Notas de agradecimento escritas à mão: o poder do detalhe

07 Abril, 2021
Apesar de já termos quase esquecido essa prática, as notas escritas à mão despertam grandes emoções. O poder de um "obrigado" escrito à mão ou a tinta de uma caneta unindo as letras de um "eu te amo" deixam uma marca no coração para sempre.

As notas de agradecimento escritas à mão têm poder. É um ato deliberado que parte do coração para ser impresso no papel. É a tinta dos sentimentos formando um obrigado, um eu te amo, um sinto sua falta… As pessoas estão esquecendo o saudável exercício de escrever e como essa prática, imortalizada em simples bilhetes, cartões postais ou cartas, desperta sorrisos e emoções.

Agora, isso não significa de forma alguma que nossas mensagens instantâneas baseadas em Whatsapp e outros sistemas tenham menos valor. Aquele ‘bom dia‘ ou um ‘como vai você?‘ são algo a que nos acostumamos, algo que molda nossas rotinas diárias com as pessoas que amamos e que, sem dúvida, tem influência no nosso bem-estar emocional.

No entanto, as notas escritas à mão têm outro tipo de significado. É algo duradouro, exige esforço e molda o tipo de detalhe que intensifica qualquer mensagem. É um ato pró-social que não é mais visto com frequência. Porque não se trata daquela simples carta de Natal ou Aniversário que costumamos enviar. Estamos nos referindo a uma mensagem escrita à mão para agradecer, por exemplo, a um amigo por ser tão mágico e especial em nossas vidas.

São frases inteligentes para dizer a um colega de trabalho que “vale ouro”. É também aquele post-it que colocamos na bolsa ou entre as roupas do nosso parceiro para surpreendê-lo com um ‘Eu te amo‘. Ou também pode ser uma carta sincera e amigável para enviar aos nossos pais, irmãos ou avós, lembrando-os de como eles são especiais e valiosos em nossas vidas.

“Meu Deus, quantas coisas eu diria a ele se soubesse escrever!”
-Ramón de Campoamor-

Pessoa escrevendo à mão

Notas de agradecimento escritas à mão, o poder de intensificar as emoções positivas

Amit Kumbar, professor da Universidade do Texas em Austin, nos Estados Unidos, conduziu um estudo curioso e impressionante sobre os efeitos que notas de agradecimento escritas à mão podem ter. Os trabalhos foram publicados na revista Psychological Science e revelaram dados que nos convidam a refletir.

Nem todo mundo aprecia ou entende o poder das notas escritas à mão

Nesta pesquisa, o Dr. Kumbar e sua equipe pediram a uma grande amostra de pessoas para escrever notas de agradecimento para aqueles ao seu redor. Eles também foram questionados sobre mais duas coisas. A primeira, deviam prever que efeito aquele gesto poderia ter. A segunda, que dissessem como tinha sido a resposta das pessoas próximas que receberam as notas.

Algo que eles puderam ver nesse experimento é que existem aquelas pessoas que subestimam completamente essa prática. Além disso, uma parte do grupo via esse ato com um certo incômodo por um motivo muito simples: não estavam acostumados a agradecer, a mostrar abertamente seus sentimentos. Fazer isso por escrito também não era confortável para eles. Os pesquisadores definiram esse comportamento como uma tendência egoísta.

Um ato pró-social que maximiza o bem-estar

Escrever notas de agradecimento à mão foi um exercício de bem-estar para uma boa parte do grupo experimental. Eles sentiram isso porque imaginaram que esse gesto seria recebido de forma positiva. Eles previram o efeito e isso gerou uma positividade maior. O remetente e o destinatário viveram essa experiência simples de uma forma muito positiva.

Além disso, aproveitaram o fator surpresa. Afinal de contas, escrever bilhetes à mão para agradecer, para reconhecer as pessoas que amavam, para dedicar um eu te amo ou um sentimento de admiração, não é algo muito comum. Foi um ato pró-social vivenciado, em muitos casos, de forma muito positiva.

Não esperamos nada em troca, este é um gesto de reconhecimento feito com autenticidade

Quando mandamos uma mensagem pelo WhatsApp, geralmente esperamos duas coisas. A primeira é que as pessoas leiam a mensagem e que o app mostre o check azul validando a leitura. A demora em ver esse símbolo costuma gerar angústia e até preocupação em muitas pessoas. A segunda coisa que queremos é uma resposta; às vezes, até um simples emoji é suficiente para nós.

No entanto, o mesmo não acontece com as notas de agradecimento escritas às mão. É um exercício antiquado. Não saberemos quando o destinatário irá ler a mensagem, não receberemos uma notificação, nem o check azul e muito menos uma resposta. Na verdade, o comum é não esperar, porque o propósito dessas notas vai em uma única direção: chegar ao coração do receptor para despertar um sorriso, uma emoção…

Mulher escrevendo bilhete

A anatomia das melhores notas de agradecimento escritas à mão

Como deve ser a melhor nota de agradecimento escrita à mão? Muito curta? Original, divertida, extensa, com papel colorido, embrulhada em envelope, ou um cartão postal com fotografia ou desenho incluso? Na realidade, não existe uma fórmula exata que funcione em todos os casos.

No entanto, existem duas variáveis ​​indispensáveis: sinceridade e simplicidade. A nota ganha valor quando a surpresa viaja com ela. Pode ser curta ou pode ser longa, mas seja o que for, é melhor que seja escrita à mão, com boa ou má caligrafia, mas que seja nossa, vinda das profundezas dos nossos sentimentos.

  • Amit Kumar and Nicholas Epley. “Undervaluing Gratitude: Expressers Misunderstand the Consequences of Showing Appreciation.” Psychological Science (First published online: June 27, 2018) DOI: 10.1177/0956797618772506