Você tem uma personalidade egocêntrica? 

· setembro 6, 2018

A personalidade egocêntrica é um conjunto de características e comportamentos que costumam estar ligados à arrogância, à ambição e, em alguns casos, ao exibicionismo. As pessoas que manifestam este tipo de comportamento tendem a pensar que são o centro dos olhares, das preocupações e atenção dos demais.  

Assim, o egocentrismo define aquelas pessoas para as quais a opinião dos demais não tem importância, enfatizando apenas as próprias opiniões. Quando dizemos que alguém é egocêntrico, estamos dizendo que essa pessoa só vê o mundo a partir do seu próprio ponto de vista.

A pessoa egocêntrica carece de capacidade de empatia e não se importa com as consequências de seus atos sobre os demais. Vamos nos aprofundar nisso.

O desenvolvimento da personalidade egocêntrica

Nos primeiros anos de nossa vida, todos nós somos egocêntricos pelo simples fato de que ainda não desenvolvemos a capacidade de pensar nos demais. No entanto, à medida que alcançamos a maturidade e nosso sistema cognitivo vai se desenvolvendo, os outros tornam-se visíveis em nossa mente como indivíduos independentes. 

O psicólogo suíço Jean Piaget estudou o egocentrismo como parte do desenvolvimento infantil. Observou que as crianças pequenas parecem cognitivamente incapazes de assimilar a perspectiva de outra pessoa. Assim, por exemplo, quando brincam de esconde-esconde tendem a tampar os olhos pensando que, como eles não podem ver, os demais também não poderão encontrá-los.

Homem egocêntrico e narcisista

Na adolescência, a personalidade egocêntrica torna-se presente principalmente na relação com os iguais. Os jovens pensam que são os mais especiais e muito mais importantes que os demais. Isso faz com que se considerem o centro das atenções, já que se consideram os únicos que, pelo que dizem ou fazem, despertam interesse.

Além disso, se sentem incompreendidos pois acreditam que os demais, fundamentalmente os adultos, não têm, nem tiveram, sentimentos parecidos aos seus.

Uma vez alcançada a maturidade, essa sensação de exclusividade vai ficando para trás, conforme entendemos que existem diferentes pontos de vista e perspectivas.

No entanto, há pessoas que mantêm como parte de seu ser este traço egocêntrico, que na psicologia é considerado um viés cognitivo. Ou seja, uma distorção no processamento de informação que leva a interpretar de forma errônea o que acontece ao redor.

“A barragem se satisfaz pensando que os rios existem só para lhe fornecer água”.
-Rabindranath Tagore-

5 características que definem a personalidade egocêntrica

Agora que já sabemos no que consiste o desenvolvimento do egocentrismo e que, de alguma forma, todos já vivemos isso em nossa infância e adolescência, vamos explicar as principais características que estão presentes na personalidade egocêntrica.

Falta de empatia

A falta de empatia na personalidade egocêntrica implica uma falta de capacidade ou dificuldade para sair de si mesmo e poder entender o que a outra pessoa sente ou vive.

A pessoa pouco empática vive imersa em sua realidade e ignora o mundo dos demais, seus problemas e seus sentimentos. Dará atenção de forma egoísta e pouco comprometida com o seu entorno e pensará que todos devem agir, pensar e sentir como ela.

Metas inalcançáveis

Os egocêntricos, devido aos seus sentimentos de grandeza, se concentram na busca constante pelo sucesso, poder, amor e riqueza com o objetivo de serem os melhores. Portanto, a luta para alcançar estas metas não realistas costuma causar frustração.

Em muitas ocasiões, isso vai acabar levando a uma sobrecarga de estresse e ansiedade que vai afetar de forma agressiva a autoestima. Além disso, seus objetivos inalcançáveis vão repercutir diretamente no entusiasmo futuro na hora de planejar novas metas. 

Falta de autoestima

A personalidade egocêntrica caracteriza-se por um grande disfarce de segurança para com os demais, mas que na verdade oculta um profundo sentimento de insegurança e baixa autoestima. A segurança artificial que trasmitem deve-se a acreditarem que tudo o que pensam é verdade, pelo simples fato de que suas opiniões valem mais que as do resto.

Segundo o psicanalista Erich Fromm, o egocentrismo é um mecanismo de defesa. Ou seja, seria uma estratégia psicológica inconsciente para não enfrentar a realidade e manter a autoimagem.

Mulher com personalidade egocêntrica

Exibicionismo

A personalidade egocêntrica também se manifesta em certas atitudes, como a motivação pelo prazer ao se sentir elogiado e admirado. Isso costuma ser observado no desejo excessivo de esperar ser recompensado com elogios pelos demais, e também em uma necessidade permanente de monopolizar atenção.

Por outro lado, o egocêntrico precisa de uma admiração incondicional através do controle de ideias, ações e comportamentos daqueles que o cercam. 

Manipulação ou chantagem emocional

Os egocêntricos utilizam a chantagem emocional e a manipulação contínua para compensar seus sentimentos de insegurança. Só se interessam pelos demais para obter algo em troca.

“Algumas pessoas não entenderam que a Terra gira ao redor do Sol, não delas.”
– Quino-

Como vimos, as características mais comuns deste tipo de personalidade podem representar um problema tanto para a pessoa quanto para as relações que ela mantém com os demais. Entretanto, identificar o egocentrismo é o primeiro passo para aprender a lidar com ele e ir em direção à mudança.