo, devemos guardar apenas os objetos que nos fazem felizes. Cada objeto adquire um significado emocional. Alguns são mais cativantes. Outros, em contrapartida, são indiferentes. São esses objetos que não devem ser guardados em casa. Sua única função é obstruir.

Se você fica pensando muito em se desfazer ou não de alguma coisa, a resposta é uma só: desfaça-se disso. Com os objetos que nos fazem felizes, não há dúvidas. Se a dúvida existe é porque esse objeto específico não tem tanta importância para nós. O que está em funcionamento nesses casos é o hábito neurótico de dificuldade de se desfazer das coisas.

Entretanto, antes de se desfazer de determinado objeto é conveniente agradecê-lo pelo serviço prestado. E também nos despedir. Parece bobo, mas Marie Kondo diz que é um bom antídoto contra os sentimentos de culpa. Aqueles sentimentos que surgem quando jogamos alguma coisa fora.

Os passos do método Marie Kondo

O método Marie Kondo envolve nove passos. Cada um deles deve ser totalmente concluído antes de se passar para o próximo. Ela e seus milhares de seguidores garantem que o método funciona. É preciso apenas um pouco de determinação para realizá-lo. Os passos a serem seguidos são:

  • Descartar. Jogar fora tudo o que não nos faz felizes ou que não tem um significado profundo para nós.
  • Guardar apenas aquilo que traz alegria às nossas vidas.
  • Organizar por categoria, não por lugar. Isso quer dizer que você deve decidir guardar TODAS as roupas e não arrumar o quarto, por exemplo.
  • Começar sempre pelas roupas. As roupas são mais fáceis de se decidir jogar fora porque rapidamente sabemos se usamos ou não.
  • Organizar verticalmente a roupa que sobrar. Formar pequenos retângulos com as roupas. Em seguida, guardá-las verticalmente. O resultado final é algo como uma biblioteca de peças de roupa.
  • Não deixar para depois. O ideal é começar e terminar de uma só vez cada categoria. E não deixar para mais tarde.
  • Conferir valor aos objetos que ficarem. Se não tiverem um significado, não têm motivos para estar na sua casa.
  • Fazer a limpeza sozinho ou sozinha. Se você fizer junto com alguém, com certeza você vai ser influenciado(a) para não se desfazer de alguma coisa que deveria jogar fora.
  • Não compre novos móveis para guardar coisas. Isso só deve ser feito se você não os tiver em casa. Caso contrário, os móveis que você já tem são suficientes.

Quem já colocou em prática afirma que o método Marie Kondo é uma grande ajuda. Especialmente para as pessoas nostálgicas e acumuladoras compulsivas não-patológicas. Se você está pensando em colocar tudo em ordem nesse início de ano, vale a pena aplicar esse método.

Gavetas organizadas por cor

Recomendados para você