Ao meu pai, a pessoa que me ensinou a caminhar pela vida

· dezembro 18, 2016

Os filhos não vêm com um manual de instruções, mas meu pai superou cada obstáculo e todas as dificuldades para se tornar a pessoa mais sábia e mais importante da minha vida. Em meu coração ficaram gravados todos os seus abraços, sua risada sonora e o olhar suave que sempre me atendia, que sempre se preocupou comigo em silêncio.

É curioso como ao longo do tempo a maioria dos estudos sobre a figura dos pais não foi valorizado como realmente merece. De alguma forma, eles só enfocavam o seu papel como o provedor econômico dentro da dinâmica familiar ou como a figura “presente, mas ausente” que não se envolvia na criação dos filhos.

“Um pai é um especialista que nunca estudou a sua especialidade.”
-Alexander Shuterland Neill-

Algo que todos nós sabemos é que existem muitos tipos de pais ou de mães. Há mães tóxicas e mães excepcionais. Há pais inábeis e insensíveis e autênticos heróis diários. São pessoas que dão exemplo, que inspiram e dão ao mundo crianças felizes e adultos responsáveis que têm nos seus pais um modelo a ser seguido.

Atualmente já existe uma tentativa real de recuperar a figura do pai. Temos muitos trabalhos que desmistificam o conceito de que o bebê, supostamente, necessita somente da presença materna para crescer e se desenvolver. Existem outras figuras essenciais na vida das crianças.

Nossos pais são essas figuras essenciais que merecem ser reconhecidas. Não importa se eles já partiram há algum tempo ou se ainda estão conosco, sabemos que a sua pele e o seu coração são feitos de coragem, de sacrifício e orgulho emocionado pelos seus filhos.

pai-com-filha-no-colo

O pai presente, o pai como figura emocional

Não podemos ver a criação de um filho como uma tarefa separada por gêneros. Às vezes, até mesmo a própria linguagem se torna sectária e excludente. “Meu parceiro me ajuda em todas as tarefas, é um grande pai”. Um pai não ajuda, um pai também é uma parte fundamental de todas as dinâmicas familiares. Porque a educação e os cuidados de uma casa não pertencem a ninguém, são responsabilidade de toda a família.

Um novo dado que deve ser levado em conta é que a figura de pais solteiros é uma realidade em ascensão. De fato, em países como o Reino Unido o percentual chega a 23%. Em 1993, o número global de pais solteiros foi de 9%, e atualmente respondem por 14%. São famílias monoparentais em que os homens criam os filhos: eles educam e cuidam dos seus filhos com a mesma eficácia e alegria que as mães solteiras.

A chegada de uma criança e as alterações bioquímicas no pai

Acreditemos ou não, o cérebro dos pais também experimenta várias mudanças com a chegada de um filho. Não são somente as mulheres que experimentam mudanças hormonais importantes com as quais iniciam a amamentação ou criam um vínculo forte com o recém-nascido. As estruturas cerebrais dos homens também têm uma “rede de parentalidade”. Dessa forma, adotam os mesmos padrões de envolvimento emocional e cognitivo das mulheres.

pai-colocando-filha-para-dormir

Existem diversos estudos que nos mostram vários aspectos. Ver a companheira com o bebê gera no pai uma série de alterações hormonais muito específicas. Inclusive o fato de ter o recém-nascido nos braços e sentir o seu cheiro aumenta a liberação de oxitocina, prolactina, glicocorticoides, e causa a diminuição da testosterona.

Dessa forma, é gerada uma união inquebrável baseada no apego autêntico que tem a mesma força do apego de uma mãe por seu filho.

Por cada sacrifício, por cada noite sem dormir, por estar aí … Obrigado papai

Um pai não tem uma capa de super-herói, não faz mágica e nem conseguirá que toquemos a lua nos balançando bem alto. No entanto, ele nos faz acreditar, e nós com certeza acreditamos; porque uma das suas principais preocupações é nos fazer acreditar que nada é impossível e que podemos realizar qualquer coisa que quisermos.

Nós sabemos que nem todos os pais têm facilidade para verbalizar o seu afeto. No entanto, eles ficam do lado de sua cama quando você está doente. Eles são seus protetores de bons sonhos quando você tem pesadelos, a pessoa que deixa ‘tudo de lado” para buscá-lo quando chove. Não se preocupam com o horário quando você lhes pede alguma coisa, e não importa a sua idade… Porque aos seus olhos, você é e será sempre alguém que ele precisa proteger e cuidar acima de todas as coisas.

pai-e-filha

O amor de um pai constrói a nossa personalidade. Nos ensina valores que integramos e imitamos, uma maneira de abordar a vida com base na coragem que entende de sacrifícios, que ama sem pedir nada em troca. E, acima de tudo, esse vínculo saudável supre as nossas necessidades emocionais para criar a pessoa corajosa e madura que somos agora.

Todos nós carregamos muito dos nossos pais em nosso interior. É um tesouro que sobrevive, que nos transcende e nos move. Então, não hesite, se você ainda tem o seu pai com você, compartilhe o seu tempo com ele. Porque um dia você acordará e não haverá mais tempo para lhe dizer todas as coisas que você deseja e sente.