5 dicas importantes para procurar emprego - A Mente é Maravilhosa

5 dicas para procurar emprego

julho 7, 2018 em Psicologia 0 Compartilhados
Dicas para procurar emprego

Você já teve que procurar emprego alguma vez? Atualmente, o trabalho é um bem precioso, um tipo de seguro de subsistência na ausência de um seguro volumoso no banco. Além disso, também o é porque a oferta de emprego é menor do que a demanda, de modo que os candidatos a qualquer cargo tendem a ser mais do que o número de vagas oferecidas.

Procurar trabalho também é benéfico para a nossa saúde. Há muito tempo existe o conhecimento de que existe uma relação negativa entre o desemprego e a saúde. Esta relação está apoiada por uma grande bibliografia científica. A nível psicológico, o trabalho constitui um campo muito valioso para nos realizarmos e também para nos relacionarmos uns com os outros.

Efeitos do desemprego sobre a saúde

As últimas publicações sobre esse assunto apontam que o desemprego pode ser muito prejudicial para a nossa saúde (tanto física quanto mental). Alguns dos efeitos nocivos de uma busca de emprego crônica enquanto a pessoa não está trabalhando são os seguintes:

Aumento da mortalidade

Existem muitas publicações que relacionam o desemprego ao aumento da mortalidade geral. Assim, tem sido apontado que o risco de morrer por qualquer causa aumenta em 63% nos desempregados.

Suicídio

A relação entre o desemprego e o aumento na taxa de suicídio está bem estabelecida há algum tempo. O desemprego apareceu como um dos fatores de risco para o suicídio em um grande estudo a nível mundial. Um estudo recente indica que o aumento de 3% no desemprego na Europa será acompanhado por um aumento de 4,45% nas mortes por suicídio.

Pior percepção da nossa saúde

A análise dos resultados das pesquisas sobre autopercepção de saúde também sugere que o desemprego prejudica a percepção que a pessoa tem sobre a sua saúde. Um estudo que avalia a autopercepção da saúde nas regiões italianas mostra que as regiões em que a população afirma ter pior saúde coincidem com as regiões onde há maior desemprego.

Homem desempregado triste

Pior saúde mental

Os problemas de saúde mental são outra das condições associadas ao desemprego. Assim, entre os desempregados aumentaria a presença de transtornos de humor. Infelizmente, o que lidera as listas nesse sentido é a depressão.

Maior consumo de álcool

O desemprego é o fator precipitante de muitos vícios, a faísca que acende o pavio. A pessoa procura escapar de sua própria situação, com a qual não se sente bem, por isso se torna mais vulnerável ​​a esses estímulos que oferecem rápidas descargas de adrenalina, como o jogo, ou que alteram a percepção da realidade, como a álcool.

Um estudo realizado nos EUA indica que o consumo de álcool aumenta nos desempregados. Um estudo europeu relatou que um aumento de 3% no desemprego aumentará as mortes por alcoolismo em 28%. Como podemos ver, estes são apenas alguns exemplos representativos dos efeitos nocivos do desemprego na nossa saúde. Portanto, parece benéfico para a nossa saúde encontrar emprego. No entanto, para encontrar um emprego, devemos primeiro procurar emprego.

5 chaves para procurar emprego

Podemos imaginar a busca pelo emprego como a construção de um edifício. Por onde vamos começar a construí-lo? Parece óbvio que devemos começar pelas fundações. Se não construirmos uma boa fundação ou base, o edifício poderá desmoronar.

Quando se trata de procurar trabalho, a base está em conhecer a si mesmo. Dê respostas para perguntas como: “O que eu posso oferecer?” “Por que alguém iria querer me contratar?”. Saiba quem é você mesmo no trabalho e qual é o seu objetivo profissional. Ter respostas claras nos fará buscar no lugar certo e fazer propostas claras e interessantes para as empresas, ao mesmo tempo em que teremos as chaves para completar nosso treinamento ou para nos reciclar enquanto procuramos.

Conheça a si mesmo

Para nos conhecermos melhor no trabalho, podemos fazer um exercício simples. Este exercício nos ajudará a saber o que podemos melhorar.

O exercício consiste em escrever em uma folha de papel nossos pontos fortes e fracos. Exemplos de pontos fortes seriam “sou organizado”, “gosto de ouvir os outros”, “me concentro facilmente”, etc. As mesmas forças se tornam fraquezas se não as possuímos.

Pessoa escrevendo em caderno

Treine sua atitude

O caminho de procurar emprego não é fácil de percorrer. Às vezes você pode sentir que está avançando, mas depois volta para trás. Não desistir é essencial. A atitude positiva é adquirida pouco a pouco e em nosso caminho vamos encontrar altos e baixos.

Para isso, é muito importante evitar pensamentos negativos, sorrir, valorizar as pequenas coisas… Além disso, também é importante que você não se compare com os outros. Você é um ser único e maravilhoso.

Tenha perseverança

Dizem que “aquele que persegue, recebe”. Isto é especialmente verdadeiro quando se procura um emprego. Qualquer objetivo que desejamos alcançar requer um esforço. O esforço requer tenacidade, perseverança, insistência, firmeza…

Se formos perseverantes, nos sentiremos melhor com nós mesmos. Algo que ajuda a perseverar é lembrar de vez em quando os benefícios que você obterá quando encontrar trabalho.

Tenha paciência

O fato de não ser paciente é prejudicial para a nossa saúde mental. A impaciência pode nos gerar uma grande frustração e podemos cair em uma espiral de pessimismo.

Treinar a paciência tem vários benefícios. Se formos pacientes ao procurar trabalho, persistiremos em nossos esforços e o objetivo estará cada vez mais próximo.

Mulher em entrevista de emprego

Planeje

Tão importante quanto a paciência e a perseverança é o planejamento. Dizem que procurar um emprego é um trabalho em si… e todo trabalho exige que o planejemos.

É inútil iniciar muitas ações desconexas, porque certamente elas não nos levarão aos resultados desejados. Temos que construir um método em torno da busca por trabalho, em que a ordem e o planejamento jogam a nosso favor.

Estas são as cinco chaves para procurar trabalho. Obviamente existem muitas mais, mas se você colocar essas cinco em prática, estará um pouco mais perto de encontrar um emprego. Nesse sentido, é verdade que muitas vezes o que importa é estar no lugar certo, na hora certa, conhecer alguém em uma empresa que esteja procurando funcionários. Assim, as relações sociais são um ponto importante na busca de emprego.

Nesse sentido, deixe a vergonha para trás e compartilhe com as pessoas que você conhece no setor seu interesse em encontrar um emprego. Muitas vagas ainda são preenchidas dessa maneira, de modo que elas nem sequer ficam abertas para processo seletivo. As empresas procuram pessoas competentes, mas muitas vezes procuram pessoas que possam ser confiáveis e sejam recomendadas.

Finalmente, se você está procurando um emprego, desejamos toda a sorte do mundo!

Recomendados para você