Yoga para iniciantes: a arte de harmonizar o corpo e a mente

Yoga para iniciantes: a arte de harmonizar o corpo e a mente

Março 22, 2018 em Psicologia 0 Compartilhados
Yoga para iniciantes: a arte de harmonizar o corpo e a mente

Existe um yoga para iniciantes para quem se adentra nessa disciplina física e mental por simples curiosidade, ou para quem busca um tipo de terapia alternativa para aliviar o estresse, a ansiedade ou os transtornos do sono. Seja qual for a nossa motivação, existe uma série de posturas (asanas) que nos permitirão iniciar de forma simples a prática de yoga para descobrir seus grandes benefícios.

Muitas vezes costuma-se dizer que quem integra a prática do yoga no seu dia a dia já não volta a ver a vida da mesma forma; alguma coisa muda. Pode parecer um exagero, principalmente se vemos esta disciplina como um conjunto de exercícios limitados a executar uma série de posturas; mas, no entanto, o yoga é muito mais do que isso. Porque o yoga transcende ao plano físico para chegar ao mental e ao emocional, favorecendo um equilíbrio que se vivencia em todos os planos da nossa realidade.

A palavra yoga vem do sânscrito e significa união, associando-se, por sua vez, às práticas de meditação do hinduísmo, do budismo e do jainismo.
Compartilhar

Estamos diante de um exercício capaz de se expandir em todas as áreas do nosso ser: garante um corpo que seja ao mesmo tempo mais resistente e mais flexível, uma mente mais focada e, segundo dizem, até mesmo um espírito mais nobre e receptivo. Exagero ou não, esta é uma prática bem reconhecida por organizações como a Associação Americana de Psicologia (APA), que apoia com várias pesquisas os benefícios que ele fornece, acima de tudo para a nossa saúde mental.

É sempre um bom momento para ter novas experiências e, se elas forem positivas e ao mesmo tempo gratificantes, vale a pena dar o primeiro passo e perceber que impacto tem sobre nós esta prática originária da Índia, cuja palavra procede do sânscrito e significa “união”.Yoga para iniciantes

Yoga para iniciantes: aprender a escutar o corpo e a mente

Existe um yoga para iniciantes e um yoga para quem já conhece as necessidades de seu corpo e as posturas que favorecem o equilíbrio e o bem-estar dia após dia. Antes de tudo, devemos mencionar algo importante: se nunca tivermos praticado esse tipo de exercício, não é aconselhável forçar o nosso corpo ou começar com técnicas complexas. Caso contrário, corremos o risco de causar uma lesão desnecessária.

Portanto, o ideal é começar com calma para entender como essa prática funciona e o que ela fornece. Porque, como dissemos no início, não se trata apenas de fazer uma série de posturas com nosso corpo. O yoga combina o alongamento com a respiração profunda e a meditação. O yoga nos proporcionará tudo isso aos poucos, e se formos consistentes, também permitirá uma condição física melhor, flexibilidade, maior capacidade pulmonar, uma frequência cardíaca mais harmoniosa e menos dor nas articulações.

Vale a pena experimentar, mas vamos fazê-lo com equilíbrio começando primeiro com essas técnicas que se integram ao que é conhecido como yoga para iniciantes.

1. A postura do guerreiro

Na prática do yoga realizamos o que conhecemos como “asanas” (posturas), o que nos ajudará a favorecer um diálogo íntimo e silencioso com nosso próprio corpo para nos conhecermos um pouco melhor e aceitarmos nossa realidade física e mental. Assim, entre o conjunto dessas asanas, encontramos aquelas que constituem um bom exercício na medicina preventiva e que são perfeitas para começar na prática do yoga. A postura do guerreiro é uma delas. Vamos ver abaixo como podemos executá-la.

Fazer ioga

  • Posicione-se em pé sobre um tapete.
  • Separe as pernas e gire o pé da perna da frente 90º e o outro, 60º.
  • Sinta o chão debaixo da sola dos pés, porque é aí que você tem o seu ponto de apoio e onde sua força emerge.
  • Agora, pouco a pouco, dobre a perna esquerda até a coxa estar paralela ao chão.
  • Tenha atenção para que seu joelho esteja alinhado com o calcanhar.
  • Mantenha as costas retas e agora levante os braços.

2. Postura do cachorro olhando para cima

No yoga para iniciantes encontramos as asanas mais básicas, onde a postura do cachorro olhando para cima e a do cachorro olhando para baixo são, sem dúvidas, as mais comuns. No entanto, caso nunca tenhamos praticado yoga, começaremos com a primeira asana, já que é a mais simples.

Mulher fazendo yoga

  • Deite com a barriga para baixo no tapete.
  • Agora, coloque as mãos com as palmas abertas na largura dos ombros para elevar o corpo aos poucos.
  • Estique os braços ao mesmo tempo em que inclina as costas para trás.
  • Em seguida, levante também os quadris e os joelhos do chão. Toda a força deve cair sobre os braços.
  • Tente unir as omoplatas, sem forçar, de forma que o esterno vá para frente. Também não é aconselhável sobrecarregar a parte inferior das costas.

3. A postura do sapateiro

Você vai adorar esta postura. Também conhecida como “baddha konosana” ou borboleta, ela é ideal para todo iniciante e uma das mais importantes dentro do yoga. Estes são os passos de devemos seguir:

Ioga e meditação

  • Sente-se no chão com as costas eretas. Agora dobre seus joelhos e junte as solas dos seus pés. Não é necessário fazer força, trata-se de procurar uma postura com a qual nos sintamos bem, mas sem sentir dor.
  • Sinta como os joelhos caem para os lados, puxando ligeiramente as coxas e a virilha.
  • À medida que você se sentir mais confortável, desça os joelhos um pouco mais, levando o peso para os glúteos, mas sempre mantendo as costas retas.
  • Agora pegue o dedão dos pés e tente separá-los um pouco. Observe como a pressão em seus calcanhares aumenta.

4. Postura da criança estendida

Dentro do yoga para iniciantes, a postura da criança estendida ou o Utthita balasana é, sem dúvidas, uma das mais conhecidas e relaxantes. Depois de conhecê-la e praticá-la, você sempre tentará encontrar um momento durante o dia para retornar a esta asana tão catártica e benéfica. Estes seriam os passos a seguir:

Mulher fazendo ioga

  • Ajoelhe sobre o tapete.
  • Junte os dedos dos pés e os calcanhares.
  • Agora, estenda o corpo para frente, esticando os braços na frente da cabeça.
  • Coloque as palmas das mãos abertas no tapete.
  • Por último, descanse a testa no chão e respire fundo.

Para concluir, como podemos ver, o yoga para iniciantes não é apenas simples, mas também é relaxante e nos permite aliviar sobrecargas e tensões musculares. Sempre que o praticarmos sem forçar em excesso e conhecendo nossas limitações físicas, poderemos gradualmente incluir novas asanas com maior complexidade para experimentar os benefícios desta prática ancestral tão recomendada.

Recomendados para você