3 truques de linguagem corporal que farão você parecer mais simpático

· maio 20, 2016

Alguma vez você já teve uma boa ou má impressão de alguém sem nem sequer trocar uma única palavra? Você é do tipo de pessoa que não entende por que os outros têm preconceitos contra você? Gostaria de ser uma daquelas pessoas que são bem recebidas desde o primeiro momento, daquelas que causam uma boa impressão e que os outros tratam como se as conhecessem a vida toda? A resposta está na sua linguagem corporal.

Seu corpo envia sinais durante todo o tempo. Não é apenas a sua voz que fala por você. Você diz algo até mesmo quando está calado. Se o que você quer é causar uma primeira impressão melhor e parecer mais simpático, ser engraçado ou tentar estar presente em todas as conversas, saiba que as palavras não são a única coisa que vai determinar a impressão que as pessoas têm de você. Aliás, pode ser que isso nem sirva para nada.

Se você deseja causar uma melhor impressão nos outros, pode fazer isso sem abrir a boca. A forma de mover os olhos, a maneira de se sentar ou de mover suas mãos e outros vários gestos, aparentemente insignificantes, podem ajudá-lo a criar uma boa impressão.

Preste atenção na sua atitude, expresse-a com seu corpo

A mente humana é crítica em relação ao que vê, e graças a isso evoluímos como espécie. Em uma fração de segundos, nossa mente é capaz de identificar se uma pessoa é uma ameaça ou se é útil para a nossa sobrevivência. É tudo questão de instinto.

Neste sentido, nossa linguagem corporal é o que nos trai. Ao tomar uma atitude sobre essa linguagem corporal, podemos “enganar” o instinto dos outros para que seja mais fácil estabelecer relações.

Amigos conversando com linguagem corporal

Só que, além da manipulação da percepção do outro, agir sobre a nossa linguagem corporal nos permite estar mais seguros de nós mesmos e nos expressarmos da forma que desejamos. Não prestar atenção na nossa linguagem corporal pode enviar uma mensagem contraditória à que realmente queremos expressar.

Por isso é necessário prestar atenção na atitude. Se você coloca uma barreira com a sua postura ou com a sua forma de estar, não está dando aos outros a oportunidade de conhecê-lo. Se você agir como um bobo, pensarão que você é bobo. Se se fizer de esperto, pensarão que você é um pedante. Se for metido, as pessoas provavelmente o verão como um idiota. Por isso, se quer parecer simpático, aja como tal e preste atenção na sua atitude.

Mas que tipo de atitude tem uma pessoa simpática? Além de evitar as atitudes bastante conhecidas, como qualquer um dos exemplos anteriores, o segredo para ter uma atitude simpática é se preocupar com o outro, ver o que você pode fazer para ajudar os outros, mas sem insistir nem abusar. Trata-se de se mostrar disposto e útil, mas sem exagerar.

Preste atenção na sua postura e melhore a sua linguagem corporal

A postura, como parte da nossa linguagem corporal, influencia o segundo julgamento imediato que as pessoas fazem dos outros. Entre outras coisas, vemos na postura do outro o que ele pensa sobre si mesmo, permitindo que tenhamos uma ideia sobre que tipo de pessoa ela é.

Para encontrar uma postura positiva, você deve estar ereto e relaxado. Seu corpo é submetido a duas forças, uma que te ancora ao chão e te enraíza com a terra, e outra que te eleva, que te faz olhar para frente e seguir em frente. Seus ombros devem estar ligeiramente para trás, para permitir que seu torso se expanda em cada respiração, que deve ser pausada. Para melhorar a aparência e a postura, procure manter as pernas ligeiramente afastadas e as costas retas, sem rigidez.

Isso que parece ter saído de uma sessão de ioga é o que diferencia uma pessoa com uma atitude arrogante ou prepotente de outra que se comunica com o seu ambiente, o que diferencia uma pessoa derrotada e pessimista de uma com vontade de viver e desfrutar da vida.

Além disso, você deve mostrar uma postura aberta quando fala com outra pessoa, sem cobrir o peito com os braços, parecer recolhido sobre si mesmo ou chegando para trás, se afastando da pessoa com quem está falando. Isso mostra confiança e conforto. Além disso, você deve evitar se apoiar sobre objetos ou brincar com algo em suas mãos, já que isso mostra passividade e insegurança.

Amigos conversando sentados com linguagem corporal

Sorria e cumprimente

Não importa como você se sente, se conhece ou não as pessoas que estão em um lugar ou que chegam onde você está. Se quiser parecer simpático, sorria sempre e cumprimente. Não importa se a outra pessoa não é capaz de sorrir de volta ou se ficar muda, e também não importa quantas vezes já a tenha visto essa semana ou esse dia. Sorrir e cumprimentar deve ser um hábito. Faça isso sempre.

Não é preciso cumprimentar com gritos ou tentar chamar a atenção da outra pessoa ou de um grupo. Simplesmente sorria e acene, estabelecendo contato visual de forma individual e cumprimentando com um leve gesto com a cabeça, mesmo que não conheça a pessoa. Para quem conhece, aproxime-se devagar, mesmo que não conheça assim tão bem. Isso demonstra confiança e mostra uma atitude aberta que não passará despercebida pelos outros.

Um velho truque que funciona muito bem quando você não conhece ninguém ou quer parecer uma pessoa sociável e simpática é cumprimentar seus amigos imaginários de forma natural e sem trejeitos. As outras pessoas não têm uma visão de 360 graus capaz de controlar tudo o que ocorre ao seu redor. Mas todo mundo gosta de se relacionar com pessoas populares.

Além disso, o sorriso deveria ser parte da sua expressão facial como um padrão. Não é questão de forçar a boca, mas de interiorizar o sentimento de felicidade, de agir como se realmente estivesse vendo ou vivendo algo que você gosta. Isso fará com que o seu rosto esteja relaxado, principalmente na área da testa, e com que o seu olhar seja muito mais gentil.