Às vezes me sinto invisível – A mente é maravilhosa

Às vezes me sinto invisível

abril 16, 2015 em Emoções 0 Compartilhados
me sinto invisível

Pode ser que esta seja uma sensação que você já sentiu, ou inclusive que você sinta muito frequentemente: ter a impressão de que sua voz nunca é ouvida, de que as decisões são tomadas sem levar em conta a sua opinião, ou de que o mundo avança, mas você não está avançando junto e de que ninguém sente a sua falta. Essas não são situações isentas de perigo, se não aprendermos a dizer em voz alta aquilo que sentimos e pensamos, pouco a pouco o mundo irá nos engolir no esquecimento; nos dando apenas um segundo plano, no qual acabaremos desaparecendo. E não podemos permitir que isso aconteça, pois cedo ou tarde cairemos em depressão ou, o que é pior, deixaremos que as outras pessoas falem por nós para, assim, acabar vivendo uma vida que não é a nossa.

O que é a assertividade?

A assertividade é uma estratégia da comunicação, mediante a qual as pessoas manifestam suas ideias, sentimentos e defendem seus direitos. A agressividade não é usada, muito pelo contrário, devemos ser conscientes de saber explicar as coisas de modo consciente e claro, de forma direta e expondo nossos sentimentos. Trata-se de transportar nosso mundo interior para o exterior, para deixar claro como nós somos e do que precisamos. E, mais, deixar bem claro até onde podemos chegar.

Como conseguir ser assertivo?

Devemos aprender a nos comunicar de forma aberta e clara, e isso requer certa prática pois, às vezes, sentimos medo, ou passamos muito tempo sem dizer nossos pensamentos em voz alta, nos mantendo sempre nesse silêncio seguro, pois acreditamos estar mais protegidos. Mas isso é um erro.

Analise sua realidade: Em que situações você faz aquilo que não deseja? O que você poderia fazer para mudar esta situação?

Aprenda a se comunicar: comece a falar em primeira pessoa. Ex: “eu acho, eu acredito, eu sinto…”.

Escute com respeito o que os demais dizem, mas pense se está ou não de acordo com eles. Se não estiver, argumente o por quê.

– Se não se atreve a dizer suas ideias em voz alta, tente andar sempre com um caderninho, escreva nele suas ideias, seus sentimentos. Argumente, por escrito, estes sentimentos e depois diga-os em voz alta. Tente treinar a si mesmo para que possa comunicar suas ideias para os demais.

– Lembre sempre que você tem o direito de dizer “NÃO”.

Peça o que precisa, diga o que pensa e expresse o que sinta. Lembre-se de que se os outros fizerem as coisas por você, você não estará vivendo a sua vida.

Aprenda a se valorizar, pense em tudo aquilo que você já alcançou em sua vida e acredite que você tem o direito de ser feliz. Para encontrar sua felicidade, você deve viver com integridade e de acordo com suas crenças e pensamentos. E tudo isso só pode ser dito por você.

Falar com assertividade significa que você está agindo com democracia; não é necessário ser agressivo nem gritar. Encontre o equilíbrio necessário para expressar o que sente, mas sempre respeitando a vez dos demais.

Sabemos que, quando alguém vive muito tempo agindo de modo passivo, é difícil abrir as asas e se movimentar pelo mundo da assertividade, mas a motivação e o empenho em melhorar nossa situação devem ser suficientes para conseguir avançar um dia de cada vez, de minuto a minuto. Cada palavra é importante, cada ato está de acordo com nossa vida e todos nós merecemos ser felizes. Deixe de lado a sua invisibilidade.

Recomendados para você