Personalidade tipo C: principais características

fevereiro 14, 2019

A personalidade tipo C, ou “personalidade propensa ao câncer”, é definida por meio de duas das suas características mais notáveis: a ausência de expressão das emoções negativas e a necessidade de harmonia.

O interesse em mostrar a influência dos aspectos psicológicos na aparição e no desenvolvimento do câncer levou ao surgimento de diversos estudos. A maioria deles está relacionado ao estresse e às características de personalidade. Com respeito a essas últimas, os trabalhos de pesquisa de Morris e Greer os motivaram a abordar, pela primeira vez, a personalidade tipo C.

Segundo estes autores, os indivíduos do tipo C seriam emocionalmente contidos diante do estresse, principalmente com relação à ira. Ou seja, são pessoas que demonstram uma omissão ou expressão inadequada das emoções negativas (agressividade, ira, raiva, etc.).

Além desta característica, existem muitas outras que foram sendo reveladas com o passar do tempo e acabaram completando esse perfil. Vamos falar sobre elas a seguir.

Personalidade tipo C em comparação com tipo B e tipo A

O perfil do comportamento tipo A corresponde a indivíduos competitivos que têm uma habilidade social excessiva. As suas estratégias adaptativas fazem com que eles pareçam bastante agressivos na luta pelo sucesso, e tendem a ocupar posições de liderança.

Estas pessoas não suportam a passividade e preenchem todo o seu tempo com muitas atividades. Os pesquisadores Friedman e Rosenman criaram este termo para indicar um tipo de personalidade que apresenta uma ligação com a hipertensão arterial, as arritmias cardíacas e o infarto de miocárdio.

Por outro lado, os indivíduos com um padrão de conduta tipo B são, geralmente, bastante serenos, confiáveis, relaxados e abertos às emoções, incluídas as mais desagradáveis. Na maioria das vezes, este padrão corresponde a um maior equilíbrio emocional, por isso muitos o consideram o padrão de personalidade mais saudável.

Por último, o padrão de personalidade tipo C consiste em uma personalidade cooperativa, tolerante, conformista, perfeccionista e trabalhadora, que evita o conflito a qualquer custo e busca a harmonia. São pessoas que costumam ter uma atitude protetora e não expressam as suas emoções negativas. Elas utilizam como estratégias de enfrentamento a inibição, a negação, a repressão emocional e a autoagressividade.

A personalidade tipo C é formada por um conjunto de atitudes e comportamentos que surgem diante de situações estressantes e se manifestam por meio de atitudes pouco conformistas e de extrema cooperação, um estilo de interação passivo e um grande controle na expressão das emoções negativas.   

Homem com personalidade tipo C

Qual é a ligação da personalidade tipo C com o câncer?

O interesse pelo estudo sobre o padrão de personalidade tipo C aumentou devido a alguns dados relacionados com o câncer, como aqueles que serão mencionados a seguir:

  • Em um 80% dos casos de câncer, o aparecimento e o desenvolvimento da doença estão bastante condicionados por alguns padrões, como o tabagismo ou a alimentação. Neste sentido, o controle dos hábitos de risco e a adoção de estilos de vida mais saudáveis poderiam salvar muitas vidas.
  • Os estudos de psiconeuroimunologia (PNI) revelaram a influência do estresse e das emoções no prognóstico da doença e na sobrevivência dos pacientes diagnosticados com câncer.
  • As pessoas com uma maior inibição emocional negativa estão mais predispostas a padecer de algum tipo de neoplasia.

Portanto, os fatores psicológicos, como o padrão da personalidade tipo C, poderiam ter uma influência, direta ou indireta, no desenvolvimento do câncer. Por isso, identificar as características de personalidade das pessoas que padecem de câncer vai nos permitir conhecer e prever as suas estratégias de combate.

Isso proporciona para a psicologia o papel de identificar certos estilos de personalidade e de acrescentar condições que levem estas pessoas a desenvolverem um estilo de comportamento mais independente, com padrões mais saudáveis física e psicologicamente.

Mulher estressada

Desse modo, estas descobertas da ciência podem ajudar a desenvolver estratégias de prevenção primária. Isso vale tanto para pessoas saudáveis que possuem uma personalidade tipo C, para que diminuam o seu risco de desenvolver este tipo de doença, quanto para as pessoas que já a desenvolveram e estão sob tratamento.

Por outro lado, é importante que o trabalho da psico-oncologia seja reconhecido, já que a assessoria constante e a contenção ou alívio emocional que são oferecidos ao paciente evitarão a confusão, a falta de aceitação e outras alterações psicológicas pouco favoráveis para a sua recuperação.