Narcisismo exagerado: 5 causas que vale a pena conhecer

5 causas de narcisismo exagerado

Fevereiro 20, 2018 em Psicologia 0 Compartilhados
Narcisismo exagerado

As causas do narcisismo exagerado têm a ver com as faltas e excessos durante a infância. Às vezes o que prevalece é um padrão de falta: faltava afeto ou estímulos adequados. Em outros casos, o que prevalece é o excesso: os pais foram longe demais na satisfação das necessidades das crianças.

Os problemas associados ao narcisismo têm diferentes níveis. Às vezes é simplesmente uma área ou a forma de ser. Em outras ocasiões, o que há é um transtorno de personalidade narcisista, o que é mais grave. Neste último caso, a grandiosidade e o egoísmo invadem toda a personalidade, e podem surgir traços antissociais.

“A timidez tem um componente estranho de narcisismo: a crença de que os outros realmente se importam com como nos vestimos e como agimos.”
-André Dubus-

Dependendo de quais forem a causas do narcisismo exagerado, isso vai deixar uma marca ou outra sobre a personalidade. Em todos os casos existem algumas características em comum, mas com diferentes intensidades.

Em geral, o que prevalece é a grandiosidade, arrogância, exploração dos outros e problemas interpessoais. Também pode haver muitos traços ocultos que denotam sentimentos de inferioridade. Seja qual for o caso, as principais causas do narcisismo exagerado são as seguintes.

Causas do narcisismo exagerado

Abuso

Às vezes acredita-se que quem sofreu abuso durante sua infância torna-se alguém abalado, mas isso nem sempre é verdade. Muitas vezes ocorre exatamente o contrário. Isto significa que a vítima desenvolve uma personalidade narcisista, querendo estar acima dos outros o tempo todo.

Criança triste e sofrendo

O abuso é uma das causas mais complexas do narcisismo exagerado. O que acontece aqui é que esse traço funciona como um mecanismo de compensação e de defesa. Cria-se uma ideia de que “nunca mais serei vítima de mais ninguém”. Por isso, a autoimagem é “inflada”. Assim, a pessoa acaba criando uma exaltação exagerada de si mesmo.

Abandono

Quando há abandono, ocorre algo semelhante ao que acontece quando ocorre o abuso. A pessoa experimentou um grande sensação de vulnerabilidade em sua infância e por isso decidiu construir um muro entre ela e o mundo. Essa parede é o narcisismo. A principal consequência do abandono, neste caso, é uma profunda dificuldade de experimentar a empatia.

O que acontece nesses casos é que o narcisismo atua como uma armadura. Além disso, uma pessoa extremamente fraca se esconde dentro dessa armadura  É por isso que é comum que este tipo de pessoa sinta um verdadeiro pavor da rejeição dos outros, ou que tenha fortes sentimentos de vergonha sobre o modo como organiza seus sentimentos. O narcisismo serve apenas para ocultá-los.

Inconsistência dos pais

A inconsistência dos pais é uma das causas do narcisismo exagerado. A inconsistência é uma falta de coerência. Ela pode vir das palavras e ações ou das próprias ações. Por exemplo: os pais dizem uma coisa, mas fazem outra muito diferente. Ou aqueles que são erráticos e ninguém sabe o que eles vão fazer.

Esta é uma característica de pais ansiosos que dá origem a uma forte insegurança nas crianças. Esse tipo de pai elogia de maneira exagerada as habilidades de seus filhos. Ao mesmo tempo, critica com muita dureza. O narcisismo é a resposta para a angústia causada quando se está nas mãos de alguém com critérios mutáveis e incoerentes.

Pais brigando com filha adolescente

Superestima vazia dos pais

Este mecanismo é muito típico dos pais que carregam sentimentos de culpa. Às vezes eles não dão tempo e atenção suficientes aos seus filhos, e sabem que isso é errado. Assim, eles tentam, para compensar o dano, com frequência e de forma inadequada, destacar certos traços que acham que seus filhos apreciam, independentemente dos mesmos os terem ou não, uma vez que conhecem muito pouco seus filhos.

Eles fazem isso através do excesso de elogios e de presentes caros. É uma maneira de compensar e encobrir sua falta de afeto verdadeiro. Eles se sentem compelidos a celebrar o que quer que seu filho faça, de modo que ninguém possa duvidar desse sentimento de carinho. Assim, a criança pode formar uma imagem idealizada de si mesma, nada próxima da realidade.

Bloqueio defensivo

A superproteção é uma forma de abuso. Ela transmite uma mensagem de medo e ansiedade, instalando um pensamento na mente da criança: de que ela é incapaz de enfrentar as mudanças da vida. Isso também faz com que ela pense que há “algo especial” que deve ser constantemente tratado, uma fraqueza inerente ao seu ser. Isso alimenta tanto a insegurança quanto o narcisismo exagerado.

Eventualmente, forma-se um bloqueio defensivo. A pessoa se instala em uma bolha, passando a pensar que se os outros a amam, devem protegê-la e estar ao serviço de suas necessidades. Ela se torna indolente em relação às necessidades dos outros.

Jovem sentado dentro de bolha
Muitas das causas do narcisismo exagerado têm a ver com o narcisismo dos pais. Às vezes eles querem reparar os danos a sua autoestima através de seus filhos, ou querem realizar seus próprios desejos narcisistas. O problema é que acabam fazendo exatamente o contrário. Em relação a isso, lembre-se de que a psicoterapia pode contribuir decisivamente para a reestruturação do amor-próprio, para que a criança tenha uma força verdadeira.

Recomendados para você