A teoria ecológica de Bronfenbrenner

· agosto 3, 2018

A teoria ecológica de Bronfenbrenner é uma das explicações mais aceitas sobre a influência do meio social no desenvolvimento das pessoas. Esta hipótese defende que o ambiente em que crescemos afeta todos os planos da nossa vida. Assim, nosso modo de pensar, as emoções que sentimos ou nossos gostos e preferências seriam determinados por vários fatores sociais.

Desde a sua criação, a teoria ecológica de Bronfenbrenner serviu de base para os estudos de muitas disciplinas. Por exemplo, a psicologia do desenvolvimento e da sociologia vem diretamente dela. Foi criada pela primeira vez em 1979, em uma obra intitulada A ecologia do desenvolvimento humano. Neste artigo, veremos exatamente em que consiste e quais são seus pontos mais importantes.

A teoria ecológica de Bronfenbrenner

Explicação da teoria ecológica de Bronfenbrenner

Urie Bronfenbrenner, criador dessa teoria, observou que o modo de ser das crianças mudava de acordo com o contexto em que cresciam. Por isso, decidiu estudar quais eram os elementos que mais afetavam o desenvolvimento infantil a esse respeito. O psicólogo entendia o ambiente como um conjunto de sistemas que se relacionavam entre si. Inicialmente ele identificou quatro deles, embora em versões posteriores um quinto tenha sido incluído.

Os cinco sistemas estão relacionados entre si. Desta forma, a influência de um deles no desenvolvimento da criança depende do seu relacionamento com os outros. Além disso, estão organizados desde os mais próximos da criança, até os mais distantes dela.

Por outro lado, uma mudança de ambiente pode influenciar a pessoa. Assim, é normal que o modo de ser de alguém que se muda para outra cultura mude. O mesmo pode acontecer quando alguém muda de papel social dentro de um dos sistemas. Do mais próximo à pessoa até o mais distante, os cinco sistemas da teoria ecológica de Bronfenbrenner são os seguintes:

  • Microssistema
  • Mesossistema
  • Exossistema
  • Macrossistema
  • Cronossistema

Vamos ver como cada um deles é definido.

1- Microssistema

O microssistema é formado pelos grupos que têm contato direto com a criança. Embora possam existir muitas possibilidades diferentes, algumas das mais importantes são a família e a escola. A relação entre esse sistema e o desenvolvimento da criança é evidente, mas ocorre em ambas as direções.

Assim, as crenças dos pais afetam diretamente a forma como a criança acabará sendo. No entanto, ela também é capaz de modificar as perspectivas de seus familiares. O mesmo acontece com a escola e com o restante dos grupos que fazem parte do microssistema.

2- Mesossistema

O segundo sistema descrito pela teoria ecológica de Bronfenbrenner é formado pelas relações existentes entre os elementos do primeiro nível. Desta forma, a relação dos pais com os professores, por exemplo, terá um impacto direto sobre a criança.

Colegas em reunião de trabalho

3- Exossistema

O terceiro nível também tem a ver com elementos que afetam a vida da criança. No entanto, não tem um relacionamento direto com eles. A influência no desenvolvimento da pessoa, portanto, ocorre por meios indiretos.

Um exemplo de exossistema seria, por exemplo, a empresa em que os membros da família da criança trabalham. Isso afetaria o modo de pensar, o tempo livre ou o bem-estar dos pais. Portanto, também teria um impacto significativo na vida da pessoa.

4- Macrossistema

O último dos quatro sistemas originalmente descritos pela teoria ecológica de Bronfenbrenner é o macrossistema. Seria formado pelos elementos da cultura em que a pessoa está imersa, que afeta todos os outros. Por exemplo, os valores da mesma ou a existência de uma religião oficial.

Nesse caso, a influência ocorreria porque esses elementos determinam como os outros sistemas podem ser expressos. Assim, isso não aconteceria de forma direta, mas modificando o restante dos grupos que afetam a vida da pessoa.

5- Cronossistema

Esse último sistema foi incluído em versões posteriores da teoria. Refere-se ao momento da vida no qual a pessoa se encontra em relação às situações que está vivendo. Por exemplo, a morte de um ente querido é interpretada de forma diferente, dependendo da idade.

A teoria ecológica de Bronfenbrenner não é perfeita, mas tem aplicações em muitas disciplinas. Apesar de não levar em conta fatores biológicos, é uma das melhores explicações que existem sobre como diferentes grupos sociais influenciam a vida de uma pessoa.