TDAH em adultos: o que sabemos sobre ele?

agosto 1, 2019
O TDAH não é um transtorno exclusivo da infância. O TDAH em adultos é uma realidade. Descubra como esse transtorno afeta a população adulta a seguir.

No início, pensava-se que o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) era um distúrbio da infância. No entanto, o TDAH em adultos também é uma realidade.

Ao mesmo tempo, pensava-se que os sintomas principais de hiperatividade, impulsividade e dificuldades de atenção se dissipavam durante a adolescência, mas esta crença estava equivocada.

Os estudos prospectivos que examinam os resultados a longo prazo do TDAH na infância indicam que esse transtorno pode persistir na idade adulta. Além disso, é possível que 2% dos adultos se encaixem nos critérios diagnósticos do Manual diagnóstico de transtornos mentais (DSM-IV TR).

O TDAH não é apenas coisa de criança

Foi comprovado que até dois terços dos jovens adultos conservam, pelo menos, um sintoma incapacitante de TDAH (Weiss, 1993). A expressão dos sintomas na idade adulta parece mudar conforme o transtorno avança.

Várias pesquisas do Maudsley Hospital, em Londres, indicam que a impulsividade e a hiperatividade parecem diminuir com a idade. No entanto, os problemas de atenção ainda estão presentes na metade da vida adulta.

Homem com pensamentos bagunçados

A genética influencia

Os estudos determinaram que o TDAH tem um forte componente genético. Existe um componente de hereditariedade de 60 a 90%. Isso significa que gêmeos idênticos mostram uma maior correspondência de sintomas de falta de atenção e de hiperatividade em comparação com gêmeos não idênticos.

O risco de que um pai com TDAH tenha um filho com o transtorno é de 57%. Mas nem tudo é herança genética no TDAH, pois parece que existe uma relação entre os genes e os riscos ambientais.

Esses fatores de risco incluem problemas congênitos, consumo de álcool e tabaco, traumatismos cranioencefálicos, etc.

Principais sintomas do TDAH em adultos

A falta de atenção, a impulsividade e a hiperatividade são os sintomas principais do TDAH. Na idade adulta esses sintomas estão intimamente associados com a desorganização, a má administração do tempo e habilidades inadequadas na resolução de problemas.

Vamos analisar alguns desses sintomas a seguir:

Problemas de atenção no TDAH em adultos

Os problemas de atenção costumam ser a reclamação principal do TDAH em adultos. Essas pessoas experimentam dificuldades para se concentrar em uma tarefa e mudar o foco de atenção quando é necessário.

Existem quatro facetas da atenção que costumam ser afetadas no TDAH (seletiva, dividida, mutável e contínua).

Esses problemas de atenção podem levar a muitos outros problemas no funcionamento cotidiano. Como exemplos, podemos citar as dificuldades para escutar, a incapacidade de finalizar tarefas e a facilidade de se distrair.

Para os adultos com TDAH, a dificuldade para manter a atenção pode ser o problema mais incapacitante. Esses adultos se esforçam para conseguir ficar envolvidos em atividades prolongadas, entediantes, repetitivas ou tediosas.

Em contrapartida, conseguem se concentrar sem dificuldade quando as atividades são motivadoras ou envolvem uma gratificação imediata.

Problemas na administração do tempo no TDAH em adultos

Os adultos com TDAH administram deficientemente seu tempo devido a suas dificuldades de atenção. Ao mesmo tempo, suas habilidades para se organizar são deficitárias. Esses problemas são mais marcados em adultos com TDAH do que nos jovens que apresentam o transtorno.

A habilidade de organizar e priorizar constitui um desafio para as pessoas que tendem a voar por aí como borboletas entre uma tarefa e outra. Isso se torna mais evidente quando uma atividade é trivial ou quando se sentem atraídas por uma tarefa que parece ser mais importante.

Dessa forma, as pessoas com TDAH respondem bem a uma estrutura imposta, particularmente em termos de organização de horários. É por isso que é imprescindível que elas trabalhem formas de se integrar a um planejamento, estabelecer prioridades e evitar a procrastinação.

Mulher estressada deitada no chão

Problemas de impulsividade e hiperatividade do TDAH em adultos

A impulsividade no TDAH está ligada a uma baixa tolerância à frustração. Essa característica é estável e duradoura no TDAH adulto e infantil.

As pessoas que têm TDAH parecem preferir as recompensas de curto prazo e ter uma incapacidade para esperar muito tempo pela gratificação. Isso pode levar a problemas com a espera.

O que acabamos de descrever é a razão pela qual as pessoas que têm TDAH podem parecer exigentes ou egocêntricas.

Além disso, as pessoas com TDAH têm dificuldade para considerar as consequências de seu comportamento antes de agir, já que as consequências de sua impulsividade podem piorar na vida adulta.

Um controle deficiente dos impulsos junto com um “mau temperamento” podem levar a um comportamento antissocial, violento, agressivo ou uma mistura desses aspectos.

Também pode levar, por exemplo, a multas por excesso de velocidade, violência no trânsito, acidentes e atos criminosos. Como podemos ver, o TDAH em adultos existe e suas consequências podem ser, em muitos casos, mais graves do que na infância.