Filmes que mostrarão algo sobre você que você mesmo não sabia

5 filmes que mostrarão algo sobre você que você mesmo não sabia

novembro 18, 2016 em Filmes 1337 Compartilhados
5 filmes que mostrarão algo sobre você que você mesmo não sabia

O dramaturgo Arthur Miller afirmava que “o teatro não pode desaparecer porque é a única arte em que a humanidade encontra a si mesma”. Há algo melhor que assistir a filmes que façam com que encontremos algo em nós que nem nós mesmos conhecíamos?

O cinema e o teatro, ou qualquer outra arte cênica, podem ser apenas um modo de entretenimento, mas também conseguem fazer com que sintamos e pensemos. Nos fazem rir, chorar, estremecer, ter medo… Definitivamente podem nos fazer sentir o espectro completo de emoções.

Agora, é certo que alguns podem passar a vida toda vendo filmes apenas como um entretenimento para passar o tempo. Mas também há a opção de deixar que entrem na mente, no coração, que toquem os sentimentos e emoções. Aí é onde talvez possamos aprender algo de nós que antes não sabíamos.

Filmes que permitem descobrir algo sobre você mesmo

O espectro emocional primário do ser humano está sempre presente quando nos deparamos com as imagens dos filmes. Autores como Jean Mitry ou Andrei Tarkosky escreveram excelentes obras sobre o sentido do cinema e o efeito deste sobre os seres humanos.

Quando vemos um filme, as emoções ficam à flor da pele, e de um jeito ou de outro alteram nosso estado de espírito. Amor, raiva ou tristeza podem aflorar a qualquer momento… assim como sentimentos de amizade, ansiedade e superação… Uma infinidade de efeitos mentais que podem nos influenciar e até mesmo gerar autoconhecimento.

Uma Linda Mulher e o amor

Você é dessas pessoas que acreditam ser incapazes de se apaixonar? Pode ser que Edward Lewis, magistralmente interpretado por Richard Gere, pensasse o mesmo. Quando menos esperava e onde menos imaginava, no entanto, encontrou Vivian Ward, a personagem que vemos na figura de Julia Roberts.
Em Uma Linda Mulher foi criado uma espécie de conto de fadas que não tem motivo para ser real nem realista. No entanto, o amor acontece para duas pessoas que acreditavam que isso nunca pudesse acontecer ao longo de todo o filme, desenhando uma valiosa lição que todos conhecemos, mesmo que às vezes esqueçamos.

uma-linda-mulher-filmes

Um Dia de Fúria e a raiva

Você se considera uma pessoa tranquila e relaxada? É difícil tirar você do sério? Alguma vez você passou dos limites? Até onde acredita que poderia chegar se estivesse em um dia ruim? Um Dia de Fúria reflete com excelência a perigosa emoção da raiva.

Talvez você não se considere uma pessoa raivosa ou estressada. Quando somos levados ao nosso limite, no entanto, todos podemos explodir em algum momento. “D-Fens” Foster, interpretado por Michael Douglas, também parecia um homem equilibrado até que as circunstâncias o fizeram explodir. Acha que algo assim poderia acontecer com você?

um-dia-de-furia-filmes

O Pianista e a tristeza

Você é uma pessoa feliz? Acredita que aconteça o que acontecer, jamais perderá seu bom humor? Tem uma vida feliz e plena e nada pode mudar isso? Talvez você pense como Wladyslaw Szpilman, personagem de O Pianista. Todas as circunstâncias da vida desse personagem, no entanto, mataram suas esperanças e sua segurança.

pianista-filmes

Adrien Brody interpreta um talentoso pianista judeu que vê sua vida indo por água abaixo por causa dos delírios de grandeza e loucura de um ditador. A tristeza toma conta dele, que perde tudo o que tinha. Uma valiosa lição de vida que deve nos lembrar do quão sensíveis e frágeis somos.

Escritores da liberdade e a superação

Por mais frágeis que sejamos, nós temos também a capacidade de dar o melhor de nós mesmos. É possível que você possa aprender algo sobre você em Escritores da Liberdade, um filme fantástico em que Hillary Swank interpreta uma professora com muita força de vontade, Erin Gruwell.

Baseado em fatos reais, esse filme mostra a história de uma mulher capaz de superar medos, violências e incompreensão para fazer com que seus alunos tenham armas para que possam lutar: livros, liberdade e educação. Ou seja, o filme mostra uma superação pessoal que demonstra que todos somos capazes de fazer o melhor, ainda que em alguns momentos não saibamos como fazê-lo.

Menina de Ouro e a amizade

Talvez você pense que a amizade é uma fraqueza. Se não tem ninguém que lhe seja muito querido, você nunca poderá sofrer. Quando menos espera, porém, pode ser que apareça uma pessoa que mude sua vida. Não acredita? Pergunte a Frankie Dunn, o boxeador aposentado que é interpretado com grande maestria pelo excelente Clint Eastwood em Menina de Ouro.

menina-de-ouro-filmes

Essa história mostra os laços de amizade que surgem entre um esportista veterano e a jovem Maggie Fitzgerald, cujo papel é interpretado por Hillary Swank. Eles chegam a ser tão próximos que acabam crescendo juntos. Poderia acontecer com você?

“Um bom vinho é como um bom filme: dura um instante e te deixa na boca um sabor de glória; é novo em cada gole e, como acontece com os filmes, nasce e renasce em cada saboreador.”
-Federico Fellini-

Ainda que essas histórias cinematográficas fiquem na maior parte das vezes no terreno da ficção, podemos sempre aprender algo sobre nós mesmos assistindo a elas. O processo de autoconhecimento dura toda a vida, por isso nunca é tarde para descobrir qualquer pequeno detalhe de nós mesmos. Um filme, uma canção, um livro, uma conversa… o que ativa o nosso pensar não é tão importante quanto o ensinamento que tiramos disso.

Recomendados para você