Quem muito espera se decepciona

Quem muito espera se decepciona

dezembro 20, 2015 em Psicologia 4773 Compartilhados

Dizem que quem muito espera se decepciona, e que quem nada espera se surpreende. É por isso que me parece muito mais atraente viver sem expectativas. Entretanto, é verdadeiramente difícil não esperar nada de ninguém…

Se você quer ter um problema, então coloque toda toda a sua ilusão em que aconteça alguma coisa ou em que alguém faça alguma coisa. Suas expectativas têm um poder maior para lhe machucar quanto mais esperanças você depositar nelas. Simples assim.

O certo é que a vida é um mistério que merece ser vivido. Neste sentido, o recomendável é não estar sempre preocupado com o que vai acontecer ou com como os outros vão se comportar conosco.

Estamos cansados de que nossos planos nunca deem certo, ou de sentirmos que nossos amigos, nossos companheiros ou nossa família nos falharam. Mas é muito complicado deixar de esperar que seu companheiro esteja em cada momento ao seu lado ou que seus amigos estejam sempre disponíveis.
Compartilhar

xadrez

Se pararmos para pensar sobre isso, nos daremos conta de que não é algo que nos afeta somente porque nos sentimos desapontados, mas sim porque estamos coagindo os outros e privando-os de sua liberdade de ação.

Para nos darmos conta disso, deveríamos pensar no que acontece quando alguém espera algo de nós. É verdade que, quando isso acontece, nos sentimos com uma certa “obrigação moral”?

Às vezes chegamos, inclusive, a agir contra nossa vontade somente para nos reafirmarmos. Isso acontece com muita frequência nas relações amorosas.

Quem muito espera se decepciona

Espere algo apenas de você mesmo

O ideal é que, para não nos decepcionarmos, não esperemos nada de ninguém. Devemos deixar que a vida flua como corresponde.
Compartilhar

Quando deixarmos de impor este tipo de trava a nós mesmos, vamos notar que tudo se torna muito mais simples, que podemos até dizer adeus às necessidades e que conseguimos descarregar as pedras da nossa mochila.

O objetivo final é emoldurar nossas expectativas em nós mesmos e não nos outros, pois assim conseguiremos evitar a decepção. Esse desencanto ou desilusão costuma produzir certa desconfiança e, portanto, estados emocionais indesejáveis e atitudes pouco saudáveis.

Estamos tão doentes de certeza que não conseguimos tolerar a incerteza nas nossas relações. Por essa razão, o único remédio que pode evitar que nos sintamos abandonados ou decepcionados é trabalhar nossos medos e nossos aspectos emocionais mais íntimos, de forma que não dependamos de outros para ser felizes.

Quer dizer, é muito angustiante pensar que a pessoa que você ama pode deixar de fazê-lo, mas cuide para que esse medo não leve a inseguranças e idealizações.

Ninguém precisa ficar com você o tempo todo. Cada membro do casal ter os seus próprios interesses não significa que os dois não se amam. Significa apenas que são pessoas diferentes.

Entretanto, se alguém nunca quiser a sua companhia, não se trata somente de uma questão de expectativas, mas sim de falta de respeito e de interesse.

Voltando ao assunto principal, se você não quiser se decepcionar, não se escravize esperando que os outros agirão como você considera certo. Não esteja continuamente preocupado com as jogadas dos outros, pois há partidas que precisamos jogar sozinhos.
Compartilhar
Recomendados para você