4 exercícios de respiração divertidos para as crianças

· junho 25, 2018

Os exercícios de respiração para as crianças são tão úteis quanto benéficos. Não só ajudam a controlar muito melhor suas emoções, como também melhoram sua capacidade de atenção e foco. Elas se sentem mais relaxadas porque compreendem melhor seu corpo e, inclusive, melhoram sua pronúncia e forma de se comunicar.

Pode ser que, à primeira vista, muitos os classifiquem como uma bobagem. As crianças não chegam ao mundo sabendo respirar? Claro que sim. A biomecânica da respiração é um processo automático que todos fazemos e que ninguém teve que ensinar em nenhum momento. Porém, a pergunta que deve nos levar a uma reflexão simples é a seguinte: Todos sabemos respirar, mas fazemos isso direito?

“Os exercícios de respiração otimizam o desenvolvimento cerebral das crianças para melhorar a sua atenção e reduzir o efeito do estresse.”
– Daniel Goleman –

A resposta é não! Nem sempre respiramos da forma correta. Para começar, um fato mais do que evidente é que não aproveitamos toda a nossa capacidade pulmonar, esquecemos que também temos um diafragma e que ele pode otimizar maravilhosamente todo o processo. Além disso, em média, respiramos muito rápido, tomamos pouquíssimo ar em cada inspiração e isso nos obriga a fazê-lo várias vezes e sem ritmo.

Tudo isso se traduz em uma sensação maior de cansaço, em dores de cabeça frequentes e em um impacto maior do estresse e da ansiedade em nosso organismo. Agora, no caso dos bebês há um dado curioso que deve ser considerado. Cada criança que chega ao mundo respira de forma correta, elas o fazem de modo profundo e usam o diafragma. Porém, à medida que crescem, seja pelas posturas ou pelo estilo de vida, vão perdendo essa habilidade natural.

Portanto, ensinar-lhes por meio de brincadeiras como respirar “bem” lhes permitirá recuperar essa capacidade esquecida para ganhar qualidade de vida.

Menina respirando profundamente

Exercícios de respiração para as crianças

Daniel Goleman explicou em um artigo como os exercícios de respiração para as crianças podem ser benéficos. Dava o exemplo de uma pequena escola do Harlem, em Nova York, e como uma professora havia introduzido em suas aulas a dinâmica dos “amigos que respiram”.

Cada manhã, antes de começar as aulas, todas as crianças entre 5 e 6 anos deitavam em colchonetes com um ursinho em cima da barriga. Elas precisavam tomar ar durante 3 segundos e ver como seu ursinho favorito se levantava. Depois, expiravam profundamente e começavam tudo de novo.

Esta brincadeira durava pouco mais de 5 minutos, porém, algo que Daniel Goleman pôde ver é que seus efeitos foram muito benéficos. Esse exercício fortalecia os circuitos cerebrais das crianças para melhorar os processos de atenção e gerenciamento emocional. Assim, aqueles alunos que já estavam há mais de 2 anos praticando estas sessões matinais de respiração tinham menos problemas de atenção e hiperatividade, bem como uma disposição maior para estudar e aprender.

Como podemos ver, algo tão simples quanto dedicar um pequeno intervalo por dia a esta série de exercícios de respiração pode impactar de forma muito positiva seu desenvolvimento e suas capacidades. Vale a pena tentar. Vejamos agora alguma destas técnicas.

1. A brincadeira da serpente

Simples, divertida e eficaz. A brincadeira da serpente é uma das favoritas das crianças e consiste no seguinte:

  • Sente as crianças em uma cadeira e indique que elas devem manter as costas retas.
  • Devem pôr suas mãozinhas no abdômen e se concentrar nas ordens que você der a elas.
  • A seguir, deverão puxar o ar profundamente pelo nariz durante 4 segundos (podemos contar o tempo para eles), notando ao mesmo tempo como o abdômen se expande.
  • Depois, devem deixar o ar sair enquanto fazem o som da serpente, um sibilar sonoro que deve durar o quanto elas conseguirem.
Desenho de cobra

2. Vamos encher um balão bem grande

O segundo dos exercícios de respiração para as crianças é igualmente divertido. Para ele, seguiremos estes passos.

  • A criança deverá se sentar de maneira cômoda em uma cadeira, com as costas retas.
  • Depois, você explicará que a brincadeira consiste em encher um balão invisível, uma bola colorida que, no final, precisa estar muito grande.
  • Para isso, a criança deve puxar o ar pelo nariz e depois expirá-lo imaginando a bola encher e se tornar cada vez maior.

Neste exercício as crianças (assim como os adultos) tendem a puxar o ar pela boca. De fato, é o que todos fazem quando enchem um balão. Por isso é preciso corrigi-las e indicá-las que o ar deve ser puxado pelo nariz enquanto o abdômen enche, e que depois deve-se expirar franzindo os lábios como se a bola colorida e gigante estivesse em suas bocas.

3. Respirando como os elefantes

Esta brincadeira de respiração é uma das preferidas das crianças! As pautas que seguiremos são as seguintes:

  • As crianças precisam ficar em pé e com as pernas levemente separadas.
  • Vamos indicar que elas vão se transformar em elefantes e que vão respirar como eles.
  • Devem pegar o ar pelo nariz de forma profunda e, quando o fizerem, levantarão seus braços como se eles fossem a tromba do animal, tentando fazer com que o abdômen se expanda.
  • Depois, será o momento de expirar. Para isso, eles devem soltar o ar pela boca de forma sonora e abaixar os braços enquanto se inclinam um pouco levando a “tromba do elefante” para baixo.
Elefante cor-de-rosa

4. A respiração do leopardo

O último exercício de respiração para as crianças é um pouco mais complexo, porém igualmente divertido e eficaz para iniciá-las na respiração diafragmática.

  • Indicaremos aos pequenos que fiquem de quatro no chão como se fossem um leopardo.
  • Depois, eles deverão puxar o ar pelo nariz, notando como a barriga se expande e como a coluna vertebral desce.
  • Depois, deverão expirar pela boca, percebendo por sua vez como a barriga se esvazia e as costas se elevam um pouquinho.

É preciso fazer este exercício devagar para que elas percebam esses processos em seu corpo.

Para concluir, vale ressaltar que há muitos exercícios de respiração ao nosso alcance para aplicar com as crianças, basta encontrar os que elas mais gostam e fazer cada passo da forma correta para transformá-los em uma rotina diária. Só assim aprenderão a respirar melhor, só assim potencializaremos um pouco mais seu desenvolvimento e sua qualidade de vida.