Quando a exigência demanda muito de nós

Quando a exigência demanda muito de nós

Última atualização: 16 março, 2022

Todos nós gostamos que as coisas corram bem. Mas também estamos cientes de que nossos planos ou aspirações nem sempre terminam como havíamos imaginado. Existem inúmeros fatores e imprevistos que são impossíveis de controlar e não alcançar os resultados esperados pode nos frustrar. Quando a exigência demanda muito de nós, isso pode causar problemas.

Há quem faça da conquista da perfeição uma meta obsessiva, que gera desconforto e insatisfação contínua. São pessoas excessivamente exigentes, cuja intransigência consigo e com os outros se torna um problema real. Viver em uma sociedade tão competitiva quanto a atual, às vezes nos impõe metas inatingíveis. No entanto, o importante é saber quando podemos exigir um pouco mais de nós mesmos ou quando é hora de tirar o pé do acelerador.

Ser muito exigente

Mulher estressada por sua demanda

Quando alguém exigente está ciente de seus fracassos e percebe que não pode alcançar o que se propôs a fazer, sente-se mal, culpa-se,  e esmaga-se por dentro. Essa atitude não beneficia, só gera sentimentos negativos como insatisfação. Uma insatisfação resultante de propósitos que nem sempre são completamente reais. É por isso que é tão importante aceitar que os erros fazem parte do dia a dia e que nem sempre tudo sairá como esperado.

Ser tão exigente, mais do que uma virtude, pode se tornar um defeito que nos traz problemas com nós mesmos e com os outros. As pessoas exigentes são muitas vezes tão intransigentes com os outros quanto consigo mesmas. Essa atitude não leva a nada de bom. Você não pode pedir a ninguém mais do que eles são capazes de dar, ou esperar que os outros sejam o que você quer que eles sejam. Nem todos temos as mesmas habilidades, nem os mesmos gostos, nem as mesmas aspirações, nem vemos a vida da mesma forma.

UM PROBLEMA DE AUTOESTIMA

A demanda excessiva gera estresse e ansiedade. Uma pessoa exigente busca constantemente a perfeição. Não conseguir gera insatisfação, uma emoção tóxica que leva à infelicidade. Além disso, tendem a ser suscetíveis e sensíveis a críticas, sejam elas construtivas ou destrutivas. Por exemplo, elas não suportam que alguém lhes diga como fazer as coisas.

A origem desta intransigência está geralmente associada a um problema de autoestima,  de não se aceitação. O primeiro passo será, portanto, aprender a nos respeitar, ou seja, amar-nos como somos, com nossas virtudes e defeitos.

Para não deixar a exigência se tornar um problema, prioridades e aspirações terão que mudar. Em vez de perseguir a perfeição, deve-se estar ciente das próprias limitações e também estar ciente das limitações dos outros.

Muitas pessoas projetam suas exigências nos outros causando problemas emocionais. Há pais que frustram a felicidade de seus filhos exigindo continuamente que sejam perfeitos. Isso gera nas crianças um potencial sentimento de culpa e insegurança, uma vez que seus pais as fazem sentir que eles nunca atendem às expectativas e também se sentem incapazes de fazê-lo.

Exigência e relacionamentos

Mulher exigente com seu parceiro

Exigências excessivas também podem afetar os relacionamentos, por isso será necessário saber medir os níveis de intransigência para não deteriorar ou terminar o relacionamento. Quando estamos em um relacionamento, tendemos a projetar nossas expectativas na outra pessoa. Mas o que acontece quando nossas expectativas não correspondem ao comportamento do nosso parceiro? Sofremos, ficamos com raiva.

Aqueles que são tão exigentes podem culpar o parceiro por ser a causa de sua infelicidade. Quando as expectativas não são atendidas, culpamos a outra pessoa. “Você não era assim antes, você mudou”. O cerne da questão é que todos nós mudamos com o tempo. Caso contrário, estaríamos ancorados em uma imobilidade que nos impediria de evoluir. Portanto, amar sem exigências é amar respeitando o crescimento pessoal do outro.

Ser uma pessoa exigente não precisa se tornar algo negativo se soubermos administrar e estabelecer limites. A exigência pode nos ajudar a atingir metas ou enfrentar desafios, algo que vai melhorar nossa autoestima. Mas temos que estar cientes de que, mesmo que coloquemos todos os nossos esforços em fazer as coisas direito, nem sempre obteremos os resultados esperados. A vida não é perfeita e as pessoas também não são.

This might interest you...
Problemas psicológicos derivados da autoexigência
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Problemas psicológicos derivados da autoexigência

Embora a autoexigência consciente possa nos ajudar a crescer, o exagero pode levar a alguns problemas psicológicos. Saiba mais sobre eles!