Posso te ensinar a voar, mas não orientar seu voo

Posso te ensinar a voar, mas não orientar seu voo

novembro 9, 2017 em Emoções 4 Compartilhados
Posso te ensinar a voar, mas não orientar seu vôo

Quando você se torna mãe, quando uma pequena parte de você, uma parte que latejava em seu coração por nove meses, finalmente sai, seus medos se tornam maiores. Você percebe que não há maior incerteza do que dar asas e ensinar a voar, sabendo que quando seu filho sair do ninho, terá que traçar seu próprio caminho.

Talvez seja por isso que se tornar mãe é uma das experiências mais bonitas e, ao mesmo tempo, mais aterrorizantes que você pode experimentar. Não se trata apenas de dar a vida, mas também de ensinar a vivê-la. Trata-se de estar ciente de nossas imperfeições e de nossos erros, de crescer à medida que nossos filhos crescem.

O parto é o único encontro às cegas em que você sabe, antes de que nada aconteça, que irá conhecer uma pequena pessoa que irá te marcar para sempre… que você marcará para sempre.
Compartilhar

Pais beijando seu filho bebê

Antes de dar à luz, você já começou a duvidar

Antes de dar à luz, antes de que o nosso filho saísse do ventre e muito antes de começar a voar sozinho, as mães de primeira viagem são um mar de dúvidas. Desde como se alimentar até se podem fazer exercícios durante a gravidez. A isso são adicionados os milhares de livros sobre a maternidade e os bons conselhos, embora muitas vezes também opressivos, das mulheres que já foram mães e que estão à nossa volta.

Conselhos que muitas vezes se contradizem entre si ou com o que a própria equipe de saúde recomenda. E então, o que podemos fazer para sermos boas mães e não cometermos erros? Bem, embora pareça contraditório, a primeira coisa que devemos fazer é assumir que vamos cometer erros, porque não somos perfeitas e porque antes cometeram erros conosco, e mesmo assim nada de grave nos aconteceu.

O melhor guia diante do processo de maternidade sempre seremos nós mesmas, já que ninguém conhece nosso corpo como nós, e uma vez que damos à luz, ninguém como nós para reconhecer os diferentes choros do nosso bebê. Podemos ter dúvidas? Claro, é um processo novo, mas o pessoal da área da saúde sempre estará lá para nos assessorar da maneira mais correta possível e para nos afastar dos falsos mitos da maternidade que podem ser prejudiciais.

Mamãe, seus braços sempre se abriram quando eu queria um abraço. Seu coração compreendia quando eu precisava de uma amiga. Seus olhos ternos se endureciam quando eu precisava de uma lição. Sua força e seu amor me guiaram, e você foi capaz de me ensinar a voar.
Compartilhar

Mãe e filha no campo sob o sol

Você vai ensinar a voar e eles vão deixar o ninho

Uma vez que nossos filhos crescem, a maternidade se torna um verdadeiro exercício de improvisação. Ninguém nasce sabendo e, em muitas ocasiões, não somos capazes de imaginar as situações e os dilemas que teremos de enfrentar. O faremos com a ajuda de todos os conselhos e ideias sobre as quais falamos antes, mas sobretudo com nossa intuição.

O truque está em ensinar o caminho que melhor representa os valores que você gostaria que fossem refletidos em seus filhos e convidá-los a explorá-lo. Ou seja, você vai ensinar a voar, a escolher sua vida e a planejar, mas serão eles que decidirão o destino de seu voo.

Eles vão cometer erros, tomarão decisões das quais você não irá gostar, você os verá sofrer e chorar, mas também rir e evoluir. Esta é uma das melhores partes da maternidade e fará você se orgulhar de vê-las crescer e amadurecer. Saber que você tem dado o melhor de si mesma para que eles possam voar por si mesmos e vê-los deixar o ninho com a coragem e a responsabilidade que leva a árdua tarefa de escolher seu próprio destino será o que completa essa alegria que começou a pulsar ao mesmo tempo que seus corações.

“Ensinarás a voar,
mas não voarão o teu voo.
Ensinarás a sonhar,
mas não sonharão o teu sonho.
Ensinarás a viver,
mas não viverão a tua vida.
Porém…
em cada voo,
em cada vida,
em cada sonho,
permanecerá sempre a marca 
do caminho ensinado”.

-Teresa de Calcutá-

Recomendados para você