A saudade faz parte de mim - A Mente é Maravilhosa

Saudade…

Luciana Marques julho 25, 2017 em Emoções 1877 Compartilhados
Saudade que fica

Sabia que a palavra saudade só existe em português? E que ela é usada para falar de sentimentos de perda, falta, distância e amor?

Sentimentos tão fundidos e às vezes tão distantes. Como gostaríamos de sentir um, sem necessariamente ter de sentir o outro. Por que amar e perder? Por que amar e estar longe? Por que ter amor e ainda assim sentir falta de algo que já tivemos, de algo que se foi, de algo que se perdeu no tempo? Por que sentir saudades?

Depois de um tempo compreendi que a saudade é, por fim, um sentimento bonito e até gostoso de se sentir. Dói o peito, é verdade. Sufoca. Às vezes nos dá a sensação de que mãos apertam nosso coração a tal ponto que parece quase insuportável. Mas a saudade nos faz lembrar de coisas boas que vivemos. De pessoas especiais que simplesmente não puderam ficar em nossas vidas por escolha delas ou por nossas escolhas. Às vezes para seguir em frente você tem de escolher um caminho, e este caminho forçosamente pode te separar de lugares, pessoas, amores, sentimentos… mas você precisa ir.

Saudade no coração


É preciso ser muito covarde para escolher um caminho e abrir mão de sentimentos preciosos. Ou muito corajoso? Quem fica sofre, nos julga egoístas, frios, e até duvida da sinceridade do que sentimos. Mas quem parte… sente saudades. Quem abre mão de sentimentos, de uma história, de uma vida, de um amor, quem parte sabendo que por mais que doa, precisa ir por ali, leva a saudade no peito.

Uma saudade que entendi, não vai passar nunca. E por que deveria? Quantas vezes eu lutei contra a saudade, achando que ela cegava meu caminho, me fazia tropeçar. Brigamos e então, percebendo que ela era teimosa e nunca iria embora, passei a compreendê-la. 
 

A saudade faz parte de mim

Saudade que não se vai

Me remete ao passado feliz, ao triste, me faz valorizar o hoje quando me leva a rever situações anteriores. Me faz lembrar de pessoas que eu simplesmente não posso esquecer, porque fazem parte da história da minha vida, do meu livro. Do nosso livro podemos e devemos virar as páginas, mas não dá para arrancá-las.

Por isso sentir saudades às vezes dói, maltrata, traz uma nostalgia. Uma música, um cheiro, um lugar, uma foto e pronto… lá viajo eu no tempo na velocidade da luz e sinto saudade. Sentir saudades às vezes faz bem ao coração. Me sinto viva, me sinto vivida, sinto que cada segundo que se passou da minha vida ficou marcado e registrado em algum lugar no tempo… esse tempo que não volta mais…

Luciana Marques

Luciana Marques é curitibana, mãe de dois filhos. e se diverte como escritora. Escreve por amor e hobby desde pequena. Encontrou nas palavras uma maneira de transcrever os sentimentos e sua visão de mundo.

Ver perfil »
Recomendados para você