7 tendências educacionais TIC em 2020

22 Maio, 2020
As 7 tendências educacionais TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação) que aterrissaram em 2020 em todo o mundo chegaram para revolucionar a formação que conhecemos hoje e levá-la a um novo nível tecnológico.
 

Muita gente diz que o futuro é agora. De fato, a ONU classificou esse ano como o ano do salto tecnológico, já que o gasto mundial destinado à transformação digital crescerá 40% em relação a 2019. Dessa forma, a partir do ponto de vista da formação, será importante conhecer as novas tendências educacionais TIC para 2020.

Neste ano de 2020, os pais, professores e educadores estão enfrentando um desafio com todas as mudanças geradas pela tecnologia da informação e a comunicação, muito superiores às mudanças geradas em momentos anteriores. É a hora de aprender e colocar novas ferramentas em uso. Estas, muito além de simples tendências, estão se tornando necessárias.

2020, o ano de implementação das tendências educacionais TIC mais esperadas

Como dissemos, segundo a ONU, este ano de 2020 é o ano do salto tecnológico. Dessa forma, será o ano da implementação definitiva das tendências educacionais que estão sendo desenvolvidas e trabalhadas há tanto tempo.

Nesse sentido, vejamos as mais importantes a seguir, que vêm dispostas a revolucionar as aulas dos nossos colégios e escolas.

Tecnologia na educação

Redes 5G

 

Para além da polêmica internacional que rodeia essa tecnologia, sua repercussão midiática ainda é justificada. Isso porque, graças às redes 5G, as conexões serão mais velozes e os alunos e instituições terão, mais do que nunca, facilidade em ter uma conectividade bastante elevada.

Agora, com as redes 5G, os resultados serão mais imediatos e o ensino a distância poderá ser adaptado através do telefone celular e do aprendizado XR – realidade estendida.

Blockchain

Muito além das criptomoedas e do famoso bitcoin, o blockchain, ou seja, as cadeias de bloqueios que sustentam essas tecnologias, dispõem de aplicações muito potentes em diversos campos, inclusive no âmbito educacional.

2020 é o ano em que a tecnologia blockchain dará um salto na sua aplicação no que diz respeito à proteção da propriedade intelectual, à administração de bens e serviços e à segurança alimentar. Todos esses são contextos que poderão ser usados, da mesma forma, em centros de educação segundo seus objetivos pedagógicos.

Cibersegurança e inteligência artificial

A inteligência artificial se soma à cibersegurança e também aparece com força nos sistemas educacionais associados às TICs para aumentar a velocidade, melhorar o alcance da análise de dados e aumentar o potencial da tecnologia 5G, assim como melhorar os conhecimentos dos alunos em alfabetização digital.

Privacidade e ética digital

Um sério problema que muitos pais e educadores encontram em relação aos seus filhos é a definição de limites. No mundo online, crianças muito jovens não entendem a responsabilidade que devem ter ao resguardar sua privacidade pessoal, e nem que devem agir com ética.

 

Por isso, este ano serão implementados novos recursos para melhorar a alfabetização informacional. Dessa forma, será implementado um ensino de boas práticas aos alunos, para que eles ajam com ética digital e saibam proteger sua parcela de vida privada.

Hiperautomação

É uma combinação de aprendizagem múltipla e autônoma. Usa ferramentas de software para automatizar processos digitais, que são tendência no uso das inteligências artificiais para analisar, desenhar e gerir um desenvolvimento adequado do uso de TICs.

Edge computing

O edge computing pode ser definido como uma localização a partir da qual são oferecidos serviços tecnológicos. É como uma espécie de nuvem híbrida que está acessível de forma online para combinar serviços públicos que gerenciam outras pessoas ou entidades públicas e privadas.

Permite o uso de tecnoogias, realidade virtual e internet das coisas, e será impulsionada pela implementação do 5G, que vai acelerar a transferência de dados.

“Dado que vivemos em uma época de inovação, uma educação prática deve preparar o homem para trabalhos que ainda não existem e não podem ser claramente definidos”.
-Peter F. Drucker-

Edge computing
 

Machine Learning

Outra disciplina científica que também é bastante relevante é o machine learning, que deriva da inteligência artificial. Ela consiste na criação de sistemas que, de forma automática e autônoma, são capazes de aprender por meio da identificação de padrões entre big data e grandes quantidades de dados.

Para isso, usam algoritmos que predizem comportamentos futuros, ou seja, aprendizagem adaptativa. Por isso, o mundo educacional será beneficiado pela velocidade da internet e por melhores conexões.

Já conhecemos essas 7 tendências educacionais TIC para 2020 que vão dar muito o que falar neste ano e nos próximos. É importante estar atualizado para se adaptar ao que está por vir, dado que as mudanças serão muito positivas.

 

Harvey López I.V., Cabero J., Díaz R. (2011). La Gestión de la Innovación en la práctica educativa con las TIC: Escuela de Educación. Editorial Académica Española: Venezuela.