Você sabe o que pode fazer pela sua vida?

Você sabe o que pode fazer pela sua vida?

outubro 29, 2015 em Emoções 2 Compartilhados
Você sabe o que pode fazer pela sua vida?

Traçar propósitos ou definir metas para mudar ou começar algo benéfico é muito comum quando chega um novo ano ou começa uma nova etapa, mas um aniversário também pode ser um bom momento para isto.

Estas metas apontam, ou deveriam apontar, para termos uma vida mais feliz, o que costuma estar relacionado com uma vida mais saudável. Não em vão, perder peso, fazer exercício ou deixar de fumar são três das metas mais comuns.

Muitos pensam que estas metas não servem para nada, talvez por experiência própria. Contudo, um estudo da Universidade de Scranton, nos Estados Unidos, revelou que apenas 8% das metas de Ano Novo são alcançadas. Este índice de êxito baixo se deve, principalmente, ao fato de que as nossas metas costumam estar focadas na autocrítica, mais do que em aspirações ou desejos reais.

Passar os nossos desejos pelo filtro da autocrítica apenas nos prepara para o fracasso. Ao contrário, colocar as nossas metas de outra forma, como objetivos alcançáveis e gratificantes, ajuda a aumentar a qualidade de vida, o que significa ser mais feliz.

6 conselhos para ser mais feliz na sua vida

1. Ser mais consciente

Meditar sobre os seus propósitos, sobre o que você realmente deseja, é de grande ajuda para alcançar seus objetivos. Passamos muito tempo nos preocupando com os outros e muitas vezes os nossos propósitos estão focados no mundo exterior.

Isto leva ao enfraquecimento, do mesmo jeito que se enfraquecem as relações com os outros. Outras vezes, falhamos nas nossas intenções porque nos colocamos como dependentes dos outros para consegui-las.

Contudo, uma reflexão consciente de por que queremos conseguir algo nos colocará no centro, e evitará que qualquer elemento externo lance por terra os seus esforços e coloque as suas metas em debate.

2. Exercícios para uma mente saudável

Entrar em forma é dos propósitos “estrela” cada vez que começa um novo ano ou uma nova etapa. Contudo, o exercício físico tem mais recompensas do que parece. 

Neste sentido, Daniel Siegel e Davi Rock desenvolveram um programa de sete atividades mentais essenciais para fazer diariamente, com o objetivo de otimizar a massa cerebral e ter mais bem-estar.

Uma destas atividades implica “tempo físico”, no qual a pessoa faz exercícios aeróbicos orientados a fortalecer o cérebro. Este programa é chamado The Healthy Mind PlatterO exercício não apenas torna a pessoa mais forte fisicamente, mas também mentalmente. Está demostrado que o exercício aeróbico ajuda a combater o estresse e a depressão.

3. Dormir bem

Dormir bem, dormir o suficiente… não me canso de repetir isso. A maioria de nós é consciente da importância de comer bem e de fazer exercício (ainda que não façamos isso no dia a dia). No entanto, custamos a assimilar que dormir o suficiente é importante.

Muitas vezes roubamos tempo do sono para trabalhar ou para estudar, sem termos consciência de que um bom descanso nos faz muito mais produtivos e eficazes. Nos sentimos culpados, nos sentimos inclusive preguiçosos, e preferimos o sacrifício. Que cruel é essa voz interior que nos atormenta, não é mesmo? Outras vezes, é a própria procrastinação a que atrasa o nosso momento de ir para a cama.

Segundo William C. Dement e Christopher Vaughan, autores do livro The Promise of Sleep, está demonstrado empiricamente que o sono saudável é o fator mais importante para prever a longevidade, mais influente inclusive do que a dieta, o exercício ou a herança genética. Estes autores relacionam a falta de sono com doenças do coração, acidentes de trânsito e “desvantagens mentais e psicológicas imensuráveis”.

Além disso, as pesquisas mostram que a perda de sono prejudica o nosso rendimento cognitivo, enquanto que uma boa quantidade de sono melhora a cognição.  Dormir bem é um objetivo que todos devemos ter em nossas vidas.

4. Distanciar-se do passado

Definir objetivos vem acompanhado de uma revisão do que queremos mudar em nós mesmos. Se você quer mudar para ser mais feliz, para viver mais e melhor, é preciso saber quem você deseja ser, que vida quer viver e por que o deseja assim, sem se esquecer de analisar o que é preciso fazer para consegui-lo.

Isto nos ajuda a nos distanciarmos do passado e a não arrastá-lo conosco nesta nova etapa. Sem querer, os nossos novos comportamentos costumam se basear nos passados, esses que nos impedem de avançar. É preciso deixá-los para trás e olhar para a frente.

5. Desafie o seu crítico interior

Ignore essa voz que lhe impede de fazer o que quer, essa que lhe diz que você não é assim, ou que não há problema em adiar suas conquistas; essa voz que insiste em lhe lembrar que você já não tem idade para fazer algo, que já é tarde para você ou que o esforço não vale a pena. Você precisa ser capaz de identificar o seu próprio inimigo interior e enfrentá-lo. Assim, você se tornará mais forte e também mais livre.

6. Rumo a uma mudança duradoura

Adote uma abordagem proativa e positiva a respeito dos seus objetivos e permita-se a oportunidade conseguir estabelecer uma mudança duradoura. Os seus propósitos e decisões devem estar orientados a tirar o melhor de si mesmo.  Você deve ser valente com a sua própria batalha para conseguir desafiar e vencer comportamentos profundamente arraigados e se libertar.

Você viverá mais. Viverá melhor. Viverá mais feliz.

Recomendados para você