O prazer de dar e ajudar - A Mente é Maravilhosa

O prazer de dar e ajudar

31, março 2016 em Psicologia 1973 Compartilhados
O prazer de dar e ajudar

A vida está cheia de pensamentos, sentimentos, pessoas negativas… Mas, embora às vezes fiquemos tentados a nos deixar levar por toda essa negatividade, devemos reforçar todas as coisas positivas que nos fazem sentir bem sobre nós mesmos. 

Há muitas coisas que podemos fazer e que nos trazem alegria. Uma sensação que não se pode comparar com nada, um sentimento de satisfação que nos dá uma grande felicidade.

“Aprendi que a melhor maneira de se levantar é ajudar outra pessoa.”
-Booker T. Washington-

Hoje você irá descobrir um dos maiores prazeres de todos: o prazer de dar e ajudar. Uma ação que nos provoca um sentimento de satisfação plena. Que tal começar a colocá-la em prática?

Aprenda a não esperar nada em troca

Jovem com pássaro na mão

Um dos pensamentos e ações em que mais pecamos é a de dar sempre algo esperando receber uma recompensa por isso. Não se pode chamar isso de dar e ajudar, não iremos receber a mesma gratificação que se fizéssemos sem esperar nada em troca, pois no caso de esperar, nada mais é do que uma troca.

Alguma vez você já deu ou ajudou de verdade sem esperar nada? Você não sentiu uma sensação de bem-estar inexplicável? Reforçar essas pequenas coisas que às vezes acreditamos serem insignificantes nos permitirá ser muito mais felizes.

Um sorriso para a pessoa que está no caixa do supermercado, ajudar alguém que está muito carregado com as sacolas, devolver uma carteira que caiu do bolso de alguém andando na nossa frente… Tudo isso, todas as pequenas ações que realizamos de forma voluntária, nos provocam uma sensação de prazer e bem-estar inexplicáveis.

Existe um ditado que diz que “quem dá mais recebe mais”, mas isso só acontece se a pessoa não quiser receber recompensa alguma por isso, ou não estiver à procura de reciprocidade em suas ações. Uma forma desinteressada de ajudar alguém, uma forma de nos sentirmos bem com nós mesmos e de fazer os outros se sentirem bem.

Atreva-se a caminhar ainda que esteja descalço, a sorrir ainda que não tenha motivos, a ajudar os outros sem receber aplausos.
Compartilhar

Ajude a quem precisa de verdade

Casal abraçado desfrutando do prazer de dar e receber

Em muitas ocasiões já aconteceu de você ter ajudado alguém que rejeitou a sua ajuda, ou então de você ter ajudado e, no fim, essa ajuda ter sido em vão. Precisamos observar e ver quem realmente precisa da nossa ajuda e quem pode “se virar sozinho”, pois às vezes as pessoas têm que passar por certas situações difíceis para se tornarem mais fortes e para aprender.

Também existem as pessoas que, por orgulho ou arrogância, não querem a sua ajuda porque se sentem insultadas. Elas pensam que você as vê como pessoas fracas, e isso as incomoda. Não insista nesse tipo de gente. As pessoas que já vão logo rejeitando a sua ajuda não merecem que você continue insistindo, principalmente porque você só vai piorar as coisas.

Ajude e dê, deliberadamente,  a aquelas pessoas que realmente precisam. Pessoas que podem ser próximas ou totalmente desconhecidas.

Dar e ajudar também pode ser uma forma muito boa de fazer boas amizades, de interagir com os outros e de descobrir pessoas muito especiais e belas.

Nunca se esqueça de que você colhe o que um dia semeou.
Compartilhar

Mesmo que você não receba nada, o prazer que sente ao dar e ajudar de forma desinteressada já é mais do que suficiente. Além disso, pense que as coisas boas que você dá, as coisas boas que você faz, você vai receber amanhã.

Tudo o que fazemos afeta o nosso futuro. Como reclamarmos de como a nossa vida está mal se no passado agimos com maldade? A bondade, o bem por fazer o bem, é o que realmente dá frutos. Dê sorrisos e você receberá sorrisos, compartilhe bondade e você receberá bondade.

O mundo é um lugar que ainda tem muitas coisas para descobrir. Coisas positivas. Devemos começar a apreciar essas pequenas ações às quais, às vezes, não damos a importância que deveríamos.

O que dermos, nós iremos receber, de uma forma ou de outra. Comece a partir de hoje a praticar ainda mais o prazer de dar e ajudar. Como você se sente? O que mudou na sua vida? Garantimos que a sua vida será muito mais positiva e você será muito mais feliz.

Mãos com água brilhante

Imagens cortesia de Julian Callos, Paula Bonet

Recomendados para você