A psicologia do jogo da sedução

01 Setembro, 2020
Como qualquer outro jogo, você pode melhorar na sedução. Conhecer as regras e algumas estratégias que a psicologia oferece pode ajudá-lo nesse objetivo.
 

O jogo da sedução, ao contrário do que muitas pessoas possam acreditar, não é um conceito que se aplica apenas à esfera sexual ou erótica. No nosso dia a dia, existem muitas situações que requerem “sedução” de uma maneira ou de outra.

Uma entrevista de emprego não é um tipo de sedução? Ou fazer uma apresentação para uma platéia? Seduzir consiste em convencer ou persuadir um grupo de pessoas ou um indivíduo a escolher você ou o objeto ou a ideia do seu interesse em um determinado contexto.

A palavra “sedução” vem do latim seducere, que combina o sufixo se (separação) com o verbo ducere (guiar ou dirigir). Implica separar ou direcionar alguém para mudar seu caminho ou posição. Essa é a definição original. No entanto, ao longo da história, a palavra recebeu significados diferentes.

Na tradução latina da Bíblia, onde esse verbo começa a ter uma conotação mais concreta, sua definição limita-se a significar o ato de enganar ou ocultar informações para a obtenção de alguma recompensa. O exemplo mais conhecido é a serpente no Jardim do Éden, que seduziu Eva.

No entanto, neste artigo vamos falar sobre o entendimento mais popular da palavra sedução, que envolve uma sugestão ou persuasão para alcançar um encontro erótico ou qualquer tipo de conexão erótica ou afetiva.

A sedução é um jogo?
 

A sedução é um jogo?

Sim, com certeza. A sedução é um jogo complexo. Pode ser prazerosa e divertida, mas também injusta, dolorosa e frustrante. Mas mesmo assim é um jogo. Se você quiser jogá-lo, você deve entendê-lo. Você precisa entender seus truques, regras, riscos, limites e tempos.

Quando você tiver todas essas informações, poderá decidir se quer jogar ou não. Caso queira, você saberá como jogar e saberá no que está entrando, porque terá considerado todos os aspectos do jogo e porque, na balança, o prazer e a satisfação pesaram mais do que a dor e o sofrimento.

A sedução não é um jogo de soma zero em que uma pessoa ganha e a outra perde. Em vez disso, considere como sendo um jogo cooperativo; os participantes não competem, mas buscam algo que seja mutuamente benéfico. Inclusive, mais do que ser um jogo cooperativo, se o processo de sedução se torna um esforço cooperativo, é um sinal inequívoco de que você está jogando bem.

Assim como estamos tentando encaixar a sedução na teoria dos jogos, também é necessário separá-la de alguns mitos que a cercam. A sedução não é matemática, então não é exata nem muito previsível.

Filmes como Hitch – Conselheiro Amoroso (2005) reforçaram a ideia de que gurus têm conselhos infalíveis sobre como encontrar um parceiro ou seduzir alguém. No entanto, isso está muito longe da realidade. Existem muitas variáveis ​​que entram em jogo quando se trata da sedução, e é impossível controlar todas elas.

 

Quais variáveis ​​psicológicas influenciam o jogo da sedução?

Felizmente, a psicologia ajuda a entender melhor a sedução. A pesquisa em psicologia identificou quais variáveis ​​são determinantes no jogo. Ao conhecê-las, você estará preparado para dar o seu melhor.

Essas variáveis ​​não são conselhos, padrões ou instruções que funcionam para qualquer pessoa em qualquer contexto. São apenas informações que você deve considerar quando estiver jogando o jogo da sedução.

Autoconhecimento e aceitação

Quanto melhor você conhecer todos os aspectos sobre você, melhor pode estabelecer limites em relação ao que você gosta e o que não gosta. Também ajuda a saber até onde você está disposto a ir nesse jogo.

Em alguns contextos você se sai melhor, enquanto em outros tem mais dificuldade. Saber a diferença é muito mais difícil do que pode parecer, mas muito importante se você quiser ser bom nesse jogo.

Expectativas

Essa é uma das variáveis ​​que podem causar mais desconforto. Isso porque as expectativas geralmente são uma fonte de mal-entendidos e confusão quando você não as leva em consideração. Definir expectativas realistas é uma maneira de evitar situações desconfortáveis e evitar sofrimento.

Se suas expectativas forem muito altas, você provavelmente se frustrará facilmente em um relacionamento com outra pessoa. Por outro lado, estabelecer expectativas muito baixas pode impedi-lo de se sentir relaxado e confiante.

Atenção

Indo para os processos psicológicos básicos, a atenção, por exemplo, é o processo que permite discriminar entre o que é importante e o que não é, o que a torna uma variável importante no jogo da sedução.

 

A atenção permite que você concentre seus recursos cognitivos em ações como ouvir ativamente a outra pessoa e prestar atenção às suas características físicas, à sua maneira de se vestir, seu estilo e todas as chaves do contexto que fornecem algum tipo de informação que você considera relevante, e priorizando-a em relação a outros estímulos.

Percepção

É a capacidade de obter informações do seu entorno através dos seus sentidos. Embora a atenção lhe permita focar e diferenciar os estímulos, a percepção permite processá-los e interpretá-los. Assim, você pode escolher a melhor opção para interagir com a outra pessoa.

Na sedução, as pistas verbais e não verbais são muito importantes. Também são importantes estímulos que possam parecer pouco relevantes, como os cheiros, uma vez que os pesquisadores estão descobrindo novos aspectos sobre os feromônios e outras ciências olfativas.

Como qualquer outro jogo, você pode melhorar na sedução

Memória

Obter informações do seu parceiro de jogo não é a única coisa importante. Lembrar essas informações e ser capaz de trabalhar com elas também é crucial. Existem dois tipos de memória quando se trata de reter informações:

 
  • Memória de curto prazo: é a que ajuda a reter informações que deixarão de estar disponíveis logo após você recebê-las, a menos que você realize um esforço para lembrar ou que elas tenham elementos que facilitam a sua codificação, como um número de telefone ou um endereço.
  • Memória de longo prazo: é a que entra em ação diante de informações sobre o dia em que você interagiu com uma pessoa, por exemplo. A memória de longo prazo disponibiliza essas informações para a próxima vez em que você se encontrar com essa pessoa, recuperando informações de fatos biográficos para que você possa utilizá-las em uma conversa. Falar sobre o primeiro show que você assistiu, por exemplo, durante uma conversa sobre gostos e experiências musicais.

Motivação

Este ponto se relaciona com os recursos que você está disposto a usar para obter um resultado específico. Em outras palavras, sua motivação representa o grau de interesse que você tem em algo.

No jogo da sedução, é positivo fazer um pequeno exercício de reflexão para saber quão motivado você está e assegurar-se de estar jogando com a pessoa que você deseja e da maneira que você quer, e não porque existe outro motivo que não tem a ver com o jogo em si.

Existem dois tipos de motivações:

  • Motivação extrínseca: interesse em atingir uma meta independentemente do que você precisar fazer para alcançá-la. Por exemplo, o processo pelo qual você precisa passar para obter sua carteira de motorista, ou estudar porque você precisa passar em uma prova.
 
  • Motivação intrínseca: seu interesse está mais no processo do que no objetivo (aprender a cozinhar ou ler um livro, por exemplo). No jogo de sedução, é importante ter uma motivação intrínseca. Você está interessado no jogo em si, mais do que no objetivo ou nos resultados.

Emoção

As emoções são a essência do jogo da sedução. Comentamos no início que a sedução nem sempre é prazerosa, mas sempre gera emoções. Se isso não acontece, talvez não seja o jogo para você.

Além disso, nessa escala hipotética em que as vantagens de jogar pesam mais do que as desvantagens, as emoções precisam estar presentes em maior ou menor grau. O fato de o jogo causar emoções ou não deve ter muito peso na sua decisão de seduzir ou não em um determinado momento.

Desejo e sedução sexual

O desejo sexual ou erótico é um conceito complexo. É difícil de descrever e tem um alto poder motivacional. Também desempenha um papel fundamental na sedução. Seria ilógico tentar seduzir alguém por quem você não sente um desejo sexual. O desejo é outra variável que você deve considerar no jogo da sedução, porque pode determinar a forma como você joga.

Direção do desejo

Quando você está seduzindo alguém, você tem um objetivo específico em mente. Existem dois tipos de direções que têm a ver com o objetivo, com a satisfação dos seus desejos e com a sua natureza.

Existe a questão de quem você deseja, que representa o desejo por uma pessoa específica. Você não está pensando muito sobre esse desejo ou em um possível relacionamento futuro. Por outro lado, existe o objeto de seu desejo, que se refere mais ao desejo de realizar algum tipo específico de atividade erótica. Aqui, ser capaz de realizar essa coisa em particular importa mais do que com quem você faz. Para seduzir alguém, você precisa adaptar o seu jeito de jogar dependendo da direção do seu desejo.

 

Papéis do desejo

Aqui, nos referimos à maneira como você joga e quais mecanismos comportamentais você ativa para seduzir a pessoa desejada. Seus traços de personalidade desempenham o papel principal na determinação desses papéis. Existem duas tendências:

  • Erastes. Esta é a pessoa no papel mais ativo. Ela toma a iniciativa (dá o primeiro passo, se comunica mais diretamente, elogia e flerta).
  • Eromenos. Esta é a pessoa desejada. Ela seduz de uma maneira mais passiva, com uma atitude de ser desejada e, acima de tudo, de se sentir desejada.
A sedução é uma questão de gênero?

O jogo da sedução é uma questão de gênero?

O gênero é uma construção social que certamente influencia a sedução. Se você comparar uma mulher e um homem da mesma idade, com a mesma formação acadêmica, traços de personalidade semelhantes e que vivem no mesmo local, suas histórias relacionadas à sedução, ainda assim, provavelmente serão muito diferentes.

O motivo disso é que o jogo da sedução ainda é bastante influenciado pelo machismo. Ainda é mais socialmente aceito que o homem tome a frente do que a mulher. Isso dificulta para uma mulher ousar seduzir alguém do jeito que ela quer, especialmente se ela é a pessoa que toma a iniciativa.

 

Em seus próprios círculos sociais, você deve lutar para quebrar esses estigmas arcaicos associados à sedução iniciada por mulheres. Dessa forma, podemos equilibrar o jogo e todos, homens e mulheres, podem jogá-lo com as mesmas regras.