5 sinais que indicam que o medo está dominando sua vida

· outubro 6, 2018

O medo não é negativo por si só. Ele nos protege de possíveis ameaças e, às vezes, nos ajuda a sermos mais minuciosos e dedicados naquilo que fazemos. No entanto, também se trata de uma realidade que às vezes invade o dia a dia sem nos darmos conta. Simplesmente, de repente você descobre que o medo está dominando sua vida.

Para ser honesto, nem todo mundo está ciente disso. Às vezes, o medo está dominando sua vida, mas você não toma conhecimento disso. O medo é uma daquelas realidades que muitas vezes se mascara, se disfarça para passar despercebida e para continuar exercendo controle. Por isso às vezes é tão difícil identificá-lo.

“Os tímidos têm medo diante do perigo; os covardes, durante o mesmo; os valentes, depois”.
-Jean Paul-

Quando o medo está dominando sua vida, pode ser que você sinta que não avança ou que as coisas não funcionam. Você não atinge seus objetivos e o desconforto predomina mas, ainda assim, você não descobre que está sendo cercado pelo medo. Os seguintes sinais irão ajudá-lo a identificar se sua vida está invadida pelo medo ou não. Preparado?

Perfeccionismo

perfeccionismo extremo não é uma virtude, especialmente se estiver acompanhado de intolerância e ansiedade. Em vez de se tornar melhor ou de ajudá-lo a obter melhores resultados, muitas vezes simplesmente o leva a não desfrutar de nada.

Quando o perfeccionismo o atormenta, pode ser considerado um sinal de que o medo está dominando sua vida. É possível que no fundo você não queira melhorar as coisas, pois tem medo de não ser bom o suficiente ou ser rejeitado pelos outros. Talvez você também tenha medo de errar.

Homem tomado pelo medo

Não assumir nenhum risco

Este é um sinal inconfundível de que o medo está dominando sua vida. Evitar riscos a todo custo é parar de viver. É uma atitude que só leva a uma severa estagnação e, mais cedo ou mais tarde, à sensação de que a vida é chata ou sem graça.

Se você quer optar pelo seguro, vai acabar reduzindo o número de experiências ao mínimo. A ausência de risco é uma fantasia. O que acontece é que você tem medo de não ser capaz e, por isso, procura criar zonas de conforto e se estabelecer nelas para sempre.

Adiar, um sinal de que o medo está dominando sua vida

O medo é uma das razões pelas quais muitos problemas são adiados indefinidamente. Você deixa para depois por ter medo de chegar ao ponto em que precisa agir. O medo o impede de avançar à realização de suas tarefas e objetivos.

A coragem não é algo que aparece antes de realizar as coisas que requerem coragem. Pelo contrário, trata-se de uma realidade construída à medida que nos atrevemos a agir e avançamos nesse propósito. Deixar para depois, muitas vezes, só faz com que o medo cresça mais e mais, até se tornar impossível de superar.

Medo que faz adiar as tarefas

Desejo de controlar tudo

O desejo de controlar tudo é um claro sinal de insegurança. E a insegurança nada mais é do que o medo de ser, de se expressar plenamente, de se assumir com todos os erros e acertos que nos acompanham. Tentar ter tudo sob controle, paradoxalmente, é deixar que o medo controle nossa vida.

A incerteza é uma constante na vida. Na verdade, nada está totalmente sob controle. Existem muitas forças que escapam à nossa vontade, ao nosso desejo. Ser flexível e adaptável é um sinal de realismo e de força. Também de humildade. O desejo de controlar tudo é um caminho seguro para a angústia.

Repressão para falar

Quando falamos de repressão para falar, não nos referimos às dificuldades para fazer grandes discursos ou palestras. Há pessoas que relutam em dizer o que pensam ou sentem. E o fazem por medo. Medo da reação dos outros, medo de se comprometerem com suas palavras ou medo de se reafirmarem.

Homem dominado pelo medo

Não dizer o que você pensa e sente equivale a autoanulação. Quem renuncia a sua palavra renuncia ao seu ser. Além disso, renuncia à sua liberdade, que é pensamento e expressão. O medo de falar leva à invisibilidade, à morte simbólica.

Não há outra maneira de superar os medos além de enfrentá-los. Não se trata de se expor imprudentemente ao que o assusta, mas vale a pena empreender um processo que leve a recuperar a força que há em você. Se o medo está dominando sua vida, é hora de fazer algo para dominá-lo.