Qual é a personalidade do seu bebê? - A Mente é Maravilhosa

Qual é a personalidade do seu bebê?

setembro 20, 2017 em Psicologia 0 Compartilhados
Qual é a personalidade do seu bebê?

Maya Angelou dizia, e com toda a razão, “tenho um monumento neste mundo, é meu filho”. Contudo, por mais bela que seja a frase, o fato é que na verdade às vezes queremos arrancar os cabelos porque são muito incontroláveis ou, justamente o contrário, muito sossegados. Neste sentido, cada bebê nasce com um temperamento ao qual teremos que nos acostumar. Você já sabe qual é a personalidade do seu bebê?

Vale lembrar que os bebês mostram o seu temperamento logo cedo. Apesar da educação e das características do contexto social em que crescem irem moldando esse temperamento, a sua personalidade não deixará de ter boa parte do temperamento com o qual nasceu, e que herdou por sua vez.

Conhecer o temperamento do seu bebê é fundamental, já que isso pode lhe dar uma informação valiosa de como, por exemplo, ensinar-lhe melhor. De fato, logo cedo é possível saber como o pequeno será no futuro (“Quando for mais velho vai ser genioso…, “Puxa, ele é tão tranquilo”). Por mais que possa se desenvolver, haverá certos aspectos que não mudarão ou que pouco irão se modificar.

Sendo assim, encontramos segundo a ciência três tipos de temperamento muito específicos. Por um lado as “crianças fáceis”. Logo vêm os “bebês difíceis”. E por fim, temos as “crianças apáticas”.

Pai com filho em seu peito

Obviamente, falar desse jeito é generalizar demais. Isto é, estes três tipos de personalidade dos bebês não são absolutos. Uma criança pode ter uma porcentagem elevada de apatia misturada com uma parte de personalidade difícil, por exemplo.

Então, para você essa será uma criança fácil, um pouco incontrolável e às vezes apática, ou apática e às vezes confortavelmente compreensível, etc. Mas apesar de não ser uma classificação absoluta, serve de guia para entender o pequeno e aprender a tratá-lo segundo as peculiaridades do seu temperamento.

Qual é a personalidade do seu bebê?

Crianças de temperamento fácil

Segundo as pesquisas, 40% dos bebês são fáceis. Isto é, são educados com facilidade, não costumam apresentar problemas de temperamento, adquirem hábitos saudáveis com simplicidade, etc.

Estas crianças se adaptam muito bem às mudanças e aprendem a obedecer ordens logo cedo. Costumam ser sorridentes, tanto com as pessoas conhecidas quanto com as desconhecidas. Têm o temperamento que, a princípio, todo pai gostaria que seus filhos tivessem.

Crianças de temperamento difícil

As crianças de personalidade difícil representam 10% do total de bebês. Neste caso, precisam que os pais se vistam de paciência o tempo todo porque são crianças de tratamento muito complexo. De fato, são verdadeiros especialistas em colocar à prova a paciência dos pais.

Em geral, estes bebês se irritam com muita facilidade e não adquirem hábitos saudáveis sem esforço. Então, é preciso usar limites firmes, didática e amor para conseguir que sua conduta seja mais branda, já que têm a tendência de não se sentirem seguros e queridos, os que os torna desconfiados no seu jeito de ser.

“Um bebê é um cheque em branco para a raça humana.”
-Barbara Christine Seifert-

Bebê chorando

Crianças de temperamento apático

Em terceiro lugar estão as crianças com personalidade apática. Representam 15% dos bebês e a sua singularidade se estabelece na sua tranquilidade. Dificilmente reclamam e se adaptam às mudanças perfeitamente.

De fato, esse tipo de bebê apresenta certa indiferença com relação aos estímulos exteriores, o que não é necessariamente preocupante. São crianças que não costumam dar muita importância ao mundo exterior, o qual concebem como previsível e pouco surpreendente (pelo menos como mais previsível e menos surpreendente do que é para outras crianças da sua idade). Por outro lado, a sua indiferença para o que a rodeia não significa que estejam satisfeitos, é na verdade um indicador de conformismo.

Então, estes bebês precisam ser tratados como qualquer outro, procurando conter aqueles aspectos da sua personalidade que forem muito problemáticos e potencializando aqueles que não são. Neste sentido, conhecer o seu temperamento será importante quando quisermos ensinar alguma coisa. Por exemplo, as crianças muito dinâmicas irão aprender melhor se as deixarmos tentar e as formos corrigindo a medida que o fazem, enquanto para as crianças tranquilas podemos mostrar vários exemplos antes e depois deixá-las experimentar por si sós.

Por fim, haverá 35% das crianças que não respondem exclusivamente a estes padrões, de modo que possuem uma personalidade mista. Isto é, assim como dissemos, mostram características de uns e outros em porcentagens variadas.

Embora uma criança possa ser tranquila geralmente, diante de certas situações ou em estados específicos poderá reagir de forma difícil ou se mostrar apática. Não existe um padrão específico nem estático 100%, ainda que em todos os bebês seja possível identificar um predominante.

“Um bebê é algo que você leva dentro de você nove meses, nos seus braços três anos e no seu coração até morrer.”
-Mary Mason-

Agora, pegando este artigo como base, você saberia dizer qual é a personalidade do seu bebê? Embora os dados não sejam absolutos, podem ser muito úteis como guia. Neste sentido, aprender a entender nossos pequenos é fundamental se quisermos contribuir de forma inteligente para o seu desenvolvimento.

Recomendados para você