Limpeza doméstica: uma terapia ao alcance de todos

Limpeza doméstica: uma terapia ao alcance de todos

junho 9, 2017 em Psicologia 3159 Compartilhados
Casal fazendo limpeza doméstica

O conceito de “limpar a casa” não tem apenas um significado literal, mas também um simbólico: nos desfazermos das cargas emocionais, deixar para trás aquilo que não nos serve mais. É fácil perceber que a bagunça nos causa estresse e desassossego. E a limpeza doméstica, realizada como um exercício de “atenção consciente” (mindfulness), pode nos trazer importantes benefícios e se transformar em uma verdadeira terapia.

Para que isso aconteça, é preciso entender a tarefa da limpeza doméstica como um acontecimento positivo e um exercício de alívio do estresse. Devemos estar dispostos a realizar com outra atitude uma das atividades mais universais e que mais má fama costuma ter: a limpeza da casa.

Alguns exemplos da limpeza doméstica como terapia…

A seguir iremos listar alguns exemplos de como a limpeza doméstica pode levar a uma maior limpeza interior.

  • Em algumas culturas, a limpeza do lar é uma atividade de grande valor e importância. No Japão, por exemplo, é chamada de “Oosouji”, que significa “limpar a fundo”. Eles fazem esta limpeza no dia 28 de dezembro para receber o ano novo com a casa limpa. Os japoneses veem como um mau agouro o fato de arrastar objetos e assuntos velhos para um novo ano.
  • Profissionais da saúde afirmam que a limpeza doméstica pode ser algo relaxante, e pode até funcionar como uma forma de meditação. De acordo com a psicóloga Isabela Pérez-Luna, “limpar e organizar funciona como uma maneira de catarse, e também de se desfazer de coisas de que não precisamos mais”.

homem-passando-aspirador

  • A consultora Marie Kondo também explica em seu livro “A Mágica da Arrumação” que manter a casa em ordem influencia diretamente em nossa felicidade e bem-estar mental.
  • A atriz britânica Helehan Bonham Carter, em uma entrevista para a emissora Radio Times, contou que “limpar a casa e fazer trabalhos domésticos serve como terapia”. A esposa e musa do diretor Tim Burton assegura que não precisa mais pagar por sessões terapêuticas depois de ter descoberto o “poder terapêutico das atividades domésticas”. Ela afirma que “ter a casa arrumada ajuda a organizar a cabeça”.

A limpeza no budismo

O budismo também concebe a limpeza como uma forma de meditação que é realizada todos os dias. Os monges budistas consideram a limpeza doméstica um exercício espiritual por meio do qual cultivam e purificam a mente, a alma e a vida.

Não se esquecem de que um dos discípulos de Buda chegou ao nirvana enquanto estava varrendo. Para os budistas nosso entorno está conectado conosco e reflete a nossa mente. Eles explicam que quando este entorno é bagunçado, nossa mente também será. Da mesma forma, se mantivermos nossa casa bonita, nossa mente ficará clara e tranquila.

Eles também consideram que, ao realizarmos as tarefas de limpeza doméstica, nossa mente se concentra no presente. O viver no “aqui e agora” é uma das chaves da felicidade e do sucesso na vida.

Decálogo da Limpeza Doméstica para o bem-estar

Keisuke Matsumoto, em seu livro “Manual de Limpeza de um Monge Budista”, expõe um decálogo de recomendações para elevar nosso bem-estar por meio da limpeza doméstica:

  • Tratar os objetos com cuidado. Pense que qualquer objeto foi criado com esforço e dedicação e que é preciso respeitá-lo.
  • Ter gratidão pelos objetos que foram úteis e se desfazer deles quando não forem mais necessários. Podemos dar a eles uma nova luz transferindo-os a pessoas que possam fazer bom uso dos mesmos.
  • É preferível fazer a limpeza nas primeiras horas da manhã. Se começarmos em silêncio, rodeados pela calma, quando os demais ainda dormem, nosso coração se sentirá em paz e nossa mente ficará mais clara.

roupas-organizadas

  • À noite, antes de irmos dormir, devemos recolher, guardar e organizar as coisas que utilizamos e bagunçamos durante o dia. Assim, facilitaremos a limpeza no dia seguinte.
  • Se conseguirmos limpar pela manhã e organizar à noite, notaremos como nos sentiremos mais leves ao longo do dia.
  • Antes de limpar, é preciso abrir as janelas e ventilar para purificar o ar. Sentir na pele o frescor do ar que entra faz com que nos sintamos mais acordados.
  • Sentir o ar quando ventilamos nos permite entrar em contato com a natureza. A ventilação é agradável na primavera e no outono, quente no verão e gelada no inverno. Sentir sua bondade e sua dureza na pele nos coloca em contato com nossa fragilidade e, ao mesmo tempo, com a força da vida.
  • Para respeitar a vida, evitando que os insetos se proliferem e tenhamos que matá-los de forma desnecessária, devemos manter o ambiente limpo após as refeições.
  • Em vez de nos arrependermos do passado ou nos preocuparmos com o futuro, devemos viver plenamente o agora e nos esforçar para não termos arrependimentos amanhã. Aplicada a purificar a alma por meio da limpeza, a ideia seria: “não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje”.
  • Dividir as tarefas de limpeza entre todos os membros da família ajuda a valorizar o que os demais fazem por nós. Compreender que dependemos uns dos outros nos ajuda a trabalhar em equipe e a fazer as coisas pensando nos demais.

O momento da limpeza doméstica, um momento terapêutico

A necessidade de limpar e organizar nosso entorno responde à necessidade de regeneração. Fazer a limpeza de nosso entorno pode se transformar em nosso momento de meditação diária ou semanal. Trata-se de aproveitar a ocasião para fazer um exercício de mindfulness.

Para conseguir isso, é preciso tentar fazer com que o momento da limpeza não seja dedicado a tentar solucionar os problemas que nos preocupam, nem a ver televisão, nem discutir com o parceiro…

É necessário manter o foco na ação, organizar, fazer silêncio e, sobretudo, prestar atenção no que está fazendo. Esta atenção plena nos permitirá alcançar um estado meditativo no qual diminuiremos as ondas cerebrais. Desta maneira, iremos reduzir os níveis de estresse e de ansiedade. Assim, a limpeza doméstica poderá se transformar em um exercício físico e espiritual muito reparador.

Recomendados para você